18 de setembro de 2019

O debate de todas as dúvidas


Esclarecimento prévio - não vi o debate televisivo entre António Costa e Rui Rio em directo.
Mas, de tudo o que já li e ouvi, algumas considerações podem ser tecidas, algumas certezas terão ficado, muitas dúvidas também. 
Primeira certeza, a julgar por todas as análises que li e ouvi repito e sublinho, Rui Rio terá vencido este debate. 
Uma vitória alicerçada no facto de Rui Rio ter conseguido centrar as questões num terreno muito mais tecnocrata, onde se sente muito mais confortável e onde está muito melhor preparado, do que estritamente político. 
Rui Rio não atacou a ideia que domina a sociedade portuguesa, que o Governo conseguiu bons resultados, mas procurou dizer que se fez muito menos do que era possível e expectável. 
E foi aí que traçou a grande diferença entre as propostas do PSD e do PS. 
O PSD propõe uma maior devolução de dinheiro aos cidadãos, propõe injectar mais dinheiro na economia para a fazer crescer, utilizando para isso a receita fiscal já arrecadada. 
Esta vitória, se poderá ser uma aparente certeza, levantou no entanto uma série de dúvidas. 
Desde logo saber se essa vitória terá estancado a sangria de votos no PSD, evitando por essa via a anunciada maioria absoluta do PS. 
A ser assim, saber se Rui Rio terá consolidado a sua liderança no PSD e na oposição à Geringonça que poderá afinal sair novamente das eleições de Outubro. 
Sem maioria absoluta, o PS teria novamente que recorrer ao auxílio dos ausentes sempre presentes no debate, Bloco de Esquerda e PCP. 
Ausente também sempre presente, e muito possivelmente grande derrotado neste debate, o CDS. 
Se Rui Rio conseguiu mesmo consolidar a sua liderança no PSD e na oposição ao futuro Governo, o CDS irá definhar ainda mais e Assunção Cristas poderá ter assistido ao final da sua liderança no CDS em directo nas televisões. 
O debate que devia esclarecer todas a dúvidas, se esclareceu algumas,  acabou afinal por deixar a pairar muitas mais.

28 comentários:

  1. Bom dia
    Um debate entre dois velhos amigos e políticos .
    Em seriedade já tenho algumas duvidas qual dos dois o mais sério .
    O problema é que cada um pense mais no seu partido , do que propriamente no cidadão e no seu país .

    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O modelo destes debates é de colocar frente a frente líderes partidários, Joaquim Rosário.
      Bem ou mal, esse ainda é o modelo.

      Eliminar
  2. Rui Rio marcou alguns pontos neste debate mas penso que insuficiente para ter uma boa votação, aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Rio sabe que o PS vai ganhar as eleições, Francisco.
      O que está verdadeiramente em jogo agora é a dimensão dessa vitória, com ou sem maioria absoluta.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Eu vi e não tenho a mesma opinião que tu. Falaram de uma forma pouco entendível para a maioria do povo. Goste ou não goste acho que Costa levou mais pontos. Se me perguntares se mudou alguma coisa? Na minha opinião que vale o que vale...acho que não!
    Fugindo um pouco a estes dois o que mais me deixou espantada foi o André Silva do PAN que mostrou uma falta de conhecimentos (não é isto que queria dizer mas agora deu-me uma branca)

    Voltando ao Rio/Costa, Gostei de Rio como Presidente de Câmara lá do Porto, pelo que via e ouvia. Hoje acho-o um lírico intragável.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Costa, quando a linguagem começa a ser muito tecnocrata, números, fica muito perdido, Fatyly.
      E foi nisso que o Rui Rio inteligentemente jogou.
      Beijocas

      Eliminar
    2. E achas que com isso Rio chegou a mais pessoal do povo e com isso tenha conquistado mais votos? Eu acho que não e hoje pelo que ouvi no café pelo menos terá menos 10 votos;) nem me meti na conversa só ouvi e pensei que os políticos deveriam usar uma linguagem mais acessível. Foi nessa base que disse o que disse.

      Eliminar
    3. Também é bem possível.
      Foi demasiado técnico e muito pouco terra a terra.
      Uma vitória de Pirro?

      Eliminar
  4. Pelas sondagens o Costa vai ganhar....

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O PS vai ganhar, Isabel Sá.
      E isso não mudou com o debate.
      O que pode ter mudado é a ansiada maioria absoluta.

