12 de agosto de 2014

Sinto que perdi um amigo


Acordei com uma notícia chocante - a notícia da morte de Robin Williams.
Robin Williams era uma daquelas pessoas que nunca contactamos directamente mas que fazem parte da nossa galeria de amigos sempre presentes.
Actor genial (basta recordar filmes como Good Morning, Vietnam, Dead Poets Society e Good Will Hunting para termos alguma noção da sua genialidade), capaz de nos fazer rir de forma quase descontrolada em momentos inolvidáveis de stand-up comedy (Weapons of Self Destruction é fenomenal!!), em entrevistas televisivas (sobretudo com David Letterman e Jay Leno), na apresentação de prémios televisivos ou cinematográficos (homenagens a Robert De Niro e Al Pacino, por exemplo), Robin Williams era ainda senhor de um poder de improvisação único, incomparável, inimitável.
Homem de excessos, na sua actividade profissional e na sua vida pessoal, escravo de outros excessos (álcool e drogas), de profunda depressão, que terá acabado mesmo por o vitimar, Robin Williams foi sempre uma grande companhia, um amigo que nunca conheci mas que me vai fazer muita falta.
Repousa em paz, Robin McLaurin Williams. 

41 comentários:

  1. Tb fiquei chocada com a notícia que li num dos sites esta tarde.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Robin Williams era um tipo admirável, Catarina.
      Não me canso de ver nenhum daqueles filmes, não me canso de ver Weapons of Self Destruction, um momento genial de stand-up.
      No qual ele assume abertamente os seus vícios, a sua depressão, e brinca com ambos.
      Um fenómeno!!
      Que, e não é uma banalidade, deixa um enorme vazio :(

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Robin Williams era um fenómeno, Kruzes Kanhoto.
      A sua morte causa uma enorme tristeza.
      Ele que passou a vida a dar-nos alegria.

      Eliminar
  3. "O Clube dos Poetas Mortos"... ainda está bem vivo dentro de mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Captain, oh my captain, Rui
      Quem é que esquece? :(

      Eliminar
  4. Só soube agora quando lia as notícias e lembrei-me logo da sua actuação no "Bom dia Vietname" e outros.

    Que descanse em paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gooooood morning, Vietnam!!!
      Outro que é impossível esquecer, Fatyly.
      Comecei mal o dia :(

      Eliminar
  5. A esta hora estará a acordar o mundo com o seu grito good morning!
    Um génio que permanecerá na nossa memória.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem acompanhou a carreira deste tipo nunca mais o vai esquecer, Agostinho.

      Eliminar
  6. Gostava muito dele e vi praticamente todos os seus filmes...desconhecia totalmente a sua vida desregrada! :(
    Lamento muito a sua morte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fez, salvo erro, dois tratamentos por causa de problemas com o alcoolismo e outras duas cirurgias ao coração.
      Há já algum tempo que lhe tinha sido diagnosticada depressão, situações acerca das quais ele não fazia segredo, Rosa dos Ventos.
      Um fenómeno que desaparece mas fica retido na nossa memória :(

      Eliminar
  7. Ai! Que choque terrível, meu Deus.

    Sabia dos seus problemas com o álcool , mas não de operações ao coração nem da depressão.Que não deve ser, acho, a causa directa da sua morte...ou também se morre de depressão ? Que eu saiba, não.

    É uma daquelas pessoas que , sem nunca ter visto pessoalmente, parece que é minha amiga de infância e com talento verdadeiramente excepcional, cujos filmes nunca esquecerei desde os mais cómicos aos mais pesados.Porque tinha um registo de interpretação que lhe permitia variar muito as personagens.

    Começo muito mal o dia, com tão triste e inesperada notcía.

    Que encontre finalmente paz !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há uma forte suspeita de suicídio, São.
      O que ainda torna mais trágica a morte de Robin Williams.
      Admirava-o imenso.
      Até porque, sendo senhor de um talento invulgar, não tinha nada aqueles tiques de vedeta.
      Vamos sempre recordá-lo na televisão, no cinema, a dançar com aquela expressão marota em Don't Worry, Be Happy.

      Eliminar
  8. O que dizer quando está praticamente tudo dito?
    Morreu um homem bom, um grande actor.

    As autoridades dizem ter-se tratado de suicídio. Falta, ainda, saber, se é que interessa, se a forte depressão terá sido a causa. A autópsia poderá dizer tudo.
    Que descanse em paz.

