6 de setembro de 2018

Crença e ganância



Repetem-se incessantemente os casos conhecidos de burlas que aproveitam a crença e a ganância de pessoas ingénuas para conseguir que estas entreguem verdadeiras fortunas a esquemas sem o mínimo de credibilidade.
Há já alguns anos, um daqueles amigos para a vida, dotado de grande inteligência e de um sentido de humor apurado e verrinoso, ilustre advogado, respondia a um cliente prestes a ser preso por ter o “vício” de passar cheques sem cobertura, quando este lhe perguntou se conhecia algum negócio que pudesse garantir ganhos avultados em pouco espaço de tempo, que sim, que conhecia – traficar droga.
Consta que serão quatrocentos por cento de lucro liquido, acrescentou.
Mas com algumas desvantagens – forte possibilidade de ser preso, pouca ou nenhuma segurança no emprego (literalmente!!), uma dor de cabeça constante.
Dá vontade de explicar às vítimas dos esquemas que se vão conhecendo com uma cadência cada vez maior que, para ganhar muito dinheiro em muito pouco tempo, só mesmo a traficar droga ou com o Jogo.
Com a particularidade de o Jogo, com capital mundial em Macau, render muito dinheiro aos concessionários.
Aos jogadores parece que não é bem assim...
De uma vez por todas deixem de acreditar nos novos vendedores de banha de cobra, sigam a sabedoria popular e deixem de ir com muita sede ao pote para evitar serem os próximos a ficar engasgados. 

50 comentários:

  1. Está a o advogado seu amigo a esquecer-se doutro e bem conhecido meio de ganhar muito em pouco tempo e com escassos riscos, no caso o político eleito democráticamente, óbviamente. Pelo menos é vê-los aos 20 anos tesos que nem carapaus a fazer bicha nas cantinas universitárias e 20 anos depois com prédios de luxo nos algarves e na capital e arrabaldes e sem outo ofício conhecido que autarca, ou governante. Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o meu amigo, sendo meu amigo, não se envolve em politiquice e com politiqueiros, álvaro silva.
      Nem lhes dá importância.
      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Bom dia
    Infelizmente esse mal existe desde os princípios do mundo e continuará por todos os dias que o sol nascer .
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas esta gente é parva, Joaquim Rosário??
      Acham que se pagam juros mirabolantes assim do pé para a mão?
      E acreditam no Pai Natal e na cegonha??

      Eliminar
  3. à margem da lei, pelos vistos, ganha-se muito dinheiro....

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E perde-se muito também, Isabel Sá.
      Quais são as probabilidades de ganhar o Euromilhões??
      As probabilidades de ter êxito num "negócio" destes devem ser ainda menores.

      Eliminar
  4. O comentador ÁLVARO SILVA tem toda a razão.
    É o grande e recente NEGÓCIO em Portugal !!!

    Abraços para os dois.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui TODOS OS DIAS se tem ouvido falar num esquema diferente, João Menéres.
      Está tudo doido???!!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Respostas
    1. mas pelos vistos caem em saco roto, Francisco.
      A PSP está sempre a alertar as pessoas, a fazer campanhas.
      Não serve de nada.
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. Um alerta bem importante sobretudo para os velhos que na sua simplicidade e ou ignorância do real mundo que temos, caem no conto do vigário. Pior é passarem-se por funcionários da EDP, telecomunicações e quando assim é nem pensam e abrem a porta.

    Depois vem a onda de alguns políticos e igualmente os donos da bola já para não falar de banqueiros e outros que já estão bem na vida mas a ganancia leva-os por esquemas manhosos.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui também já burlaram uma série de pessoas mais velhas, Fatyly.
      Mas estes gulosos nem estão nessa categoria.
      Alguns até são muito jovens.
      Beijocas

      Eliminar
  7. No interior do país é o "prato do dia" enganarem pessoas de idade, pouco informadas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui são muitos os que não são nem uma coisa nem outra, Pedro Dinis.
      Por isso é que falo em crentes e gananciosos.

      Eliminar
  8. Muito bom este post, bem reflexivo.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As fortunas que se têm aqui perdido com esquemas perfeitamente absurdos, Arthur Claro :(

      Eliminar
  9. Adorei mais esta bela publicação. Parabéns :))

    Hoje... O teu sussurro.

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou um conservador em muita coisa, Larissa Santos.
      Nomeadamente nestes jogos como juros fabulosos.
      É mais fácil acreditar no Pai Natal.
      Bjs, votos de uma óptima quinta-feira

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Se lhe oferecerem juros tipo Dona Branca a São investe??
      Como é que tanta gente ainda se deixa levar por estes esquemas.

      Eliminar
  11. Boa tarde!
    Interessante postagem! O povo é sereno! Adorei lê-lo.

    Intempéries
    Beijos e um excelente dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O povo é sereno e às vezes parece que é estúpido, Cidália Ferreira.
      Beijos

      Eliminar
  12. Oi, Pedro, nunca esqueci um dia que um cliente de meu pai disse a ele: dr, o senhor trabalha tanto que não vai ter tempo de ficar rico...
    O homem era seu paciente e tinha dinheiro que saia até pelos olhos! rsss Verdade, meu pai nunca ficou rico.

