15 de fevereiro de 2011

Paulo Portas afirma que vai até ao fundo da questão


Paulo Portas, no discurso de tomada de posse como presidente do CDS, afirmou que vai "até ao fundo da questão" (sic) para esclarecer a trapalhada com o cartão de cidadão nas eleições presidenciais de 23 de Janeiro.
Fiquei contente.
Finalmente, depois de tantos anos, Paulo Portas vai poder utilizar os submarinos que comprou quando era ministro!
Vai utilizá-los para chegar ao "fundo da questão", não vai?!

5 comentários:

  1. Pedro
    O problema é que pelos vistos algum equipamento do submarino vem com defeito e as reparações vão provavelmente impedir a sua utilização. Lá ficamos à tona.
    Mas parece que já está explicada aquela cena. Li algures que se tratou de um ataque informático...

    ResponderEliminar
  2. Os submarinos do Portas não funcionam??
    Então como é que ele vai ao fundo da questão?? :))
    Ataque informático, Rodrigo?
    E o ministro?
    Continua inamovível?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Podia era ter comprado uns submarinos mais baratos!

    ResponderEliminar
  4. Esse Paulo Portas. é como os outros políticos, como todos nós sabemos vão sempre ao fundo da questão dos problemas dos outros, dos erros grassos e das vigarices que praticam, a essas fazem vista grossa, e se vão aproveitando para encher os bolsos.
    Este Portas, já tem um passado político muito polémico, mas mandar bocas é com ele.
    Que se afunde e que seja feita justiça, o que ainda não foi feita, Universidade, Submarinos e outras mais trapalhadas.
    Afinal a sardinha anda desaparecida será por isso que os submarinos não navegam!...

    ResponderEliminar
  5. Carlos,
    Se era para aquela porra vir com defeito era melhor ter estado quieto.
    O problema é que não tínhamos submarinos para patrulhar a costa.
    Pois,....agora me lembro.
    Não temos na mesma, não é??

    Caro Cambeta,
    O Portas adora dizer estas coisas.
    Ser bombástico.
    Fontes bem informadas dizem-me que isto já vem dos tempos do Colégio (tal como eu, ele também estudou num colégio de Jesuítas).
    Está no sangue.
    Abraço a ambos

    ResponderEliminar