16 de junho de 2011

A loira e o limpa-neves


Numa manhã de inverno um casal ouvia a rádio enquanto tomava o pequeno-almoço.

O locutor a dada altura diz:

- "Hoje vamos ter neve. Prevê-se a formação de uma camada com 10 a 16 cm de espessura. Lembramos que devem arrumar os vossos carros no lado direito das ruas para permitir a intervenção dos limpa-neve."
 
A mulher, loira e com elevado sentido de dever, imediatamente saiu e arrumou o carro no lado direito da rua.
 
Na semana seguinte o casal tomava novamente o seu pequeno-almoço quando ouvem pela rádio outro aviso:

- "Hoje esperamos 20 a 25 cm de neve. Por favor arrumem os carros do lado esquerdo para permitir o trabalho dos limpa-neve."

A boa mulher lá foi outra vez a correr para arrumar o carro do lado esquerdo da rua.
 
Passados mais uns dias, tudo se repete. Da rádio lá chega o aviso:

- "Hoje esperamos que se formem camadas de 20 cm de neve. Por favor arrumem..."

A energia eléctrica subitamente faltou. O rádio calou-se...

A mulher ficou transtornadíssima por não saber de que lado devia desta vez arrumar o carro.

- " E agora o que faço? Logo faltou a luz nesta altura... Agora não sei de que lado da rua devo arrumar o carro!" Dizia ela aflita.

Então o marido, com muito amor e compreensão, diz-lhe tentando sossegá-la:

- "Olha querida, porque é que, desta vez, não deixas ficar o carro quietinho na garagem?"

6 comentários:

  1. Esta anedota foi-me enviada por mail, Arnoldo.
    Não é texto meu.

    Gábi,
    O que a pobre sofreu, tanta arrelia, tanta ralação.
    E sem necessidade... :)))

    ResponderEliminar
  2. texto magnifico...criativo..gosto muito de passar por aqui...bjsss

    ResponderEliminar
  3. Severa,
    É uma anedota muito engraçada.
    Que aproveita bem o cliché da loira burra.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Aquela doçura revela tanto amor, de facto,… (a do marido, claro!) : )

    ResponderEliminar