Avançar para o conteúdo principal

DICIONÁRIO DO PORTO - LETRA B (X rated)




BACANA - Que leba barato e cumprimenta fora das horas de serbiço.

BIANAL - Acontecimento que se repete de dois em dois anus.

BIBRADOR - Aparelho sexual a pilhas, para colmatar a fome entranhada.
Com pilhas alcalinas redobra a bibraçon mas non  altera o tamanho.
Bende-se em sex xopes.

BICHA - Paneleiro, ou artista da capital.

BITORINOS - Sapatos de pele fina e delicada de c***a de andorinha, usados pelos gajos selectos.
Os cagões usam botas com biqueira de matar a  barata no canto da sala.

BITRI - Dar duas por trimestre.

BOA  NOBA - Quecodromo em Leça da Palmeira, iluminado pela cambra municipal.

BÓBÓ - Perguntem ao Manoel de Olibeira...

BOCÁBULO - Palabra que designe qualquer coisa que se pode pôr na boca, como caramelos, grelos  ou o ca******lho...

BOCHECHO - O mesmo que broche, mas mais dificil de se aplicar na lapela.

BORDAS - De dentro para fora é onde começa a  pintelheira. De fora para  dentro é onde acaba.

BORDINHAS - As bordas de  dentro. Já falta pouco...

BACANAL - É arranjar umas bacanas, dar umas  quecas e ter muito cuidado para non ser confundido e  enrabado.

BADALO - Ca****lho cansado, com depresson e ar triste, sempre a  olhar para o chon.

BASELINA - Lubrificante que sai mais caro que a margarina ou o unto.

BASILHA (da desgraça) - O mesmo que catraio ou  máquina fotográfica, ou seja, o garrafão de cinco litros.

BAI PRÓ  CA****LHO - Antitese daquilo que se pode pensar, na verdade quer dizer "hoje non tens direito a nada".

BEDUM - Biscosidade que se forma no meio dos dedos  dos pés, nas brilhas e em bolta do pescoço.
Raspa-se com as unhas.

BÊÈME - A biatura de sonho de qualquer morcon.

BELA -  Emprega-se muito para os lados da Sé, na adibinha: A bela perguntou por ti! Qual Bela? A Bela pi$%a.."

BENTAS - Local por onde se assobia às gajas.

BERGA - É pela sua força que se bê se precisa comprar biagra ou non.

BOTON DE ROSA - Sintoma de bista cansada. Engano frequente quando se quer chupar outra coisa e a bista non ajuda.
Na época dos figos deixa grainhas no meio dos dentes...

BONITO - O amor é muito bonito, diz-se  quando um cheque non é careca.
Diz-se também dos sabonetes Ach. Brito na  expresson "Bonito bonito son os sabonetes Ach. Brito".
Nas fontainhas há uma  berson semelhante, que é "Bonito bonito son os co$%ões a bater no  pito".

BROCHE - Há para todos os gostos, feitios e preços..., dependendo  do material. Usa-se na lapela.

BROCHEMI - Palabra que se usa quando as  estrangeiras eston a ladrar e a gente non entende um ca$%lho do que elas  dizem e no fim perguntam:
"do iu a minite?", nestes casos debe responder-se  logo: "if iu brochemi!"

BUFA - Peido enbergonhado, sem acompanhamento  musical, que se manifesta por odor acentuado.
Nunca se debem largar quando  só eston duas pessoas, pois pode-se ser descoberto.

BUNDA - A peida das  Brasileiras e das Lisboetas.

Bom fim-de-semana!!!!

Comentários

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Já conhecia alguns termos tribeiros, aprendi em 1963 quando estaba em Abeiro.
    Uma vez pedi um café e uma omolete e me serviram eum cibalino e um papo seco. Dotra bez pedi um copo de vinho e me perguntaram se queria um penalty e mais!...
    Hoje aprendi muito mais.
    Óptimo fim de semana, abraço amigo cá do pardal à beira mar em Rayong.

    ResponderEliminar

  2. Amigo Cambeta,
    Essas também são conhecidas.
    O penálti até costuma ser repetido, MUITAS VEZES!!!, porque o guarda-redes mexe-se muito :))
    Aquele abraço e bfds à beira-mar (que inveja!!)

    ResponderEliminar
  3. Hoje estive a actualizar-me de boa disposição.
    Gostei da brincadeira e parece que é de guardar em ficheiro especial.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Só coltura, Luís,
      Uma coisa do camandro!! :)))
      Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana!!

