17 de fevereiro de 2016

A semelhança entre a Grã - Bretanha e o PCP


Este post também podia ter por título a semelhança entre David Cameron e Jerónimo de Sousa.
Confusos?
Muito fácil - a Grã - Bretanha e o PCP, David Cameron e Jerómino de Sousa (os milagres e os santos, respectivamente), vêm recentemente adoptando uma atitude em tudo similar.
A atitude típica de quem tem um pé dentro e outro fora.
A Grã - Bretanha (David Cameron) na União Europeia; o PCP (Jerónimo de Sousa) no Governo em Portugal.
A Grã - Bretanha (David Cameron) negoceia a sua manutenção no seio da União Europeia, exige cláusulas de excepção, ameaça referendar o estatuto de membro, critica a actuação das mais altas instâncias europeias.
O PCP (Jerónimo de Sousa) apoia o actual Governo, ao mesmo tempo que o critica (o negócio TAP e os seus mais recentes desenvolvimentos são só o último exemplo desta realidade), que fomenta greves que atingem o Executivo através da CGTP, o seu braço sindical e que congrega a base de apoio eleitoral dos comunistas, ameaça votar contra algumas medidas políticas essenciais à governabilidade do país.
A Grã - Bretanha (David Cameron) faz parte da União Europeia mas desconfia permanentemente da atitude da organização, das suas acções e dos seus projectos.
O PCP (Jerónimo de Sousa) faz parte da solução governativa existente em Portugal mas manifesta constantemente o seu desacordo relativamente às políticas levadas a cabo pelo actual Governo.
Menos confusos?
A Grã - Bretanha (David Cameron) e o PCP (Jerónimo de Sousa) são por estes dias tão semelhantes nas suas atitudes que quase se diria tratar-se de gémeos separados à nascença.

30 comentários:

  1. Olá, Pedro!

    A Inglaterra, a História de Inglaterra tem mto de "sui generis", tem mto k se lhe diga, digo! O Sr. Jerónimo de Sousa, por quem tenho apreço, embora ele não consiga acompanhar a evolução natural da sociedade, também, mas a comparação estabelecida está cinq étoiles.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão semelhantes que até assusta, CÉU.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Se me permite, Pedro, só mais uma coisinha que os une: a Grã Bretanha nunca esteve na UE a não ser para colher benefícios e o PCP só estará com o governo, enquanto tiver benefícios. Mas ambos sabem que, se saírem ( da UE e do governo) terão mais prejuízos que benefícios. Especialmente o PCP, que poderá recuperar umas centenas de votos perdidos, mas perderá alguns milhares se voltar a contribuir para derrubar o governo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Carlos desta vez bateu em cheio, Pedro, só que o governo actual vai ser derrubado com ou sem a ajuda do PCP.

      Eliminar
    2. Eu acredito que este Governo acabe por implodir, ematejoca.
      E já o digo desde o primeiro dia.
      Há ali muitas forças antagónicas que criam uma energia propícia a esse resultado

      Eliminar
    3. Também eu acredito num fenómeno de implosão do que no Marcelo.

      Boa semana, Pedro!

      Eliminar
  3. Nunca tinha pensado neles nessa perspectiva, mas tem razão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que tenho uma costela George Carlin, Maria do Mundo - penso em patetices que mais ninguém pensa :)

      Eliminar
  4. Não seria melhor tentar descobrir as diferenças, Pedro?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria muito mais fácil, António.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Permite que assine, Pedro?

    Está tudo mais ou menos destravado do tino :(

    ResponderEliminar
  6. As pessoas só pensam em benefícios próprios. E os que vão para a politica estão saindo pior que a encomenda. Vejo muita semelhança com os daqui. Não! Aqui está pior! São um bando de bandidos fugidos da penitenciaria que estão no poder. Deus nos salve destas corjas.
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os líderes políticos, um pouco por todo o Mundo, estão muito abaixo daquilo que lhes seria exigível, Anajá.
      Infelizmente é assim um pouco por todo o lado.
      Tenha uma óptima semana também.

      Eliminar
  7. Oh, Pedro, com tanta semelhança entre a Grã-Bretanha - David Cameron - e o PCP - Jerónimo de Sousa -, até já me apetece dizer que é a cara de um e o focinho do outro.
    (Ainda que mal comparado)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Quando vi a imagem pensei primeiro que o Pedro já teria virado folião ?! sendo que o Carnaval é uma espécie de conjunto de anedotas semelhante ao que o Pedro publica á sexta-feira
    mas no Carnaval a comunidade participa física e espiritualmente num ambiente de brincadeira !
    O mesmo não se pode dizer da corrida das máscaras de olhos vazios que orienta a grande maioria dos países

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só sou folião para estes disparates, Angela.
      No restante até sou muito sossegado :))

      Eliminar
  9. ~~~
    Fartinha - de todo - das cenas farsistas destes dois.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Decidam-se de vez, Majo.
      Ou estão, e estão a 100%, ou saem, caramba!

      Eliminar
  10. Muito boa analise, Pedro, muito boa mesmo, gostaria de me alongar na minha análise mas estou com manifesta falta de tempo.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembra-se do filme Twins com Danny de Vito e Arnold Shwarznegger, Ricardo?
      Será algo do género :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Compreendo tão bem o desacordo do PCP (Jerónimo de Sousa) relativamente às políticas levadas a cabo pelo actual Governo, só que eu não faço parte da solução governativa existente em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, ematejoca.
      Criticar a solução de qual se é parte integrante é quase demente.

      Eliminar
    2. É tão bom que o Pedro compreenda o que eu quero dizer. Obrigada!

      Eliminar
    3. Compreendo perfeitamente, ematejoca.
      Ouvir os líderes do PCP e do BE essencialmente dizer que vão engolir uma grande sapo ao aprovar o Orçamento do PS, não sei se dá vontade de rir ou chorar.

      Eliminar
  12. Tudo certo. Mas há pormenores que fazem a diferença. A Grã-Bretanha tem razão porque sim, o Jeronimo porque não.
    Quanto ao Governo ... Não é o PCP que o derruba. Ele está a prazo. Deixem o presidente Marcelo instalar-se em Belém e conhecer os cantos à casa. Depois das férias de agosto haverá conversa. Afinal, de Bruxelas a Lisboa quem apoia Antonio Costa? Há demasiada gente a amolar as navalhas. Basta interpretar a comunicação que passa na tv e nos jornais. A não ser que haja a interceçao de NS de Fátima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito que Marcelo derrube o Governo, Agostinho.
      Acredito muito mais, como já comentei com a ematejoca, num fenómeno de implosão.

      Eliminar