30 de agosto de 2017

Tensão insuportável


Já há algum tempo (cerca de um mês) o regime norte-coreano não brincava com os seus brinquedos de guerra.
Aborrecido, sem ter muito que fazer no reclusivo país, Kim Jong-un resolveu disparar mais uns mísseis.
Um dos quais terá sobrevoado o Japão caindo no norte do país junto a Hokkaido.
É o seguimento de mais um aviso desvairado do lunático norte-coreano ameaçando destruir os Estados Unidos se visse o seu regime em perigo.
Tanta ameaça, tantos testes, estão mesmo a pedir uma resposta em força dos Estados Unidos e seus aliados.
Uma resposta que estou convicto só ainda não existiu porque a China tem travado esses intentos.
Vai sendo mais que tempo de a China mostrar se é ou não capaz de fazer o mesmo com o regime norte-coreano.
A mesma China que, no quadro do Conselho de Segurança das Nações Unidas, continua a apelar ao diálogo (qual diálogo e com quem confesso que não consigo perceber).
A cada teste, a cada ameaça, a cada míssil, a cada inconclusiva reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, sente-se que a paciência de um Donald Trump que ferve em pouca água e tem espírito de cowboy se está a esgotar.
Se e quando chegarmos ao ponto de não retorno, e sente-se que está cada vez mais próximo, é impossível prever o que efectivamente acontecerá.
Este Mundo está ficar cada vez mais perigoso, essa é para já a única certeza que podemos ter.
Essa e a que o soft power das Nações Unidas não ajuda nada a dissipar tantas dúvidas, tanta incerteza.

38 comentários:

  1. Se a China se juntar aos EUA, era uma vez uma Coreia do Norte... inocentes vão sofrer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas esse é um grande se, Catarina.
      A China mostra uma enorme relutância em expressamente condenar o regime norte-coreano.
      Porquê?
      Porque não quer ter milhares de refugiados norte-coreanos a entrar pelas suas fronteiras, porque não quer uma Coreia unificada, com poderio nuclear, logo ali à porta.
      E vai jogando o jogo do empurra.
      Se a China, da qual o regime norte-coreano depende, quisesse, os Kim já há muito tinham desaparecido da face da Terra.

      Eliminar
  2. Já hã tantos anos que os coreanos vivem numa paz armada
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tecnicamente ainda estão em guerra, alfacinha.
      Não houve nenhum instrumento formal a consagrar a paz entre os dois lados.
      Enquanto for só tecnicamente não é mau de todo.
      O pior é se se passa à prática.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. bom dia
    as consequências destas atitudes podem vir mesmo a ter muitos maus resultados .
    esperemos que não comece por aí uma grande guerra sem precedentes !!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho cada vez mais receio que isso aconteça, Joaquim Rosário.
      Agora não estamos a lidar com um doido, estamos a lidar com pelo menos dois.

      Eliminar
  4. Tem razão amigo Pedro, este mundo está a ficar cada vez mais perigoso devido a uns quantos loucos que têm o poder nas mãos.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que nos podem fazer muito mal, Francisco.
      Tenho cada vez mais receio destes malucos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. A minha parte optimista continua a dizer que tudo se irá resolver e a China será quem irá dar a machadada final a este doido cujo povo já vive há anos e anos na maior das misérias proveniente da ditadura onde a vida vale zero!

    Vamos ter esperança Pedro.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho cada vez mais dúvidas disso, Fatyly.
      O tipo dispara um míssil que sobrevoa o Japão e a China fala em diálogo??
      De surdos, deve ser um diálogo de surdos.
      Beijocas

      Eliminar
  6. Nem sei que comentar, sinceramente! Só espero que este não seja o princípio de uma grande guerra mundial..
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperamos todos, Ana.
      Mas nenhum de nós o sabe com um mínimo de certeza.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Se este esticar de corda continuar e ela , como é provável, rebente... vai ser uma situação altamente desagradável, sim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem quero pensar no que efectivamente será, São.

      Eliminar
  8. E tanto mais pertinente o que diz quanto o é estarmos em presença de dois irresponsáveis rodeados de iguais que não se ensaiam nada de ensaiar a destruição parcial do nosso Planeta. A Terra começa a ser um astro perigoso para se viver porque ou muito me engano ou há mais dois, a China e a Rússia, que também estão mortinhos para testarem as suas novas armas. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito maluco com muitos brinquedos perigosos, Corvo Negro.
      Deus nos ajude.
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Nossa!! Estão brincando com Bomba! Impressionante, o coreano provoca, a impressão que tenho é que está num parque de diversões...Esse planeta não aguenta uma terceira guerra.
    beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dois malucos, dotados de armamento tão perigoso, é absolutamente assustador, Tais Luso.
      Beijos

      Eliminar
  10. Ter um "vizinho" assim deve ser terrível e a situação a nível mundial está a ficar muito preocupante...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que tentar esquecer que este idiota está aqui mesmo ao lado, Gábi

      Eliminar
  11. Tudo isto, sendo reprovável, não passa de uma tentativa de mostrar força. Frágil tentativa, digo eu.
    Ninguém está interessado em 'carregar no botão'.
    Entretanto, a China já hoje avançou com ums crítica severa ao regime norte coreano, acusando-o de estar a furar tudo o que em termos bélicos está estipulado.
    Uma forma suave mas firme de chamar 'à pedra' Kim Jong-un.
    E não, a China não se juntará aos 'states' de forma directa e explícita mas está atenta. Decerto que não apenas para observar as birras.

    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As críticas da China são pura hipocrisia, António.
      Critica porque fica bem.
      Mas vai sustentando, financeira e politicamente, um regime cleptómano e assassino.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Surpreendente a atitude de "compreensão" e de apelo à calma por parte da China, quando tem "a faca e o queijo" na mão !
    :(
    Isto é de fazer perder a cabeça a um santo e a verdade é que se os EUA "perdem a cabeça" (o que é fácil porque não são santos), não vai faltar quem os acuse de "criar uma guerra" ! :((
    É que já não há paciência !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A China não quer intervir, Rui.
      Não quer uma Coreia unificada à porta, com armas nucleares, não quer milhares de norte-coreanos a entrarem nas fronteiras.

      Eliminar
  13. Volto a falar em ser humanos, neste caso as vitimas nas mãos dos monstros do poder.

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E temos aqui dois valentes monstros, Adélia.
      Dos piores.
      Beijinhos

      Eliminar
  14. O Kim lançou o míssil para commorar o nascimento do 3º filho.
    Quanto aoresto, espero que os apelos da China surtam efeito, caso contrário estamos todos tramados. Claro que, como lembra hoje muito bem o FF, Portugal pode desempenhar um papel importante no apaziguamento do KIM. Vamos ver se Bernardino Soares aceita ser intermediário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostava de ver o estupor do Bernardino, e todos os Bernardinos, a viver na Coreia do Norte.
      Não há sombra do regime, que esses vivem muito bem.
      A viver nas condições em que vivem os milhões de cidadãos do país.
      Hipócritas de m...@!

      A Ri Sol (adoro o nome da mulher do minorca!) parece que lhe deu mais um herdeiro(a).
      Em vez de disparar mísseis porque é que o gajo não apanha uma grande bebedeira??

      Eliminar
  15. Cada dia ficamos mais apreensivos. Que se passa com a China que não toma uma atitude séria?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A China continua com o jogo de sombras em que é especialista, Elvira Carvalho.
      Citando a minha avó, "quem não os conhecer que os compre".
      um abraço

      Eliminar
  16. A situação vai de mal a pior. Muitos interesses desencontrados e mais deles directamente negativos/destrutivos.
    Cumprimentos pacíficos, que para o assunto em causa são irrelevantes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho muito medo destes dois loucos, Victor Barão.
      Gente muito perigosa e com brinquedos muito perigosos nas mãos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  17. O homem tem sede de poder e quer fazer valer o seu poderio a qualquer custo.
    Nunca qualquer arma esteve às mãos de uma pessoa, seja ela branca, artesanal, veículo, pistola, metralhadora, míssil.
    Lamentavelmente, o mais fraco, o povo subjugado, que somente quer uma casa e pão para comer, paga com morte, com mais miséria. Estes são as verdadeiras vítimas do poder dos loucos e não loucos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso que revolta, Maria Araújo.
      Quem sofre sempre são os inocentes.
      Beijinhos

      Eliminar
  18. Esse cara ta querendo guerra, ta mexendo com os nervos das pessoas. Bem arrogante. Será que acha que vai sair vitorioso se começar uma guerra. Ele poderia ir pra linha de frente em vez de colocar pessoas inocentes pra satisfazer essa sede de guerra e de poder dele.
    Acho que nem Jesus Cristo para esse louco. O cara quer guerra.
    Você esta ai bem perto em Pedro.
    Beijo!
    Uma boa noite pra você.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este maluco está aqui mesmo ao lado, Smareis.
      Por falar em má vizinhança...

      Eliminar
  19. A China continua a divertir-se com a situação e a avaliar Trump...
    Pode ser que a sua chacota lhes saia muito cara...
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A China anda a fazer o jogo de sombras que tanto gosta de fazer, Majo.
      Um jogo muito perigoso em situações como esta.
      Beijinhos

      Eliminar