11 de agosto de 2014

O burro do alentejano




Um alentejano seguia montado num burro por uma estrada fora.
A determinada altura o burro parou.
Diz o homem: 
- Este burro filho da p... parou e ê é que vou ter de levar a carga toda. 
Vou falar c/ o mecânico. Se ele põe 1 carro a andar deve também fazer andar um burro. 
E dirigiu-se a uma oficina próxima. 
- Sr. mecânico, o mê burro parou, não quer andar e preciso de sua ajuda. 
- Sr. Chico, eu vou dar-lhe 2 supositórios, 1 de pimenta e outro de malagueta. Você mete o 1º no rabo do burro. Se ele ainda assim não andar, mete-lhe o de malagueta. Mas, cuidado, que ele pode acelerar demais. 
- Tá bem, amigo, vô seguir os sês conselhos. 
No outro dia. 
- Então, sr. Chico, o burro andou? 
- Se andou? Pu.. que o pariu! Pus-lhe o 1º supositório no cú e ele saiu desimbestado. 
Se não meto o de malagueta no meu, nunca mais o apanhava!

15 comentários:

  1. : )))

    O alentejano adapta-se perfeitamente as circunstancias.

    ResponderEliminar
  2. Está em todas e dá para tudo, Catarina :))

    ResponderEliminar
  3. "O burro do alentejano" é uma frase que se presta a duas interpretações. Cuidado. lolololololol:)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A língua portuguesa é mesmo muito traiçoeira :)))

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Também ter um título tipo, "quando o burro mete quinta a fundo!", ana :))
      Bjs

      Eliminar
  5. "Tava ca pica toda!"
    Ele há cada burro...
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estapor do animali deu-lhe a mosca e ficou levado da breca, compadri
      Um home fica c'a moenga in frangalhos, porra! :))

      Eliminar
  6. São uns gulosos, o burro e o 'home' :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que eram daqueles que são ....como é que se diz?? Homem sexuais?? :)))

      Eliminar
  7. Cá p'ra mim, o mecânico já sabia o que ia acontecer, por isso deu também a malagueta...

    ResponderEliminar
  8. O comentário pirou-se antes de eu acabar. Espero que não tenham sido multados por excesso de velocidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes mecânicos dão estas coisas e nunca pensam na bófia, Carlos :)))

      Eliminar
  9. Vejam lá se o amigo alentejano não é rápido (nas decisões).
    Não podia de maneira nenhuma perder o burrinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a rapidez que ele atingiu com a malagueta, Agostinho :))

      Eliminar