      Eliminar
  4. Um "berdadeiro" dicionário carago, Pedro!

    Bom fim de semana para si e família, caro!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. E este é que é mesmo o berbadeiro, Ricardo
      Num som aquelas coisas que usam lá em Lisboa, ou o carago, cambada de moirama!! :)))
      Aquele abraço e votos de bom fim de semana para si e família!!

      Eliminar
  5. Soltei uma inevitável e saudável gargalhada, Pedro.

    Bom fim de semana e aquele abraço, carago!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que erudicom do carago, num e?
      Aquele abraço e bfds, António!

      Eliminar
  6. Fenomenal. Adorei! E sou uma mulher do norte!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Procure um texto do Miguel Esteves Cardoso sobre as mulheres do Norte, Mariposa Colorida.
      Garanto-lhe que vai adorar.

      Eliminar
  7. Carago, Pedro!
    Estou há quarenta anos ( não, anus) no Porto e esse léxico tripeiro é-me quase totalmente desconhecido.:))

    Quer ber que aí em Macau, são mais tripeiristas que os tripeiros???

    Balha-me Deus!!:)

    Veijinho e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As coisas do camandro que oubem aqui na China, carago!
      Dum gaijo ficar c'os olhos im bico, Janita! :)))

      Eliminar
  8. Este belo dicionário é uma forte concorrência ( e uma versão muito mais ampla e melhorada) ao meu "Pronúncia do Norte" que abandonei há uns tempos, mas vou recuperar no Crónicas on the rocks na próxima semana.
    Abraço e bom fds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benha lá essa pronuncia do Nuorte, Carlos.
      Agora num digo mais carago, carago!! :))

      Eliminar
  9. A obsessão com a capital é tipicamente portuense. Afinal de contas, dizem eles que o povo mais forte é o povo do norte. Confirmo: os portugueses partiram do norte rumo ao sul e os melhores são os que se fixaram no sul, para o povoar. No norte ficaram... os que eram menos melhores, digamos assim. :P

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Diga isso no Nuorte e vai ber o que lhe acuntece, Firehead!
      Há, santinho, fica todo moidinho, carago!! :))))

      Eliminar
  10. Excelente, não conhecia, mas gostei!
    Bom eu não sou do Norte mas aconselho o Pedro a nunca tocar (não na bunda) no traseiro dum Portista, pois sujeita-se a levar uma murraça!
    Em tempos passados andei pelo Norte alguns anos seguidos a passar alguns dias de férias, um dia em Caminha eu e o Rodrigo procuravamos um restaurante, iamos de carro mas devagar, vem um outro carro o condutor apita e diz "nem fod.. nem sais de cima", eu andei o resto das féria a rir, era uma frase que se ouvia imenso pelos condutores.
    Bom fim de semana Pedro

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Adelia,
      Eu tenho uma forte ligação emocional ao Norte.
      Gente de trabalhos, gente brava
      E que diz o que pensa
      Essa frase e celebre, sobretudo para as bandas do Bulhon
      Santinho, és tão anjinho, tão mole, que nem fazes nem sais de cima, carago!!
      Bjs e bfds

      Eliminar
  11. Não percebi um quarto da cumbersa, mas intrigou-me que as mulheres no Norte não tivessem bunda... Coitadas! Será que têm cu?!? :)))

    Beijocas e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Tete,
      O que eu gosto da Malta ali da zona Nuorte!!
      No Puorto, num estabelecimento que vende uns rissois cum num há mais, carago, inganei-me na casa de banho.
      E já ia a nitrar na casa de banho das senhoras.
      Duas típicas truíras, benzedeiras no Mercado do Bulhom, perante a minha aflissom, só me disseram - entre, entre, santinho, num se acanhe.
      Inda por cima e bonito, carago!
      Acha que isto e gente que num tem bunda, cu e essas coisas todas?
      Beijocas e bfds!

      Eliminar
  12. :)) E a resposta ao comentário, que antecede, merecia um post!
    beijinho e bom fim-de-semana
    Gábi

    ResponderEliminar

  13. Só no Porto acontecem estas coisas, Gabi :)))

    ResponderEliminar
  14. Uma delícia estes dicionários :) A gente do nuorte é boua gente carago :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se os levar a bem, Poppy.
      Se os levar a mal........fuja!!! :)))

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares