12 de abril de 2016

Manifestações de taxistas em Macau


Na noite de quinta-feira terão sido cerca de cinquenta, ontem cerca de vinte.
Na quinta-feira junto ao Departamento de Trânsito da PSP, ontem junto à Direcção de Serviços dos Assuntos de Tráfego.
Manifestações de taxistas em Macau, revoltados com o facto de estar a ser revista a legislação que regulamenta a actividade, com a possibilidade de haver agentes à paisana a fiscalizar a prestação de serviços por parte dos taxistas que exercem a sua actividade em Macau.
Taxistas em Macau que são (não são todos, como é óbvio) um dos maiores cancros desta cidade que se quer centro mundial de turismo e lazer.
Os veículos velhos, porcos, com bagageiras imundas, os taxistas que recusam serviços, que cobram em excesso muitas corridas, que ignoram quem não lhes interessa transportar, são problemas de todos conhecidos e que tardam em desaparecer.
Sempre que há uma tentativa de disciplinar o caos em que vive o sector lá vêm os taxistas protestar, afirmar que estão a ser perseguidos, que lhes querem tirar o ganha-pão.
Vai sendo mais que tempo de ter coragem política e enfrentar uma corja de bandidos que se intitulam taxistas.
Vai sendo mais que tempo de separar o trigo do joio, de ter vontade e coragem de levar a cabo uma purga que faça sair desta actividade, essencial para residentes e turistas, aqueles que não sabem o que é serviço público, que não têm o mínimo civismo, a mínima educação, que se comportam como verdadeiros marginais.
Por muito barulho que façam, e foram muito poucos a fazer barulho nestes dois dias, é tempo de dizer basta e disciplinar uma actividade que dá uma péssima imagem à cidade e que insiste em viver à margem da lei.

20 comentários:

  1. É muito difícil pôr esta gente na ordem e com bons modos pois formam uma "cooperativa" muito forte, vai ser difícil.
    Um abraço e boa Terça-Feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São uma quadrilha, Francisco.
      Uma perfeita quadrilha de malfeitores.
      Aquele abraço, boa terça-feira também

      Eliminar
  2. Uma crónica onde poderia ser, facilmente, substituída a palavra Macau por Funchal ou Lisboa ou Porto, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pergunte ao Nuno, Ricardo.
      Os taxistas em Lisboa, no Porto, comparados com estes mafiosos porcalhões, são uns santos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Os taxistas por cá também se manifestaram, mas foi contra a UBER que lhes faz uma concorrência desleal. Mesmo assim, alguns deles também sofrem dalguns desses vícios, carros a cheirar mal é o que não falta...

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também aqui, Teté.
      Tudo o que seja disciplina ou concorrência dá logo barulho.
      Com o serviço de trampa que prestam deviam era ser exemplarmente castigados.
      Beijocas

      Eliminar
  4. Pedro, conhece alguém que vivendo em desarmonia aceite um plano de paz?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes fdp tiram-me do sério, António.
      Bando de marginais!
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. e a gente só deseja se locomover... e ter um com serviço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é isso mesmo, Sara com Café
      Nós, consumidores, só queremos um serviço decente.
      Algo que estes energúmenos insistem em não perceber

      Eliminar
  6. Ainda reclamam de serem vistoriados por prestarem serviços tão maus? Francamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A lata destes gajos não conhece limites, Diana Fonseca.
      O que queriam era funcionar como desejam e impunemente.

      Eliminar
  7. Quando li otítulo do post, pensei que a Uber já tinha chegado aí, Pedro. Depois de ler e esclarecido, fiquei a pensar que se os táxis ainda funcionam como no meu tempo, então o que se exigia da população de Macau é que fizesse uma manif anti-taxistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Uber já aqui chegou, Carlos.
      Imagine como é que estas bestas reagiram??
      Fácil, não é?

      Funcionarem como quando o Carlos aqui esteve??
      Quem nos dera!!!
      Piorou brutalmente.

      Eliminar
  8. Eu nem sei o que diga, pois tenho muita má experiência com taxistas, não por andar de táxi, mas por me cruzar com eles na estrada, onde têm a mania que é tudo deles, sem respeito pelo próximo, tanto a nível de código da estrada como mal educados, alguns são mesmo porcos suínos.

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E querem impunidade e ausência de regras, Adélia.
      Sempre que há uma qualquer tentativa de disciplinar o caos, fazem fita.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. O corporativismo no seu melhor.

    Uma boa semana, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é corporativismo, AC, é máfia!
      Uma boa semana também

      Eliminar
  10. Pelos vistos são um problema em todo lado...
    Esperemos que dê bons resultados.
    Por aqui há anos que não utilizo taxi mas durante muito tempo tive que os utilizar:carros nojentos, homens com aspecto muito descuidado, malcriados...viveram assim durante anos agora aparecem outros que funcionam muito melhor....e não gostam!
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Igualzinho, papoila.
      Quando ouviram falar em Uber, em excelentes serviços que a Uber presta, barulho porque lhes estão a ir ao bolso.
      FDP!!
      Bjs

      Eliminar