10 de junho de 2011

Olha no que dá ter preconceitos !!!

Quando o Manelinho era pequeno, queria ser bailarino e os seus pais desencorajaram-no, porque era coisa de maricas.

Logo depois, quis ser cabeleireiro, mas seus pais não deixaram porque era coisa de maricas.

Passado algum tempo quis ser estilista, mas seus pais não permitiram porque era coisa de maricas.

Agora o Manelinho cresceu, é maricas e não sabe fazer nada ...

3 comentários:

  1. Caro confrade Pedro Coimbra!
    O preconceito é terrível, porque além de segregar torna o preconceituoso propenso a considerar-se melhor do que o outro.
    Esta crônica, que pretende ser humorística, desvela sem titubear o senso comum que impera na sociedade, onde certos ofícios supostamente só podem ser exercidos por homossexuais.
    Caloroso abraço! Saudações tolerantes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  2. Caro Prof. João Paulo Oliveira,
    O meu cabeleireiro (é o mesmo há muitos anos) é homem.
    Casado e com dois filhos.
    Conheço estilistas muito machos.
    Bailarinos, idem (Barishnykov era um pinga-amores).
    Estes clichés só funcionam como anedota.
    Nada mais.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Estou de pleno acordo com suas sensatas ponderações!
    Caloroso abraço! Saudações explicativas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar