17 de setembro de 2019

O Irão depois do Iraque?


Depois do atoleiro que foi a invasão do Iraque, e dos efeitos devastadores que essa manobra táctica americana teve para todo o Planeta, será que Donald Trump se prepara para repetir a fórmula no Irão?
A retórica bélica tem-se acentuado desde que Donald Trump foi empossado.
A visão do Irão como inimigo figadal é óbvia, assumida, e levou mesmo ao abandono dos acordos anteriormente firmados.
Mas conhece agora novo desenvolvimento com os ataques às instalações da Saudi Aramco.
Ataques que provocaram uma queda de abastecimento de petróleo estimada em cerca de 5% e a consequente subida dos preços desta matéria-prima essencial.
Os ataques, efectuados com drones e reivindicados pelos rebeldes de etnia Houthi, concentrados no Iémen, terão na sombra a mão de Teerão.
Afirmação do príncipe saudita e que Donald Trump corrobora embora ainda deixe essa confirmação pendente de mais provas.
O mesmo Donald Trump que se apressa a garantir apoio aos seus aliados sauditas e que se afirma preparado para retaliar este ataque com força "nunca antes vista".
Depois de Bush no Iraque, e com sondagens cada vez mais desfavoráveis no caminho para a reeleição, estaremos à beira de assistir a um ataque de Trump no Irão? 

29 comentários:

  1. Já não digo nada com um idiota como o Trump oxalá que o travem e que não se repita a tragédia do Bush.Tenho a esperança que não irá acontecer.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o deus que está na base é o mesmo, Fatyly - o petróleo.
      Não digo nada.
      Beijocas, boa semana

      Eliminar
  2. those who call themselves patriots and involve in civil war or so
    called extreme attacks on other countries are only puppet in hands of agencies my friend

    only mission is to erase the nations whom they think as threat
    even a blind can see the scenario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nowadays just the thought of war, any war, should be scary, baili

      Eliminar
  3. Bom dia
    Estou convencido que há países que acham que não podem viver sem ser em guerra .
    Não os países mas os que os governam .

    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trump é mais um cowboy, Joaquim Rosario.
      Já havia poucos, tinha que aparecer mais este.

      Eliminar
  4. Repetir a fórmula é repetir o disparate. Será que o desmiolado Trump o vai mesmo fazer?

    Boa semana, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos queremos que não, António.
      Mas não digo nada.
      O despedimento do Bolton deixa-me desconfiado e apreensivo.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  5. O Trump diz que não atacará o Irão.
    Que quer ele dizer com isso ?
    Vai brincar com o Irão ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem dera adivinhar, João Menéres.
      Vindo daquela cabeça é de esperar tudo.

      Eliminar
  6. O Trump é suficientemente maluco para pensar que é capaz de fazer melhor que o Bush. Oxalá haja força para o conter.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suficientemente louco para embarcar em semelhante desvario, Elvira Carvalho.
      Esse é o meu grande receio.
      Boa semana

      Eliminar
  7. Tudo pode acontecer amigo Pedro e quando está por detrás o negocio ainda pior, aproveito para desejar uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  8. O Mr Boop esteve no Yemen aqui há uns meses.
    Presenciou os ataques com drones.
    Os velhos mercados, em que ao lado das bancas de frutas e legumes (poucas) se estendiam várias com material bélico. Todo o tipo de armas!
    Países com culturas milenares, com uma riqueza patrimonial e humana imensa, berços de civilizações, a serem dizimados, destruidos, por uma guerra alimentada por interesses alheios.
    A máquina não pára.
    E é perversa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jogam-se tantos interesses nesses mercados a céu aberto, Boop.
      Nojento.

      Eliminar
  9. O ataque, ao Iraque levado a cabo por determinação de Bush. Não pôs fim à guerra no Iraque. Deu foi origem a mais guerra. Penso que pior ainda poderá acontecer se Trump, mandar o Exército, americano, atacar o Irão?

    Continuação de boa semana amigo Pedro. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda mais guerra, mais agitação, mais confusão.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  10. Olá:- Oxalá o presidente america não seja o originador de uma 3ª guerra mundial. Se calhar já faltou mais para isso acontecer
    .
    ** Amar-te até adormecer **
    .
    Votos de um dia feliz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que vale é que esse cretino muito provavelmente não será reeleito, Gil António.
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Do Trump já se espera tudo!

    Beijos e um dia feliz!

    ResponderEliminar
  12. E eu que pensava que os ameicanos tinham aprendido a licão...

    Oh raça!!

    Beijinho
    ~~~~

    ResponderEliminar
  13. De volta, depois de férias, cá estou para mais uma visita….

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - O que levamos no peito

    ResponderEliminar
  14. Os últimos presidentes republicanos têm evidenciado uma tendência forte para o disparate. Trump não foge à regra mas, com a sua tara de rico, acha que pode ser rei e Bobo ao mesmo tempo. Muito perigoso. O petróleo está em fim de ciclo? O que pensam disso os nababos do Médio Oriente?
    Abraço.
    Abraço.

    ResponderEliminar