11 de dezembro de 2017

Segredo


 Um cliente foi a um hotel e perguntou ao proprietário:
 -O quarto 33 está vazio?
 O dono do hotel respondeu que sim, estava vazio.
 Ele perguntou se poderia apenas reservar para uma noite e dono respondeu que sim mas antes de subir fez um pedido ao proprietário:
 -Uma faca preta e uma linha de seda branca de 33 cm de comprimento e uma laranja pesando 66 gramas.
 O dono admirou-se pelos estranhos pedidos mas arranjou-os.
 Ele não pediu comida, bebida ou qualquer outra coisa.
 Felizmente, o quarto do dono do hotel ficava no andar debaixo do quarto 33 e depois da meia-noite ouviu sons muito estranhos como se fossem animais, e vozes! 
Sentiram-se sons abafados de alguém batendo.
 De manhã e antes de o cliente sair o proprietário do hotel pediu para verificar o quarto mas encontrou tudo impecável. 
O fio de seda e a faca preta na mesa, a laranja inteira, e tudo no lugar.
O cliente pagou a conta da noite a dobrar e também deu mais gorjeta do que os outros clientes. Passou-se um ano e o dono do hotel esqueceu-se do assunto.
 A 1 de Março do ano seguinte ficou surpreso com o mesmo homem! 
Quando o viu, ele lembrou-se do que tinha acontecido no ano anterior.
 O cliente voltou a solicitar o quarto 33, uma faca negra, um fio de seda de 33 cm e uma laranja de 66 gramas.
O dono do hotel decidiu ficar acordado para ver se descobria tal mistério.
Após a meia-noite, começaram os mesmos sons que tinha ouvido no ano anterior....mas desta vez mais alto. 
Pela manhã o cliente saiu e pagou a conta a dobrar e deu uma boa gorjeta. 
O proprietário do hotel ficou ainda mais intrigado! 
E a selecção do quarto nº 33?... E a faca preta?... E o peso da laranja?... E o comprimento da linha de seda?... 
Ao longo do ano ele esperou, ansioso, pelo mês de Março.
E, na manhã do dia 1 de Março, pelo terceiro ano consecutivo, lá apareceu o cliente e pediu as mesmas coisas.
 O dono do hotel ficou acordado, disposto a descobrir o mistério, mas sem resultados... os mesmos sons foram ouvidos sempre com maior intensidade.
 Pela manhã antes do cliente sair, quando veio pagar a conta, o dono do hotel disse que queria saber o que se passava. 
O cliente respondeu: "Se eu lhe disser o segredo promete não contar a ninguém"?... 
O proprietário do hotel disse:
 - "Eu prometo, não falo a ninguém, não importa o que me disser. Juro"! 
E, de fato, o dono do hotel não contou a ninguém... ninguém, até hoje, sabe o que se passou! 
Nem eu sei o segredo, e estou morrendo de curiosidade!!!

BOA SEMANA!

43 comentários:

  1. Lol.
    E eu a pensar que ele ia lá para dar uma "queca" na mulher do proprietário do hotel! ahaha.

    Resta-nos imaginar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe, Portuguesinha, quem sabe... :))))
      Boa semana

      Eliminar
  2. Bom dia
    bem ! esta está mesmo de mais !!!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Professor João Paulo de Oliveira é terrível, Joaquim Rosário :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Um segredo muito bem guardado, Francisco :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  4. Segredo é para sempre :)
    Boa semana, Pedro, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda há quem saiba guardar segredos, António :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  5. Bom dia. Hummmm pois... Gostei de o ler :)


    Hoje:-Prometeste-me um dia d'amor em alto mar.

    Bjos
    Óptima Segunda-Feira

    ResponderEliminar
  6. Cá por mim teria gostado mais se esse dono do hotel fosse como os homens pensam que são as mulheres (tudo mentira, claro):

    Diz a mulher, zangada com o marido:
    - A gente diz-vos um segredo, ele entra por um ouvido, mas sai logo pelo outro!
    Responde o marido:
    - Olha, e às mulheres, entra-lhes pelos dois ouvidos e sai-lhes pela boca…

    Beijinhos e boa semana, Pedro! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem quero que a minha mulher leia uma coisa destas, Janita.
      A vinganca podia ser terrível:)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
    2. :))...para fazer jus ao que os homens pensam das mulheres, iria desvendar todos os segredos do Pedro, era? ehehehe

      Mas o Pedro não é desses, pois não?...Dos que pensam isso das mulheres, claro! :))

      Eliminar
    3. A minha antiga chefe dizia, e com razão, que eu cresci e vivo rodeado de mulheres, Janita.
      A avó e a mãe, depois as duas primas com quem vivia em Macau, depois a mulher e as filhas.
      Se lhe acrescentar a empregada e as minhas colegas de trabalho (a maioria são e sempre foram mulheres) realmente é verdade.
      Como é que podia não respeitar as mulheres??
      Beijinhos

      Eliminar
  7. me has maravillado con tu texto y aunque lo traduje...no perdio la magia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é meu, é uma prenda do comentador que se segue :))

      Eliminar
  8. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Além de terrível sei guardar segredo.
    Caloroso abraço. Saudações sigilosas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guardado a sete chaves e com cadeado, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Aposto que a Agrado, essa mexeriqueira, o conhece :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  9. O segredo é a alma do negócio, e um cliente que paga bem e dá chorudas gorgetas, não se pode perder.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é o que se chama visão comercial, Elvira Carvalho :)))
      Um abraço, boa semana

      Eliminar
  10. Que maldade, Pedro!
    Eu morro de curiosidade.
    Quem é que quer revelar o segredo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só se for o nosso Amigo João Paulo de Oliveira, Teresa :))
      Boa semana

      Eliminar
  11. E eu aqui já a imaginar um final à Hitchcock... e afinal o final... é não ter final!

    Boa semana Pedro
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais Hitchcock que isto é impossível, AFRODITE :)))))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  12. Fico sem palavras Pedro! e respeito, a grande custo, o segredo dos outros:)))

    ResponderEliminar
  13. Bah! E eu aqui morrendo de curiosidade. Que sacanagem. hahaha
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A curiosidade matou o gato, Anajá :)))))
      Abraços

      Eliminar
  14. Por acaso já conhecia! Curiosa como sou li até ao fim e fiquei furiosa! eheh :)

    Boa semana! Beijinhos

    https://blogdiariodeumafamilianormal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repito o que comentei com a Anajá Rosa Matos - a curiosidade matou o gato :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  15. ehahah... Muitíssimo estranho porque, habitualmente, um "segredo" é uma coisa que se conta sucessivamente a todos, pedindo-se sempre para que não contem a ninguém ! :)))

    Não diga que eu escrevi isto, Pedro, que é segredo ! :))))
    Abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como diz um amigo meu, fica aqui mesmo só entre nós ... os cinquenta :))))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  16. O segredo é a alma do negocio.. perde-se os clientes ue pgam bem.
    abraço
    kique
    http://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desperdiçar clientes destes é mesmo não ter olho para o negócio, Kique.
      Aquele abraço

      Eliminar
  17. E se alguém contasse, teria alguma graça ?

    Preciosa, esta !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá se ia o segredo, João Menéres.
      Era uma sensaboria :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  18. Bolas!!! e eu à espera de ver deslindado o mistério.
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segredo, Maria Rodrigues, segredo :))))
      Um abraço

      Eliminar
  19. oh you deserved to be punished for putting so much curiosity in my head and left without revealing

    ResponderEliminar
  20. Imagino como o final poderia ser!
    Mas como ele mesmo não contou, eu que não conto.

    ResponderEliminar