12 de março de 2019

Nada de novo nas Europeias


A sensivelmente dois meses da realização das Eleições Europeias o que tenho visto ser discutido em Portugal é o que sempre foi discutido nestas ocasiões.
Tudo menos a União Europeia parece ser o traço que une a actuação das várias forças políticas.
Discutem-se cabeças de lista, politiquice interna, alianças de poder e possíveis maiorias absolutas de um só partido.
Nada ou quase nada acerca de uma visão para a Europa, de uma ideia para o futuro da União Europeia.
O que o primeiro-ministro português afirmou publicamente, e que deixou muito boa gente indignada, foi apenas a constatação da mais pura realidade desta e de outras eleições semelhantes – são uma óptima sondagem informal e um tubo de ensaio para as Legislativas, o treino de conjunto antes do jogo.
Em 2019, à semelhança de outros anos, nada de novo nas Europeias.

41 comentários:

  1. Concordo contigo daí já não os conseguir ouvir. Ontem comecei a ouvir os Prós e Contras na RTP e passado meia-hora desisti...não há pachorra!

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se discute NADA relacionado com as eleições europeias, Fatyly.
      Não há mesmo traseiro que aguente!
      Beijocas

      Eliminar
  2. Bom dia
    Cada vez mais os políticos só vêm os seus partidos , e pior quando querem subir na vida á custa da politica .
    Infelizmente assim vai a politica em Portugal e na maior parte do Mundo !!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eleições Europeias, Joaquim Rosário.
      Digam o querem para a Europa, para Portugal dentro da União Europeia.

      Eliminar
  3. Aqui estamos em maus lençóis.
    Saudações desgovernadas resistentes laicas.

    ResponderEliminar
  4. Tudo se discute na politica..... menos o que verdadeiramente interessa...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  5. Acho que nunca se vão entender! Um descalabro! :(

    Quisesse eu, ser uma flor na primavera.
    Beijo e um excelente Dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não quero que se entendam, Cidália Ferreira.
      Eu quero que nos façam entender o que querem.
      Beijo

      Eliminar
  6. É meu amigo estas eleições servem para discutir entre eles o novo e rico emprego que vão ter o resto é paisagem, aproveito para desejar uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, esse é outro tópico de discussão, Francisco - tachos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Ainda assim, votemos!

    Beijinhos, Pedro :)

    ResponderEliminar
  8. Ha muito que me desliguei da politica em Portugal, sempre o mesmo, muitas promessas mas quando estao no poleiro nada muda. Como nao vivo la, nem me interesso...

    ResponderEliminar
  9. O homem é igual em todos os lugares, a essência dos humanos é a mesma! Uns mais, outros menos, mas nossa história prova que tudo continua 'lindo'...
    Beijo, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me lembro de uma única proposta que pense a Europa, Tais Luso.
      Um bocado deprimente.
      Beijo

      Eliminar
  10. O mundo todo está péssimo em questão a políticos?
    Onde vamos parar, desejo boa sorte e ótima escolha.

    Beijinhosss ;*
    Pâmela Sensato

    ResponderEliminar
  11. Já te tinha/tenho/terei em grande conta, Pedro, mas após a constatação que AINDA tens paciência para ouvir falar destas almas, e ouvi-las, aí...?! Faço-te uma vénia daquelas! É que já não há paciência!...:(

    Beijinho, Amigo corajoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tento seguir o que vai acontecendo, GL.
      Desapontado mas resistente :)
      Beijinho

      Eliminar
  12. Nada de novo, Pedro? Então não é tudo mais do mesmo?
    Ah, pois, percebo :))
    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. Não se discutem possíveis mudanças e outros rumos que seriam desejáveis 🤨. Está tudo instalado e o que interessa é garantir os tachos.
    Estou fartinha de politicos

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ~Sobretudo não se discute a Europa, a União Europeia, Manu.
      Mais a mais numa época em que a União Europeia vive um período muito conturbado.
      Beijos

      Eliminar
  14. Os que lá estão tão arraigados. Por nada querem deixar a tacho. Enquanto não tiverem outro mais cheio em vista! Fartam-se de lavar a roupa suja. Sem usarem o branqueador, suja continua. A música continua a mesma do costume.

    Continuação de boa semana caro amigo Pedro Coimbra. Um abraço.

    ResponderEliminar
  15. E interessa-lhes discutir seja o que for?
    Só interessa garantir o lugar.

    ResponderEliminar
  16. Vivemos um tempo de acomodamento e frieza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica a forte impressão que muita daquele gente não faz a menor ideia do que é a União Europeia, Alice Alquimia.

      Eliminar
  17. Infelizmente é verdade!
    A politica do parlamento europeu e do trabalho dos partidos é e foi sempre muito distante dos portugueses. Depois aparecem aquelas almas como marinho e pinto que só quer o tacho, desacreditando as eleições europeias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desacreditando ainda mais, diria eu.
      E se era necessário discutir o presente e o futuro da União Europeia!!

      Eliminar
  18. É meu caro, já não se há de acreditar na política! Aqui, lá ou acolá...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando se perde tempo a discutir minudências o resultado é deprimente, J. C. Gomes

      Eliminar
  19. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar