19 de agosto de 2015

COMO FAZER UM BÉBÉ

Os bebés vêm de onde?
O fotógrafo canadiano Patrice Laroche certamente não vai ter problemas para explicar a seus filhos como nascem os bebés.  
Durante a gravidez da sua esposa Sandra, o artista criou uma série de fotos explicativas intitulada "Como Fazer Um Bebé".
O casal realizou seu projecto durante toda a gravidez, com fotos exactamente no mesmo lugar.












Nota: Isto explica porque é que a natalidade está a diminuir em Portugal.
É que em 90% dos postos de combustível, a bomba de ar está avariada

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Uma ideia excelente e também uma óptima forma de comemorar o Dia Mundial da Fotografia, Catarina

      Eliminar
  2. Com ilustrações é mais fácil de explicar às criancinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já nem é precisa a cegonha e Paris, Agostinho :))

      Eliminar
  3. Desconhecia essa genial ideia do fotógrafo e a obra ficou imensamente original. Gostei!

    A natalidade em Portugal pois é...muitos bebés irão nascer fora do país porque os pais foram convidados a sair!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma forma bem disposta de comemorar aqui o Dia Mundial da Fotografia, Fatyly

      Eliminar
  4. ahahahaah
    Muito bom! Há ideias fantásticas!
    Eu vi as imagens antes de ler o texto e estava intrigada pois a barriguinha estava mesmo perfeitinha! E eu já a pensar que eram os milagres do Photoshop! (lol)

    Problemas de natalidade é coisa que não há por aí, pois não Pedro?

    Beijinhos arejados
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há e bastantes, Afrodite.
      A sociedade de Macau, de acordo com os últimos dados da UNESCO, será das que mais vai envelhecer nos próximos anos.
      Porque se vê a braços com a tempestade perfeita - aumento da esperança de vida (poderá vir a ser a mais alta do Globo muito brevemente); baixa natalidade.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Já conhecia as imagens, mas desconhecia a sua origem e também fiquei a saber qual o motivo do baixo índice de natalidade em Portugal, Pedro! :)))

    Como diz o Ricardo: Todos juntos é que sabemos tudo! Lol

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei comovido com o comentário da Janita.
      Porque me fez recordar o meu padrinho e o seu grande amigo Quim Tomé.
      O Quim Tomé, que morreu demasiado cedo, dizia repetidamente:
      " O que eu não sei, o Seco (meu padrinho) sabe; o que o Seco não sabe, eu sei. Os dois juntos sabemos tudo!"
      Que memória tão doce que agora me fez reviver, Janita!
      Beijinhos

      Eliminar
    2. E eu fiquei comovida com a comoção do Pedro!

      Por vezes, há um pequeno clique que nos transporta aos lugares mais recônditos das nossas memórias felizes.
      Como eu o compreendo, meu amigo!

      Beijinhos.

      Eliminar
    3. Era uma dupla do caraças, Janita!
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Apreciei sobremaneira a criatividade do casal.
    Caloroso abraço. Saudações criativas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consigo conceber melhor maneira de celebrar o Dia Mundial da Fotografia, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. ~~~
    ~ «Na mouche!»

    ~ Muito bem aproveitada a série de Patrice Laroche...

    ~ De facto, comparando com o Canadá, há muita coisa que não funciona por cá.

    ~~~~~ Dias aprazíveis e alegres. ~~~~~
    ~~Bjs~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava aqui guardada já há algum tempo, Majo.
      O dia indicado para a publicação era ontem.
      Bjs

      Eliminar
  8. Caramba e eu a pensar que era a cegonha!

    Uma excelente forma de celebrar o Dia Mundial da Fotografia.

    Um beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta série tem muito mais piada que a cegonha, Adélia.
      Beijinhos

      Eliminar