15 de março de 2018

Aproximação crescente entre a Santa Sé e Pequim


Parece imparável o movimento de reaproximação entre a Santa Sé e Pequim.
Um movimento de reaproximação que irá muito provavelmente culminar com o normalizar das relações entre o Vaticano e a China.
Se quisermos apontar uma data simbólica neste movimento devemos estar particularmente atentos ao que vai acontecer nesta Primavera e à anunciada realização de uma exposição conjunta de tesouros do Vaticano e da Cidade Proibida.
A simbologia, a semiótica, são sempre muito importantes neste relacionamento, nesta reaproximação.
Uma exposição conjunta de tesouros provenientes dos dois intervenientes, muitos dos quais nunca terão saído dos locais onde se encontram, demonstram uma crescente confiança mútua, um namoro muito adiantado e que facilmente se adivinha vai resultar em casamento.
Essencial para esta reaproximação, para este novo relacionamento, o pragmatismo dos dois lados, o procurar pontes onde antes só havia valas.
Especialmente na ordenação de clérigos.
Que Pequim nunca aceitou que fosse feita somente pelo Vaticano e que o Vaticano nunca reconheceu a Pequim.
Ainda que sendo pelo menor denominador comum, tão típico da forma de pensar e agir asiáticos, chegou-se a um entendimento, à harmonia, com essa ordenação a passar a ser feita pelo Vaticano mediante o aval prévio de Pequim.
O Vaticano e Pequim estão cada vez mais próximos, em consequência o fim da chamada igreja clandestina também.
Algo que não poderia acontecer sem intensas negociações ao longo de muitos anos mas essencialmente sem o impulso e a coragem do Papa Francisco.

30 comentários:

  1. Respostas
    1. Essa também é a minha visão, Gil António.
      Mas há MUITA gente na Igreja a zurzir em Francisco por causa desta aproximação.
      Aquele abraço

      Eliminar
  2. bom dia
    Só mesmo o Papa Francisco conseguirá esse feito .
    este papado vai ficar na historia .
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os mais ortodoxos dentro da Igreja odeiam o Papa Francisco, Joaquim Rosário.
      É mesmo impossível agradar a todos.

      Eliminar
  3. Se um atentado intestino não der cabo de Sua Santidade, as nuvens dissipar-se-ão !
    E esse intestino está a sofrer os efeitos a lavagem de micróbios sem fim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tive mais receio que isso pudesse acontecer.
      Ao fim de todo este tempo já acho altamente improvável.

      Eliminar
  4. Este Papa tem felizmente revolucionado a politica exterior do Vaticano e esta aproximação à China é mais um desses casos.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um Papa que curiosamente é odiado sobretudo dentro da Igreja, Francisco.
      Por mexer em muitos interesses instalados?
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Já se vinham sentindo alguns sinais, Carlos.
      Inclusivamente com alguma mediação discreta de Macau.

      Eliminar
  6. Francisco é mesmo um exemplo.

    Considero tão triste que um bispo português afirme preferir estar com todos os Papas em vez de estar com ele...

    SÂO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho bons amigos, Católicos, que não suportam Francisco e as suas ideias, São.
      O que é que se pode fazer?
      Eu vou continuar a dizer que é o Ser Humano vivo que mais admiro.

      Eliminar
  7. Considero essa aproximação positiva.
    E digo que ela só é possível porque no Vaticano mora um Senhor que se chama Francisco.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem sombra de dúvida, António.
      Cada vez gosto mais dele.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Nao sabia desta noticia que considero muito boa. Apesar de ser Catolica, nao sou praticante mas gosto muito do Papa Francisco, acho que tem sido dos mais modernos e inovadores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já o afirmei várias vezes, Sami - o Papa Francisco é o Ser Humano vivo que mais admiro.

      Eliminar
  9. Grande Francisco, lamento que não seja visto com bons olhos na própria igreja católica.

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A facção mais ortodoxa da Igreja não o suporta, Adélia.
      Beijinho

      Eliminar
  10. Olá Pedro, tudo bem?

    Andei pelo Oriente novamente.

    Sobre o seu post, também digo que aprecio
    este Ser Humano Papa Francisco.

    Deus sabe porque lhe deu esta missão na Terra
    nada acontece por acaso.

    Quero aqui pedir-lhe um favor
    depois de ter passado no blogue da São
    e ter lido isto:
    A MINHA AUSÊNCIA DEVE-SE À IMPOSSIBILIDADE TOTAL DE ACESSO À BLOGOSFERA DE QUE FUI VÍTIMA POR PARTE DA GOOGLE.

    EXPRESSO PUBLICAMENTE A MINHA ENORME GRATIDÃO QO MEU QUERIDO AMIGO PEDRO COIMBRA PELO APOIO NESTES MOMENTOS .

    Será que também me pode ajudar?
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, tulipa.
      O que fiz com a São foi deixar uma mensagem aqui no blogue acerca dos problemas que ela estava a enfrentar com o blogue dela.
      Quer que faça o mesmo por causa dos problemas no seu blogue?
      É mesmo impossível comentar.
      Se quiser é só dizer que obviamente eu auxilio.
      Beijinho

      Eliminar
  11. Não há razões que justifiquem a não aproximação.
    Não ouvi nada acerca deste assunto (as notícias em Portugal não são para informar, são para ganhar audiência...).
    Continuação de boa semana, caro Pedro.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem da exposição conjunta entre a cidade do Vaticano e a Cidade Proibida foram dadas notícias, Jaime Portela??
      Pois, é mais bola...
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  12. Grande Francisco
    É pena os príncipes da igreja não verem com bons olhos as mudanças.
    Abraço
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São os seus maiores contestatários e inimigos, Kique.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. Havendo ainda muito por reformar no seio da Igreja, reconheço-lhe coragem e honestidade.
    Dúvido, é que aqueça o lugar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até pela lei da vida é normal que não seja uma papado muito longo, Magui.
      E Francisco, se se vir privado das suas faculdades físicas ou mentais será o primeiro a afastar-se tal como o fez o seu antecessor.

      Eliminar
  14. Tudo o que seja aproximação entre religiões é positivo.
    O Papa Francisco é homem de pontes.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Facilita entendimentos, não cria obstáculos, Elvira Carvalho.
      Reconheça-se-lhe pelo menos essa qualidade.
      Abraço

      Eliminar
  15. Um Papa extraordinário que muito admiro, mas infelizmente acredito, que deve ter muitos inimigos dentro da própria igreja.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os maiores inimigos, os maiores obstáculos, estão dentro da Igreja, Maria Rodrigues
      Beijinhos

      Eliminar