21 de novembro de 2016

O jornal impresso em papel - Lê! Vais-te rir mas é mesmo verdade!


O jornal impresso em papel, como sempre o conhecemos, realmente não poderá nunca ser substituído pela internet.
A seguir, alguns dos importantes usos do jornal. 

Uso doméstico:
Cobrir bananas ou abacate para amadurecer.
Recolher lixo.
Limpar vidros.
Dobradinho, serve para alinhar os pés da mesa.
Embrulhar louças numa mudança.
Recolher a caca do cachorro.
Forrar a gaiola do passarinho.
Cobrir os móveis e o chão antes de pintar a casa.
Evitar que entre água por baixo da porta.
Proteger o chão da garagem quando o carro está a pingar óleo.
Embrulhar o tacho do arroz para o manter quente.
Fazer palmilhas para os sapatos para os dias frios e chuvosos.
Matar moscas, baratas e demais insectos.
Na época da crise económica, usá-lo como papel higiénico, mesmo que seja um pouco duro.

Uso educativo:
Bater no focinho do cão quando faz xixi dentro de casa.
Fazer barquinhos de papel.
Arrancar um pedacinho em branco para anotar um número de telefone.

Usos comerciais:
Alargar os sapatos.
Encher carteiras de senhora para conservar a forma.
Embrulhar peixes.
Embrulhar pregos na loja de produtos para construção.
Fazer um chapeuzinho para o pintor.
Cortar moldes para o alfaiate ou para a costureira.
Embrulhar quadros.
Embrulhar flores.

Uso festivo:
Acender a churrasqueira ou a lareira.
Rechear a caixa do presente-surpresa.

Outros Usos:
Fazer bolinhas para atirar aos companheiros de classe.
Fazer uma capinha para o machado ou foice.
Nos filmes, para os bandidos esconderem o revólver.
Para te esconderes atrás dele quando não queres que te vejam.

Ah, ... e por último: para ler as notícias !

Alguém consegue fazer isto tudo com o computador?

(Recebida de um grande jornalista, o FerreirAmigo, claro)

BOA SEMANA!

54 comentários:

  1. Estes usos estão mais que antiquados!! Mas ainda me ri com o pedacinho em branco para escrever um número de telefone. :))
    C

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Utilizações que nunca passam de moda.
      E que não podem ser substituídas, catarina.
      Boa semana

      Eliminar
    2. A maior parte das utilizações já passaram de moda há muito tempo, Pedro!!! Está a brincar comigo, só pode!!! : ))) Mas pronto foi engraçado, sim senhor!!! Happy?! ; ))

      Se eu dissesse à minha filha para levar folhas de jornal quando leva os cães à rua, ela iria rir-se de mim ou então diria apenas: Mom!!!

      Quando pintaram a minha casa, utilizaram plásticos para tapar os móveis e o chão.

      Embrulhar o tacho com papel de jornal?!!!! Talvez no campo ainda o façam.... e mesmo assim...

      : )))) E poderia continuar uma por uma...

      Do not get upset with me!! : ))

      I know I can be a little pain....

      Boa noite, Pedro!

      Eliminar
    3. Eu também estava a brincar, Catarina.
      Isto é uma caricatura.
      E poucas destas utilizações ainda são válidas.
      Mas, como acrescente o João Menéres já a seguir, faltou o saquinho das castanhas.
      E essa ainda não passou de moda.
      Boa noite, Catarina (aqui por estas bandas vamos a meio do dia).

      Eliminar
    4. Esta mania de escrever logo e ler depois... também mencionei o saco das castanhas, desconhecendo que a lembrança não era original :)

      Eu discordo da Catarina pq aposto que algures no mundo todas estas e ainda outras ideias ainda são usadas. Posso acrescentar os que recolhem papel de jornal para o reciclar, nos países pobres. Colectam autênticos arranha céus e é um meio de rendimentos vital. Posso também dizer que nas artes decorativas o papel de jornal é muito usado para criar variados efeitos e materiais. E conheço quem só use papel de jornal para limpar as janelas, resultando, realmente, num vidro exemplarmente translúcido.

      E podia continuar uma por uma, ehehehe.
      Embora entenda a Catarina... mas quem dispensa o jornal é porque a vida já evoluíu para um nível de modernidade mais "plástica" e descartável. Embora um Tupperware de comida embrulhado em papel de jornal faz a marmita chegar tão quentinha!!! :))

      Eliminar
    5. Ainda é o melhor método para limpar os vidros do carro, Portuguesinha.
      Ficam impecáveis!

      Eliminar
    6. Ah, as piñatas mexicanas podem ser feitas com jornal. Ainda não passou de moda. :))

      O jornal está a dar pano para mangas!

      Adormeço a comentar no devaneios e acordo no devaneios a comentar... já é dependência...

      : )

      C

      Eliminar
    7. Este espaço tem essa virtualidade, Catarina :)))

      Eliminar
    8. Pois é verdade...
      O jornal NUNCA pode deixar de existir.
      As suas utilidades secundárias são quase infinitas e tornaram-se mais importantes que a primária eheheh. O que será de nós com vidros sujos e sem papel de jornal??

      Eliminar
  2. Outro uso, Pedro :
    Fazer um saquinho para as castanhas assadas.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que essa utilização essencial passou despercebida, João Menéres??
      Quem quer quentes e boas, quentinhas...
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  3. Ahaha!
    Concordo plenamente!
    Um jornal hoje em dia tem multiusos e o mais precioso dele pode ser mesmo uns tantos dessa maravilhosa lista. Digamos que a informação hoje em dia está como pastilha elástica... Encontra-se à venda por todas as bancas e de graça em algumas internets. Pelo que... se um dia removerem o jornal em papel, claro que algumas pessoas vão sentir muito!!

    Palmilhas, dizes tu? Essa nunca tinha ouvido falar.
    as meias devem ficar pretas, ehehe.

    Faltou um uso. Muito importante. Um que já de si, denuncia a importância do jornal como uso alternativo. Porque foi proibido e até hoje sentimos-lhe a falta: Para transportar castanhas assadas compradas na rua e mantê-las quentinhas!

    Depois de proibirem isso, perdeu metade da graça e as ditas esfriam num ápice :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa utilidade já tinha sido apontada pelo João Menéres, Portuguesinha.
      E é obviamente muito relevante :))))
      Boa semana!

      Eliminar
    2. Olha... não sabia que os cartuchos feitos com jornal eram proibidos!

      C

      Eliminar
    3. Eu também não, Catarina.
      Assim não tem a mesma piada :(

      Eliminar
  4. Nada pode substituir o jornal em papel, não só por tudo o que foi apontado mas também pelo gozo de o manusear e cheirar.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O jornal e os livros, Francisco.
      Manusear o jornal ou o livro é em si mesmo um prazer.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  5. Nem pensar.. para mim nada substitui o papel: jornais e livros, tem outro prazer ler desfolhando calmamente =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, Chic'Ana
      Há prazeres que não se explicam, só se sentem.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  6. Verdade!!!!


    Existe um anúncio em que o marido da Ema, acaba por perceber que o computador não substitui o papel totalmente... rrssssss

    Boa semana

    ResponderEliminar
  7. Pedro, em que 'missão' se pode incluir o Correio da Manhã?
    Pois, calculo!
    Boa semana, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, essa mesmo.
      Mas, mesmo assim, se calhar não presta.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  8. Tudo utilidades que um jornal digital nunca nos trará. Grande verdade. Eu ainda uso umas folhas de jornal para embrulhar bananas quando ainda não estão bem maduras, como eu gosto. :)
    Mas, a utilidade que mais me fez rir, foi a pertencente ao grupo festivo: "Rechear a caixa do presente-surpresa." eheheheh

    Alguma vez se poderia surpreender alguém com outra coisa?

    Beijinhos, boa semana. :)

    ResponderEliminar
  9. Pedro é bem verdade, tantas utilidades que têm os jornais e ainda podemos utilizá-lo para fazer artesanato, apreciem:

    http://www.artesanatoereciclagem.com.br/9979-ideias-de-artesanato-e-reciclagem-com-jornais-e-revistas.html

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E amanhã vou publicar estas imagens para quem não estiver atento poder ver, Fê.
      Mais uma que recebi da minha prima.
      Haja talento, imaginação, criatividade.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  10. Eu faço imensos trabalhos manuais e o jornal é um dos meus melhores amigos!!!
    Gostei imenso. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então amanhã vai gostar do que aqui vou publicar, papoila.
      Bjs

      Eliminar
  11. Pois é ! rrsrs... Pensem no que pensarem, venha ele a fazer o que fizer é um facto, que daqui a 20 anos (?)...(será demais?) ... já ninguém saberá o que era isso de "jornais em papel" !
    Pessoalmente, já não compro há anos !
    Li há dias (escrito por um Director de um jornal), que para que sejam rentáveis (já hoje) teriam que ser vendidos por 10 € !
    Depois ainda há os problemas do "Ambiente" (dos lixos) e o derrube das florestas, para alem dos "avanços tecnológicos"! :((

    ... e preparem-se que os próprios livros terão também os anos contados, para além dos preços exorbitantes ! ...
    O papel, em geral, vai "morrer", disso não tenham dúvidas !

    Abraço sem embrulho, Pedro ! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leio religiosamente os três diários em língua portuguesa que aqui são publicadora, Rui.
      É um luxo ter três jornais diários em língua portuguesa, mais dois semanários, a milhares de quilómetros de Portugal.
      Uma companhia fiel.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  12. Ha ha ha! O jornal em papel nunca será substituível (ou assim espero!)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, M Campos.
      Também leio jornais no computador (jornais aí de Portugal).
      Mas não é a mesma coisa.

      Eliminar
  13. :))) e por último até dá para ler as notícias :)
    Gosto mais de ler as notícias nos jornais porque me parece que as desenvolvem mais...pelo menos, às vezes...
    uma boa semana também e um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem outro sabor, Gábi.
      Lei-o os jornais em língua portuguesa publicados em suporte de papel.
      Os publicados em Portugal no computador.
      Ter o jornal na mão é mesmo outra coisa.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  14. E o cheirinho do papel? E os dedos sujos da tinta?
    Pois nada substitui os jornais em papel.
    Eu gosto.
    Abraço amigo e boa semana.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, Irene Alves.
      O suporte em papel tem outra sedução.
      Um abraço, boa semana

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Está aqui tudo, The Reader's Tales :))
      Boa semana

      Eliminar
    2. Obrigada pela informacao, Pedro. Até lá, divirta-se.

      Eliminar
  16. :)) E mais... Acrescento à lista que também dá para se fazerem árvores de Natal. Eu já fiz uma...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje vou publicar essa vertente - a criatividade com os jornais.

      Eliminar
  17. Boa. Fazer palmilhas nos sapatos nos dias chuvosos e não só. Essas palmilhas são óptimas para tem de viajar e sofre de enjoos. Melhor que comprimidos.
    Um abraço e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é que eu não conhecia mesmo, Elvira Carvalho.
      Sempre a aprender.
      Um abraço, boa semana

      Eliminar
  18. A pasta de papel pode ser feita com jornais e é utilizada
    para modelar objetos...
    Eu fiquei muito feliz quando pude dispensar jornais e revistas.
    Já a restante reciclagem doméstica, dá trabalho que chegue...
    Boa semana, Pedro.
    ~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim e para muitos outros ainda é insubstituível, Majo
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  19. Um lista exaustiva de utilidades. Eu confesso que não dispenso totalmente a leitura do jornal em suporte de papel, mas tenho vindo a reduzir consideravelmente o volume de jornais e revistas aqui em casa.

    Um beijinho, Pedro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não consegui ainda dispensar a leitura de jornais em suporte de papel, Miss Smile
      Beijinhos

      Eliminar
  20. Respostas
    1. São muito engraçados, úteis, evitam o desperdício e protegem o ambiente, CÉU

      Eliminar