Um Mundo sem líderes


O Mundo discute a nova Lei de Segurança Nacional que o Governo Central fez aplicar em Hong Kong.
O mesmo Mundo que se vai distraindo com discussões de circunstância e que se esquece que anda à deriva, carente de líderes, entregue a figurinhas que se julgam figurões.
Um Mundo que é dominado por patetas (Trump, Bolsonaro), tresloucados (Duterte, Maduro), narcisistas que se eternizam no poder (Putin, Xi Jinping, Kim).
E que não encontra lideranças carismáticas, inspiradoras.
Numa época histórica bastante complicada, quando se avizinha uma crise económica brutal resultante da epidemia que ainda vivemos e não sabemos quando irá ser debelada, o Mundo está entregue ao que Miguel Sousa Tavares recentemente apelidava de governantes de ciclos eleitorais.
Muito mais que a Lei de Segurança Nacional, que assusta porque não se sabe exactamente como vai ser aplicada, assusta-me esta completa ausência de verdadeira liderança.
Sobretudo liderança global.
Olhando para as lideranças dos vários países, mais que governantes para ciclos de quatro anos, o que se vê cada vez mais são lideranças voltadas para dentro, para o país, preocupadas em consolidar o poder no espaço interno.
O Mundo pode esperar.

Comentários

  1. Sempre houve países com líderes “déspotas” ou com a tendência para o ser. Ou fizeram parte da história ou faziam parte de um presente geograficamente longínquo. Mas quando isso acontece “perto” de nós e considerando a globalidade em que vivemos, parece-nos que é tudo novo, que o mundo vai desabar. O país vizinho está a ficar um caos. Mais a sul, há o que há... pelo oriente é o que se vê e a resolução dos problemas parece que são da responsabilidade de todos os cidadãos que têm o poder de voto. Mas o voto só por si, parece não resultar... há que pressionar os políticos locais... Estou a pensar em voz alta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Canadá, com Trudeau, até está muito bem, Catarina.
      Quem dera todos fossem assim.

      Eliminar
    2. A ALEMANHA com a minha amiga ANGIE ainda está muito melhor.

      Eliminar
    3. Também, Teresa, Também.
      Angela Merkel é líder.

      Eliminar
  2. Bom dia
    Quando o Mundo acordar , vai com certeza ser tarde e os patetas , tresloucados , e outros assim que tais vão torcer a orelha , mas já não vai deitar sangue .

    J R

    ResponderEliminar
  3. Costuma dizer-se que 'em terra de cegos quem tem olho é rei'. Neste momento e diante as circunstâncias tão bem descritas pelo Pedro, atrevo-me a dizer que Angela Merkel faz a diferença, é a tal pessoa que 'tem um olho'.
    Aqui está um tema que dá pano para mangas. É só escolher por onde começar. Thie is a mad world!
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Merkel, Trudeau, Jacinda Ardern, Andrew Cuomo em Nova iorque, são os que de repente me ocorrem, António.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Subscrevo inteiramente mas no meio dos tresloucados há vários "com eles no sítio" e que marcam a diferença. Não gostava de Merkel e agora dou a mão à palmatória porque está a fazer um trabalho digno. Um pequeno exemplo de vários.

    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Merkel não é uma figura simpática.
      Mas é uma verdadeira líder.
      Beijos

      Eliminar
    2. FELIZMENTE, que a minha amiga Angie não é uma figura simpática e não é de beijocas como o vosso presidente!!!
      É sim, uma verdadeira LÍDER.

      Eliminar
    3. Líderes nunca são unânimes, Teresa.
      Conhece algum assim?

      Eliminar
    4. Espero poder meter-me aqui no meio porque não resisti, gosto da amiga Angie da Ematejoca mas hoje vi-a a dar uma beijoca, penso que seriam imagens de arquivo quando se noticiava as eleições para o substituto do Centeno na Europa - o que me chamou a atenção foi a proximidade entre todos quando actualmente andamos é de máscara, até deduzir que eram imagens de arquivo :)

      Eliminar
  5. É mesmo um mundo sem líderes à altura....

