5 de fevereiro de 2013

ANDAR DE CARRO




Contribuinte - Gostava de comprar um carro.
Estado - Muito bem. Faça o favor de escolher.
Contribuinte - Já escolhi. Além do preço,
tenho que pagar alguma coisa mais?
Estado - Sim. Imposto sobre Automóveis (ISV) e Imposto
sobre o Valor  Acrescentado (IVA)  
Contribuinte - Ah... Só isso.
Estado - ... e uma "coisinha" para o pôr a circular.
O selo.

Contribuinte - Ah!...
Estado - ... e mais uma coisinha na gasolina
necessária para que o carro efectivamente circule.
O ISP.
Contribuinte - Mas... sem gasolina eu não circulo.
Estado - Eu sei.
Contribuinte - ... Mas eu já pago para circular...
Estado - Claro!...
Contribuinte - Então... vai cobrar-me pelo valor da
gasolina?
Estado - Também. Mas isso é o IVA. O ISP é outra coisa
diferente.  
Contribuinte - Diferente?!
Estado - Muito. O ISP é porque a gasolina existe.
Contribuinte - ... Porque existe?!
Estado - Há muitos milhões de anos os dinossauros e o
carvão fizeram petróleo.. E você paga.
Contribuinte - ... Só isso?
Estado - Só. Mas não julgue que pode deixar o carro
assim como quer.

Contribuinte - Como assim?!
Estado - Tem que pagar para o estacionar.
Contribuinte - ... Para o estacionar?
Estado - Exacto.
Contribuinte - Portanto, pago para andar e pago para
estar parado?

Estado - Não. Se quiser mesmo andar com o carro
precisa de pagar seguro.
Contribuinte - Então pago para circular, pago para
conseguir circular e pago por estar parado.  
Estado - Sim. Nós não estamos aqui para enganar
ninguém. O carro é novo?

Contribuinte - Novo?
Estado - É que se não for novo tem que pagar para
vermos se ele está em condições de andar por aí.
Contribuinte - Pago para você ver se pode cobrar?
Estado - Claro. Acha que isso é de borla? Só há mais
uma coisinha...

Contribuinte - ...Mais uma coisinha?
Estado - Para circular em auto-estradas...
Contribuinte - Mas... mas eu já pago imposto de
circulação.

Estado - Pois. Mas esta é uma circulação diferente.
Contribuinte - ... Diferente?
Estado - Sim. Muito diferente. É só para quem quiser.
Contribuinte - Só mais isso?
Estado - Sim. Só mais isso.
Contribuinte - E acabou?
Estado - Sim. Depois de pagar os 25 euros, acabou.
Contribuinte - Quais 25 euros?!
Estado - Os 25 euros que custa pagar para andar nas
auto-estradas.

Contribuinte - Mas não disse que as auto-estradas eram
só para quem quisesse?

Estado - Sim. Mas todos pagam os 25 euros.
Contribuinte - Quais 25 euros?
Estado - Os 25 euros é quanto custa o chip...
Contribuinte - ... Custa o quê?
Estado - Pagar o chip. Para poder pagar.
Contribuinte - Não percebo ...
Estado - Sim. Pagar custa 25 euros.
Contribuinte - Pagar custa 25 euros?
Estado - Sim. Paga 25 euros para pagar.
Contribuinte - Mas eu não vou circular nas
auto-estradas

.
Estado - Imagine que um dia quer...tem que pagar.
Contribuinte - Tenho que pagar para pagar porque um
dia posso querer?

Estado - Exactamente... Você paga para pagar o que um
dia pode querer.

Contribuinte - E se eu não quiser?  
Estado - Paga multa.

11 comentários:

  1. Eu queria rir...mas não tem jeito.
    Nunca parei para pensar assim tão detalhadamente o quanto pagamos por ter um carro e principalmente para poder usá-lo.

    Acho que vou começar a usar a bike...

    ResponderEliminar

  2. Veja lá se não lhe cobram nada pela bike, Pat. :)))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, acredita que sim? Bahhh no Shopping deixar a bike custa 2 euros...

      Eliminar
  3. Muito Bom!! Muito, muito bom mesmo!!
    Tão verdade!!
    Por isso é que eles têm motorista e carro do estado! (para nos pagarmos para eles andarem!!)

    "com o dinheiro dos outros também eu me governava..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feliz,
      O sogro de um grande amigo, homem quase centenário e de grande vida e cultura, costuma dizer- lhe - "o seu dinheiro e as minhas ideias? Vamos em frente!" :)))

      Eliminar
  4. Caro amigo Pedro Coimbra!
    Estamos no mesmo barco!
    Fico exasperadíssimo com a tributação exacerbada, que nos penaliza sobremaneira.
    Caloroso abraço! Saudações inconformadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Prof. João Paulo de Oliveira,
      Diga-me UM pais onde a população considere que tem uma carga fiscal justa :)))
      Grande abraço!!!

      Eliminar
  5. Ainda bem que eu não conduzo. Por opção.

    ResponderEliminar
  6. Pagamos literalmente para tudo, pagamos até para poder pagar, se não fosse verdade até tinha piada...

    ResponderEliminar
  7. Qualquer dia até para respirar, Poppy :))

    ResponderEliminar