    Um abraço, Pedro, hoje de forma triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta ir lendo os comentários para perceber que acho que todos perdemos o tal amigo que, não sendo lá de casa, andava sempre lá por casa, António.
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Os bons devem ser para sempre recordados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel Mark
      Este é um dos que não poderemos esquecer.
      Deixou tantos momentos inolvidáveis :(

      Eliminar
  10. Estou profundamente triste,Pedro.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Passou a vida a irradiar alegria, Maria do Sol.
      E deixa-nos por uma vez muito tristes quando morre.

      Eliminar
  11. Um filme menos conhecido dele mas que eu adorava era One Hour Photo (Retratos de uma Obsessão).
    Fiquei tristíssima com a notícia. Quem diria que um homem que irradiava tanta alegria sofria de depressão profunda?... Chocante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já combatia essa depressão, e outros problemas, há alguns anos, Miú Segunda.
      Mas até com isso brincava.
      Veja Weapons of Self Destruction no YouTube
      Esse é um dos momentos em que ele brinca com todos os problemas que o atormentavam

      Eliminar
  12. Lamento imensamente também.
    Ficamos sem a possibilidade de ve-lo em um novo filme sempre cheio de humor e carisma.
    Fica na memória,com certeza e saudades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lis,
      Essa memória não desaparece.
      Mas fica aquela sensação que ainda havia muito mais para fazer, para mostrar

      Eliminar
  13. Inacreditável que atores podem nos tocar e parecem mesmo da família. Esses pessoas que trabalham com fantasia parecem que não vive sua própria e vida e vivem perdidos, não sabem mais a que mundo pertence. Um pena um ótimo ator que tinha tanto a nos ensinar. Quando vejo essa situação parece que falhamos como ser humano em não entender o pedido de socorro de nosso próximo.
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anajá
      A morte de Robin Williams entristece e revolta em simultâneo.
      E deixa uma forte sensação de vazio, de perda.
      Admirava-o imenso.
      Até na sua simplicidade.
      Foi mesmo um amigo que nunca conheci e que partiu.
      Tenha uma óptima semana também

      Eliminar
  14. Sinto muito pela morte deste grande actor. Por detrás das luzes da ribalta há quase sempre um mundo que nos é completamente desconhecido e que tanto sofrimento provoca em pessoas deste gabarito.
    :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Relógio de corda,
      Como já aqui comentei, ele até brincava com essas situações mais complicadas da sua própria vida.
      Entristece muito ver partir alguém como Robin Williams

      Eliminar
  15. ~
    ~ ~ Repito o que disse no blogue da São...

    ~ ~ Foi um exímio fingidor tanto na vida real, como nas suas interpretações artísticas.

    ~ ~ Era extremamente tímido e nunca foi realmente feliz, apesar dos seus esforços.

    ~ ~ Grata pela homenagem...

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi com imensa pena que soube da notícia da morte dele logo pela manhã, Majo.
      Gostava muito de Robin Williams, o actor, o stand-up comediant, o rei do improviso, pelos vistos, o fingidor.
      Beijinhos

      Eliminar
  16. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Estou sem chão...
    O finado era um dos meus diletos atores da contemporaneidade.
    Quando você embarcar no vagão do Expresso do Oriente, sob meu comando, verá o tributo que copiei do blog do Todesca, acrescentando um pequeno texto.
    Quando passar este choque inicial pretende escrever uma Epístola Pauliana endereçada ao notável ator, que deixou marcas indeléveis na fascinante Arte das Imagens em Movimento e -como toda certeza - terá uma legião de fãs nas gerações do porvir.
    Caloroso abraço! Saudações compungidas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos a mesma opinião, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Robin Williams era um dos maus favoritos também.
      Não me canso de ver alguns filmes que protagonizou, não me canso de ver os momentos de stand-up comedy que criou.
      Grande abraço

      Eliminar
  17. Soube a notícia ontem, no jornal da meia noite.Partilho inteiramente a sua opinião, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá mesmo a sensação que perdemos um amigalhaço, Carlos :(

      Eliminar
  18. Captain, oh my captain!! Muito firme no filme que não na vida...

    ResponderEliminar
  19. Também sinto um pouco isso, como se tivesse perdido alguém que me dava prazer "encontrar" frente ao grande ecrã... Que descanse em paz!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um amigalhaço que estava ali para nos fazer ficar bem dispostos, Teté.
      Beijocas

      Eliminar
  20. Como ando afastada de tudo e de todos foi AQUI que li a notícia da morte de Robin Williams 1951 - 2014.

    Hoje o canal ZDF apresentou o filme "Insónia", mas nem tive vontade de ver, prefiro um dia destes ver um DVD com um filme divertido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso dar um conselho, ematejoca?
      Veja Weapons Of Self Destruction no Youtube.
      Um stand - up fenomenal!!

      Eliminar