22 de fevereiro de 2016

INFELIZMENTE VERDADE


Estava esta manhã sentado ao lado de um sem abrigo, quando ele me disse:
- A semana passada, ainda tinha tudo! Um cozinheiro para as
refeições, o meu quarto estava limpo, as minhas roupas lavadas e passadas, tinha um tecto sobre a cabeça, TV, Internet, ia à Sala de Desportos, à Piscina, à Biblioteca, podia ainda Estudar...
Perguntei-lhe: 
- O que é que se passou? Droga? Álcool? Mulheres? Jogo?
- Não, não... saí da prisão!

16 comentários:

  1. Uma grande verdade ! Para muitos a prisão é um privilégio !
    .))) ... Daí talvez a alta taxa de criminalidade em Portugal ! hehehe
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que eu vi nas prisões nos meus tempos de advogado foi arrepiante, Rui.
      Deus nos livre de tal destino!

      Eliminar
  2. Se calhar não é bem assim. Ou pelo menos não será assim para todos os presos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem nada que se pareça, Elvira Carvalho.
      As prisões e o Centro de Recuperação foram os locais mais horríveis que tive de visitar.
      Um abraço

      Eliminar
  3. Também não quero experimentar :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. ~~~
    Parece que é no Brasil que os licenciados dispõem
    de privilégios especiais.

    ~~~ Beijinho. ~~~

    ResponderEliminar
  5. Há casos em deve mesmo ser assim até se sabe que há pessoas que não querem sair de lá!
    O melhor que podemos fazer é nunca nos colocarmos na lista de candidatos para frequentá-las. :)))
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma das coisas que não tenho saudades nenhumas dos meus tempos de advogado, papoila.
      As visitas que tinha que fazer a presos, e a tipos que estavam no Centro de Recuperação, deixavam-me doente.
      Bjs

      Eliminar
  6. Olá Pedro
    Ia tendo um "back de coração"
    As Cadeias hoje têm melhores condições para os reclusos mas não esta que pintou. Basta que estejam privados da família, amigos e viverem livremente.
    Devo acrescentar que muitos idosos neste país vivem mil vezes pior que os presos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis,
      Quem teve que trabalhar em cadeias (e eu tive enquanto advogado) sabe o horror que aquilo é.
      Mas quem anda atento ao que se passa à sua volta também sabe que há idosos a viver em condições degradantes se comparadas com as que têm os detidos.

      Eliminar