26 de março de 2019

Matar o bicho (origem da expressão)


14 comentários:

  1. Bom dia
    Há sempre uma explicação para tudo e esta embora tenha o seu sentido de humor , tem a sua logica !!
    JAFR

    ResponderEliminar
  2. Desconhecia a origem da célebre expressão!

    Por cá ainda se ouvem muitos homens a dizer e fazer isso.
    Tinto logo de manhã? :(

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
  3. Até ler esta publicação não sabia a origem desta expressão.

    ResponderEliminar
  4. O bicho devia ser "canonizado". Não fora ele e os homens - e mulheres também :)) - não praticavam essa terapia matinal.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Conheço a expressão mas a história contada por Sebastião Coelho, que ouvi na telefonia nos anos 60, divergia quer no local, quer na patologia, e até na prescrição terapêutica que se cingia ao copito de aguardente em jejum. A estória teria nascido em Espanha durante a gripe espanhola (pneumónica).
    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Pedro, dos meus 6 aos 23 matabichei todos os dias.
    Matachar, em Moçambique, era tomar o pequeno almoço.
    Já matabichei.
    Estou a matabichar.
    O que matabichaste?
    Enfim, hoje acho horrível!
    Vinho nunca vi na mesa do matabicho. Claro, morto já o bicho estava...
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conhecia a expressão porque tenho muitos amigos que nasceram ou viveram em Moçambique, teresa.
      Um dos quais meu colega de trabalho.
      Beijo

      Eliminar
  7. O que conheço sobre"matabicho", vem da minha avó paterna que, logo de manhã, quando se levantava, matava o bicho bebendo uma chávena de cevada.
    Depois, tomava o pequeno almoço: o pão com manteiga e o café com leite, quando a empregada chegava a casa e o preparava.
    Para alguns, seria isso mesmo, um copo de vinho.
    Aliás, de quando em vez, uso essa expressão, quando tomo o pequeno-almoço, porque me lembro dela.

    ResponderEliminar