13 de fevereiro de 2011

Sporting empata em Olhão e já está 20 pontos do Porto. Leiria afasta nacional da Europa. Barcelona empata em Espanha. Manchester ganha com golo fenomenal de Rooney

Nunca antes o Sporting terá ansiado tanto o final da época.
Os leões, que até estavam a fazer um campeonato excelente fora de Alvalade, empataram ontem (2-2) em Olhão.
Um resultado nada escandaloso (o Olhanense ainda não perdeu em casa esta época) não fosse dar-se o facto de o Sporting ter estado a ganhar por 2-0 (dois golos de Postiga), de ter perdido por lesão Grimi e Vuk, de ter perdido por castigo Paulo Sérgio e Evaldo.
De ter visto Carriço marcar na própria baliza o golo do empate.
E de ter assistido a uma péssima arbitragem de Olegário Benquerença (sim, mais uma).
Tudo isto em vésperas do dérbi com o Benfica.
Com toda a propriedade, é mesmo caso para se dizer que é dose para leão!
Em convulsão interna constante, o Sporting também está a ser vítima de constante "mala suerte".
Assim é muito complicado.
Quando tudo corre mal, como é o caso, o que se pede é que o pesadelo acabe depressa.
E é isso que se deseja para os lados de Alvalade.
Na Madeira, perante 1500 espectadores, numa luta de equipas que ainda aspiram a estar presentes numa prova europeia (???), o Leiria terá terminado com os sonhos do Nacional.
Um golo de Fabrício Simões, aos 44 minutos, resolveu o jogo e terá afastado definitivamente o Nacional daquele que era o sonho dos madeirenses no início da época. 
Jogo equilibrado, nada brilhante, resolvido pela eficácia.
Em Espanha, a série vitoriosa do Barcelona chegou ao fim em Gijón.
Empate (1-1) num jogo em que o Barcelona poupou uma série de jogadores com vista ao jogo da Liga dos Campeões.
Mourinho, que tinha criticado Manolo Preciado na primeira volta, terá que agora agradecer ao treinador do Gijón a possível "ajuda".
Em Inglaterra, no dérbi de Manchester, o United deu mais uma passo rumo ao título ao ganhar ao City (2-1).
Golos de Nani e Rooney a resolverem o jogo a favor do United.
O golo de Rooney, que fez o 2-1, é fenomenal!
Uma bicicleta perfeita a finalizar um centro de Nani.
Por certo um dos golos do ano.
O United é, mais e mais, o grande candidato à vitória na Premier League (não acredito que o Arsenal consiga fazer frente aos pupilos de Ferguson).

Sem comentários:

Enviar um comentário