28 de fevereiro de 2011

Óscares sem surpresas


Não houve surpresas na cerimónia de atribuição dos óscares de Hollywood.
Como se previa, "The King's Speech" sai coroado como o grande vencedor da noite.
Melhor filme, melhor actor principal (Colin Firth), melhor realização (Tom Hooper) e melhor argumento original (David Seidler).
Dos prémios mais cobiçados, "The King's Speech" não ganhou os de melhor actor e melhor actriz secundários. 
Geoffrey Rush, que já ganhou um óscar, perdeu para Christian Bale ("The Fighter").
Helena Bonham Carter, perdeu também para a actriz de "The Fighter" que competia na categoria - Melissa Leo.
Também previsível, o prémio para melhor actriz, atribuído a Natalie Portman pelo seu desempenho em "Black Swan".
Se estes são os grandes vencedores, os grandes derrotados são "True Gift", dos irmãos Coen, e "The Social Network", de David Fincher.
"True Gift" não conseguiu uma única estatueta em 10 nomeações.
"The Social Network", nomeado em oito categorias, consegue três estatuetas menores (melhor argumento adaptado, melhor edição e melhor banda sonora original).
Já "Inception" consegue o pleno nas categorias técnicas (efeitos especiais, mistura de som, edição sonora e cinematografia).
Para consultar a lista de nomeados e vencedores aqui  

2 comentários:

  1. Gostei do True Gift. Acho que merecia levar com uns óscares também!

    ResponderEliminar
  2. Gábi,
    Se a memória não me falha, a última vez que a Academia premiou uma "cobóiada" foi com o Unfforgiven de Clint Eastwood.
    É um género que já não vende.
    E os Coen foram penalizados por isso.

    ResponderEliminar