18 de agosto de 2014

Inferno português e inferno alemão




Um infeliz pecador morreu e foi parar à porta do Inferno.
Lá, um Diabinho adjunto perguntou-lhe:
- Quer ir para o Inferno Português ou para o Alemão? 
O infeliz pergunta qual é a diferença. 
- Bom, existe um muro que separa os dois infernos. No Inferno Português, terá que comer uma lata de 20Kg de merda ao pequeno-almoço, ao almoço e ao jantar. Depois, o Diabo leva-o ao fogo infernal e, finalmente, vai dormir. No Alemão é igual, só que, ao invés de uma lata de merda, terá que comer apenas um pires. 
O infeliz não pensou duas vezes e foi para o Inferno Alemão. 
Chegando lá, reparou que estavam todos cabisbaixos e tristes, enquanto que do outro lado do muro, ouvia-se um som de farra, muitas gargalhadas, enfim, uma festa muito animada.
Não se contendo, o infeliz sobe o muro e chama alguém.
- Hei! pessoal: Como é que vocês conseguem estar tão contentes? Aqui o pessoal come um pires de merda e vive triste, vocês comem uma lata de 20kg e andam em festa constante. 
- Bom, é que aqui é Portugal: um dia falta a lata, no outro falta merda, no outro o Diabo não vem, no outro é feriado, depois fazemos ponte e no outro dia falta lenha para o fogo.....e assim se vai andando. 
É só festa!!

12 comentários:

  1. Inferno à portuguesa, não é? Ainda há gente que se queixa!
    E quer o PC transformar-nos em província da Alemanha! O melhor é não mexer na merda...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Costuma dizer-se que quanto mais se mexe mais mal ela cheira, Agostinho.

      Eliminar
  2. :))))) Afinal viver em Portugal sempre tem as suas vantagens!!! Lol

    Quem manda aos alemães serem tão laboriosos??? Como diz a anedota de cima...'Toma-lhe e toma-lhe' :))))

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá que a malta se diverte, lá isso diverte, janita.
      Mesmo na merda :)))

      Eliminar
  3. Essa deve fazer parte do breviário do Passo, Pedro!
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito, Carlos.
      A Angie dava tau-tau :))

      Eliminar
  4. Olha que não. Os feriados são cada vez menos. :((((((

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar no inferno não é bem assim, Luciano :)))

      Eliminar