14 de agosto de 2014

O fazer o pão também é cultura

O FerrirAmigo enviou-me uma mensagem com um anexo que quero partilhar convosco.
 "Ciclo do Pão" é uma reconstituição histórica da importância do pão no Alentejo.
O filme mostra a ceifa manual, a debulha, a transformação do grão em farinha num moinho de rio, a confecção do pão e a cozedura em forno de lenha e o tradicional almoço no campo acompanhado de cante alentejano.


5 comentários:

  1. ~
    ~ ~ No tempo em que se praticava este género de agriculltura, éramos muito pobres e vivíamos com pouca liberdade, mas o Alentejo era o nosso "celeiro".

    ~ ~ Livres da ditadura, integrámo-nos na UE-- ficámos (novos) ricos-- alagou-se e irrigou-se o Alentejo...

    ~ ~ Depois fomos parar ao caixote do lixo...

    ~ ~ E estamos esperando que se encontre o equilíbrio...

    ~ ~ ~ Haja pachorra!

    ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abriram aqui recentemente dois projectos que se dedicam à venda de pão tipicamente português, Majo.
      Nas mais diversas variedades.
      E se eu sou fã de pão!!
      Ou não fosse bisneto de padeiro.
      Demos cabo da agricultura, das pescas, do sector produtivo.
      Para quê?
      Para estourar o dinheiro todo que recebemos :(
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Sou um grande fã de pão, Ricardo.
      E o pão alentejano é absolutamente delicioso!

      Eliminar