16 de fevereiro de 2011

Saber tirar partido do comportamento dos excursionistas de Liaoning (selvajaria útil)

 

Depois da cena de pancadaria que envolveu alguns  guias turísticos de Macau e um grupo de excursionistas de Liaoning, julgo que, de uma forma inteligente, podemos tirar partido do comportamento daqueles selvagenzinhos que visitaram Macau.
Não, não estou a pensar em falcatruas naquelas lojas macacas, em obrigar os tipos a ir a determinados locais, a consumir determinados produtos, a gastar uma quantia previamente estabelecida sem o conhecimento deles próprios.
Que originalidade é que teriam propostas dessas?!
Estou a pensar em algo muito mais interessante.
Quase maquiavélico.
Em concreto, usar os excursionistas de Liaoning como ameaça para todas as situações de comportamento incorrecto.
Os meninos portam-se mal na escola?
Os professores ameaçam - portem-se bem que é para eu não ir buscar os excursionistas de Liaoning.
Não querem comer a sopinha toda?
Os pais não precisam de se preocupar mais.
É só mostrar as fotos dos excursionistas de Liaoning.
"Cobranças difíceis"?
Ou paga, ou vou buscar os excursionistas de Liaoning.
Já perceberam a ideia, não já?
O que é que acham?
Até a selvajaria, se devidamente aproveitada, pode revelar-se extremamente útil.

("Roubei" a imagem ao Leocardo no blogue Bairro do Oriente)

Sem comentários:

Enviar um comentário