13 de dezembro de 2012

Finalmente, os anos 90 (92)

Hoje faço batota.
Para homenagear a memória de Ravi Shankar, a sua filha, Norah Jones, em 2001.

7 comentários:

  1. Exemplo típico do aforismo "quem sai aos seus...", Catarina.

    ResponderEliminar
  2. Uma fabulosa sucessora do talento do Pai, Pedro!

    Aquele Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Sou um grande apreciador de Norah Jones.

    ResponderEliminar
  4. Ricardo e António,
    Outra que me faz companhia no carro frequentemente.
    Uma maravilha.
    A morte do pai, um génio, foi o pretexto para a fazer passar por aqui.
    Aquele abraço a ambos

    ResponderEliminar
  5. Ela de certeza que não teve cunha no meio musical tal como o Mickael e o David Carreira não tiveram!! XD

    ResponderEliminar
  6. Com o talento dela, não precisa de cunhas, FireHead :)))

    ResponderEliminar