      Eliminar
  5. Estou farta de falsas politicas! :)
    Beijos. Bom dia,

    ResponderEliminar
  6. Meu amigo, temos que respeitar a soberania do país amigo e nem palpite se deve dar, mas como descendente português e por amar tanto Portugal, arrisco um "pitaco": Eu gostaria muito que a a Nação Portuguesa desse uma guinada, minúscula que fosse, à direita como fez o Brasil. Pena que nosso presidente é meio maluco e fala demais, mas tem um vice que é general e acerta até relógio no escuro. Grande abraço, amigo Pedro! PS. Olha que "eu só confesso com o vigário da minha aldeia" e acabo a confessar para o amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vai acontecer, Laerte.
      O PS vai ganhar as eleições.
      Com maioria para governar sozinho ou sem maioria a ter que formar coligação?
      Essa é a grande dúvida.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Também não vi o debate, mas pelo que li parece-me bem que Rui Rio tenha instaurado dúvidas. Não acredito em maiorias absolutas e espero da oposição um papel forte nesse sentido. Venham os votos de onde vierem, têm de vir. E é verdade que o PS fala muito e fez pouco. E que estava precisado de quem lhe apertasse os calos, tem andado demasiado à vontade. Os senhores do mundo caem-me na fraqueza e reviram-me o estômago.
    Bom dia:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A oposição tem sido uma nulidade, bea.
      Terá aparecido neste debate?
      Portugal precisa de um centrão forte para evitar derivas para as extremas.

      Eliminar
  8. Eu vi e sinceramente se estivesse indecisa em qual votar indecisa ficava.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dois amigos, com muitas ideias em comum, algumas divergências.
      Abraço

      Eliminar
  9. Pedro,
    Essa questão de política tem se
    afastado do entendimento de uma forma
    assustadora.
    Mas Hoje venho apresentar um
    novo espaço que estamos construindo.
    Por lá não falaremos de assuntos
    muito comuns, entretanto
    são assuntos que fazem parte
    da vida de todos nós.
    Lá não há o ícone de seguidores,
    cada leitor passa por la e lê
    o que desejar e comenta se quiser.
    Não há obrigações.
    Obs: Hoje( e todas as 4as)
    temos um conto/
    do Palhaço Poeta lá em nossa casa.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  10. Ouvi o debate do princípio ao fim. Rui Rio não me convenceu a votar no partido que lidera. António Costa também não. As suas ideias, quanto a impostos não os diferencia muito o um do outro. Segundo as sondagens não haverá maioria absoluta. Portanto, essa poderá ser uma boa notícia?

    Continuação de b ao semana caro amigo Pedro. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Rio apresentou aí a grande diferença - devolver o dinheiro à economia, ás pessoas e empresas.
      Fazer crescer a economia sem aumentar a carga fiscal.
      Aquele abraço

      Eliminar
    2. Desde que ouvi após a queda do império Sócrates. Passos Coelho em campanha eleitoral junto de uma escola, salvo erro em Vila Franca de Xira, falando para alunos dessa escola, uma aluna perguntou-lhe, ouvi dizer que vão cortar os subsídios de férias e de Natal, isso é verdade? Tendo o mesmo Passos Coelho, respondido que o não tencionava fazer tal coisa. Todavia, após ser empossado primeiro-minitro foi uma das primeiras medidas por ele tomada contra as pessoas. Desde essa altura deixei de acreditar nos lideres do PSD.

      Eliminar
    3. Não se pode confundir a árvore e a floresta, amigo Eduardo.
      E as condições são outras.
      Passos Coelho encontrou uma economia esfrangalhada e apostou na poupança, no corte.
      Quem vier agora, seja de que partido for, vai encontrar uma economia em muito melhores condições.
      E um País muito mais confiante (a psicologia é muito importante também).

      Eliminar
  11. Ouvi e vi (porque os silêncios e trejeitos também contam nestas coisas)tudo!
    A vitória será do PS e Rio continuará a liderar o PSD após a derrota. Bateu-se BEM com o Costa (estranhamente) perdido/desalentado.
    Quanto à maioria absoluta... aguardemos!
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este debate pode ter mudado o que parecia uma maioria absoluta anunciada, teresa.
      Beijo

      Eliminar
  12. Nunca percebi muito bem o que é ganhar um debate de ideias e promessas. Não havendo balizas nem bola para contabilizar mas apenas "conversa" há uma subjectividade muito grande na avaliação que se possa fazer.
    O que eu acho é que o Rui Rio conseguiu fazer-se ouvir.
    Abraço.

    ResponderEliminar