    Beijo, bom resto de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficar rico assim num golpe de asa é um conto que só acredita quem quer acreditar, Tais Luso.
      Quem cai nesses contos do vigário normalmente fica...pobre.
      Beijo, bfds

      Eliminar
  13. ... E o mais grave é que isto já são assuntos de todos os dias e não um caso ou outro ! :(
    Uma das coisas que eu mais repudio e critico é a "crença" nas chamadas telefónicas de valor acrescentado para programas de TV para se ganhar 1000 € ! :(((
    Uma sobrinha minha familiar, sem se aperceber ou dar a perceber, gastava rios de dinheiro com as "raspadinhas" sempre a pensar que "era desta" e nunca era, até que a família se apercebeu ! :(((
    ... mas já tinha "ido" uns largos milhares ! :(((

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É impressionante como, com tantos avisos, em todas as plataformas, ainda há pessoas que se deixam iludir pelo mito do enriquecimento rápido e fácil, Rui.
      Aquele abraço

      Eliminar
  14. Infelizmente muitos caem em esquemas malucos...

    ResponderEliminar
  15. Ainda há gente que acredita no lucro fácil e imediato, apesar de tanta informação disponível...
    Os "lesados do BES", embora com uma forte capa de credibilidade, são um dos grandes exemplos.
    Caro Pedro, continuação de boa semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caso do BES nem me impressiona tanto, Jaime Portela.
      Afinal era um banco supostamente credível, centenário.
      O que me tira do sério são os vendedores de banha da cobra, os juros fantásticos, vindos não se sabe de onde e como, e que levam tanta gente a torrar rios de dinheiro.
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  16. Aqui, temos o truque do neto.
    O dito neto está em apuros e manda o amigo aos avós buscar dinheiro para sair da situação em que se encontra.
    Apesar da polícia estar SEMPRE a avisar que não devem dar dinheiro, porque se trata de uma burla. Os avós continuam a cair na esparrela. Bem, uma tia do meu marido não caiu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse é um dos esquemas utilizado aqui, Teresa.
      O familiar doente.
      Normalmente com pessoas mais idosas como vítimas.

      Eliminar
  17. Será sempre uma tentação ter recompensa sem esforço… Ou não é disso que se vai atrás?
    E da adrenalina….
    Isto do ponto de vista do jogador.
    Do negócio… nem quero começar a perceber. É um mundo que não é o meu. Qualquer apreciação minha será oca e ingénua…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boop,
      Dizia-me o meu sogro, que até tem a alcunha do Senhor Seguro, que, se lhe prometessem lucros anuais muito grandes, ele desconfiava e não investia.
      Quando são lucros semanais, mensais, qual é a dúvida??!!!

      Eliminar
  18. Acho que 90% das pessoas que caem no conto do vigário, são levadas a isso por excesso de ambição e ganância. Querer galinha gorda por pouco dinheiro tira-lhes a capacidade de pensar e recusar uma 'boa' oferta de lucro fácil. Depois, quando acordam, já é tarde.
    O Pedro lembra-se daquele escândalo com o Pedro Caldeira? O corretor da Bolsa que levou muita gente à falência?
    Enfim...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pedro Caldeira, a Dona Branca, os lucros fabulosos em tempo recorde.
      Só acredita quem quer ou quem é muito estúpido, Janita.
      Beijinhos

      Eliminar
  19. Foram á falência por pura ganância e por não reconhecerem que o Pedro Caldeira lhes multiplicou os escudos que confiaram ao dito, mas no fundo a bolsa pode funcionar como a roleta( e levá-los por ganância á glória). Que tivessem retirado os lucros e mantivessem o capital. O Caldeira foi um Pai Natal para quase todos, inclusive para o Erário Público a quem "deu dezenas de milhões em impostos" que não foram tomados em devida conta pelo fisco e devia..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Bolsa é um jogo, álvaro silva.
      Um jogo lícito, mas um jogo.
      Não é para mim.
      Jogos e Pedros Caldeira dispenso.

      Eliminar
  20. Pois é, devemos ter cuidado com a ganância para não cairmos no famoso conto do vigário.

    https://itslizzie.space/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes é tão óbvio que custa perceber como há crentes que se deixam levar nessas palermices, Lizzie

      Eliminar
  21. Sábios conselhos, ganhar muito em pouco tempo, não pode ser certamente por meios legais.
    Peço desculpa pela ausência, mas estou agora a começar a por em dia as visitas após o regresso das férias.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A filha pode-lhe dizer os casos todos que por aqui têm ocorrido.
      E que são de arrepiar os cabelos.
      Está tudo parvo???

      Beijinhos, seja bem regressada, Maria Rodrigues

      Eliminar
  22. Nos anos 50, a minha avó costumava dizer que meio mundo vivia para enganar outro meio. Penso que hoje 90% por cento vive, à custa de enganar os restantes 10.
    Tenho a certeza de ter escrito ontem este comentário. Devo-me ter distraído e saído antes de publicar.
    Um abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  23. Bom dia Pedro, a ganância é capaz de desabonar a conduta do ser humano, como vemos no nosso dia a dia os poíticos do meu Brsil! Texto para se ler, reler e refletir.

    Bfs . Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente o Brasil está a passar por um momento complicado.
      Como grande País que é, e estou a falar do coração, da alma, não dá geografia, vai mais uma vez ultrapassar os problemas que agora afligem.
      Abraço, bfds

      Eliminar
  24. O lucro fácil atrai o ser humano! Há uns mais sensatos e realistas do que outros, sendo que a vida boa e fácil tem rastilho curto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando a esmola é grande, o santo desconfia.
      Será que esta gente nunca ouviu isso??

      Eliminar
  25. Ir com pressa ao pote é ir lambuzar-se de amarguras.
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, como muita gentinha agora aqui por estas bandas, Majo.
      Tenham juízo, porra!
      Beijinhos

      Eliminar