2 de fevereiro de 2016

Aconteceu no Bar da Carmela, no Bexiga

Este é um DOCUMENTO HISTÓRICO e deve ser guardado como uma raridade: Elis Regina era recém chegada de Porto Alegre, nos anos setenta. 
Canta com Adoniran Barbosa, numa mesa de bar, uma música que ele acabara de compor para sua noiva IRACEMA, que morrera atropelada em plena Avenida São João, uma semana antes do seu casamento. 
Pena que a fotografia não é das melhores. 
A particularidade é que a maior parte das pessoas ignora que este samba nasceu do atropelamento da noiva do Adoniran. 
Mesmo com o vídeo sendo de má qualidade, vale a pena vê-lo. 
É uma relíquia!!
Brilhante pela simplicidade e pelo ritmo.

 

10 comentários:

  1. Memórias em arquivos que recordamos com prazer.

    ResponderEliminar
  2. Que preciosidade! É tão bom recordar a grande Elis que, com a sua maneira maravilhosa de interpretar, transformava cada música num pedaço de céu.

    Um beijinho, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A interpretação de Elis Regina é, como sempre, fenomenal, Miss Smile.
      Sem grandes arranjos, sem qualquer parafernália, só talento puro.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Isto é uma maravilha, Pedro.
    Não vale a pena dizer mais nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A voz de Elis Regina, mesmo num cenário tão simples como este, arrepia, António.

      Eliminar
  4. É mesmo uma relíquia, Pedro Coimbra. Fabuloso. E que bom ouvir e ver Elis. Boa partilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apareceu-me pela mão de um grande amigalhaço, M Campos.
      E tinha que vir parar aqui.

      Eliminar
  5. Vi o vídeo de manhã, mas como estava com pressa, não pude comentar. Eu era fã incondicional de Elis Regina. Fiquei tão chocada com a sua morte. Muito bom poder ver este vídeo.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma morte ainda hoje por explicar convenientemente, Elvira Carvalho, ainda envolta em mistério.
      Um abraço

      Eliminar