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  6. Ou seja, andará tudo à deriva?!
    .

    Beijo e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  7. O mundo é dos espertos. O resto é apenas ilusão dos crentes
    .
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pragmatismo, Ricardo, paradigma do pragmatismo.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Há muitos anos que eu considero que as personalidades fortes e com comvicções desapareceram da cena mundial.

    Só estamos assistindo ao agravamento da situação e , pior, estão ascendendo criatuars abaixo de todo o nível.

    Bom dia, aqui

    ResponderEliminar
  9. O mundo está cada dia mais preocupante.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar

  10. The world of leaders is in the act of big changes, they can work for us as we accept them and decide with them or for them.
    It will be different for us.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. You have a positive mindset.
      It's good.
      Bu I'm afraid I'm not so optimistic.

      Eliminar
  11. Um texto para fazer pensar. Penso que sempre faltaram líderes com um pensamento global, tirando raras excepções de déspotas e tiranos que pensavam global com vista a colonizar ou invadir. Talvez Obama tenha sido um líder inspirador mais voltado ao mundo. Gosto muito do actual Presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, e acho-o verdadeiramente inspirador mas claro numa escala nacional.
    No entanto penso que a juventude de hoje pensa global. Já não vivem num país, trabalham e viajam pelo mundo. É de esperar que os futuros líderes que eles serão pensem de forma mais global e concertada.
    Beijinhos,
    Vanessa Casais
    https://primeirolimao.blogspot.com/


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcelo Rebelo de Sousa deixa-se levar um pouco pela sedução da boa imagem, Vanessa Casais.
      É um homem muito culto, muito inteligente, mas falta-lhe alguma lucidez.
      A geração de pessoas que tem mundo, que conhece o Mundo, exige muito mais que as anteriores.
      Mas raramente é correspondida.
      Obama foi mesmo a verdadeira pedrada no charco.
      Como todos os verdadeiros líderes, não foi unânime.
      Beijinhos

      Eliminar
  12. Os homens competentes, acredito que os haja. Não se candidatam ao lugar de primeiro-ministro ou de presidente da republica dos seus paises. Deixam o lugar à mercê dos incompetentes e votam neles. Eu não compreendo como é que as pessoas acreditam nesses partidos de extrema direita ou de extrema esquerda.
    O que será de Portugal e do seu povo se alguma vez for governado por algum desses partudos políticos?

    Continuação de boa semana. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal é um país muito moderado, amigo eduardo.
      Até porque teve péssimas experiências quando cedeu a algumas tentativas totalitárias.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. O Pedro esqueceu o sultão turco, que incomoda muita gente, e faz chantagem com a ALEMANHA:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um verdadeiro cromo, o Erdogan.
      Merece efectivamente lugar de destaque.

      Eliminar
  14. Pois é, o barco está à deriva... vamos ver onde vai parar tudo isso, Deus queira que não vá mais longe... Que alguém vá ao leme e dê a direção.
    Saúde pra você e família.
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijo, Tais Luso.
      Sejamos felizes mesmo num Mundo muito à deriva.

      Eliminar
  15. Eu gostaria de dizer qualquer coisa, mas o
    fizeram sem me consultar, portanto, isso é
    tudo. Concordo e discordo de muitos e
    de todos ou me convençam do erro.
    Um abraço a todos e a você, Pedro, meu
    amigo.

    ResponderEliminar
  16. Há uma grande falta de bons líderes, e alguns nem parecem ser sequer boas pessoas.

    ResponderEliminar
  17. great post as always dear Pedro

    i think everything is well preplanned by master who pull the strings of these so called leaders

    when and how to act they are taught already so wait and watch as that is all we can do
    blessings!

    ResponderEliminar
  18. É bem verdade, infelizmente.
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  19. Temos Angela Merkle que acho ser das poucas que aproveita.
    O último grande líder mundial na minha opinião foi barack obama. Todos os que apreceram daí para a frente foram todos uns piores que os outros. Convémr ecordar que trump derrotou hillary clinton que se perspetivava ser a continuidade de mudança de obama.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares