13 de maio de 2015

As 10 expressões mais curiosas usadas pelos portugueses


Este post poderia começar por dizer que a língua portuguesa é muito traiçoeira. 
Mas de qualquer das formas, não é esse o caso. 
Neste caso, tentamos explicar algumas das mais estranhas expressões usadas pelos portugueses e o seu significado real.

1. Um português não tem um problema, na realidade ele está “feito ao bife”.

2. Um português não lhe diz para desistir de algo, diz-lhe “tira o cavalinho da chuva”.

3. Um português não lhe diz para o deixar em paz, diz-lhe “vai chatear o Camões”.

4. Um português não lhe diz que é sexy, diz-lhe “é boa como o milho”.

5. Um português não repete o que diz, ele “vira o disco e toca o mesmo”.

6. Um português nuca se chateia, apenas “fica com os azeites”.

7. Um português não tem muita experiência, ele tem “muitos anos a virar frangos”.

8. Um português não desconfia, ele tem “a pulga atrás da orelha”.

9. Um português não faz algo para se exibir, faz para “inglês ver”.

10. Um português não tem ideias estranhas dentro da cabeça, tem“macaquinhos no sotão”.

(Esta semana estamos por conta do FerreirAmigo)

11 comentários:

  1. Olá Pedro
    e quando fazem "trinta por uma linha" aí é que "temos a burra nas coves"!
    não há de ser nada :)
    bom dia por aí!
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a "porca torce o rabo", Angela :)))
      Um bom dia também

      Eliminar
  2. Eu acrescentaria, um português não é convencido, ele "arma-se em carapau de corrida". :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E "tem a mania que os cágados trepam às árvores", Miss Smile :)))

      Eliminar
  3. O português é muito criativo!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Danadinho para a brincadeira, papolia :))
      Beijinhos

      Eliminar
  4. E aqueles mais sabidos "têm trinta anos de praia"...Os precavidos andam sempre " com um olho no burro e o o outro no cigano".

    Somos únicos em tudo!

    :-))

    ResponderEliminar
  5. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Este é um dos motivos que aprecio sobremaneira as variações linguísticas da nossa amada língua portuguesa.
    Caloroso abraço. Saudações variantes.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus e sem ranços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que teimam em a aplainar e tornar lisa, sem variações, Amigo João Paulo de Oliveira??
      Não há pachorra!
      Grande abraço

      Eliminar
  6. Quando queremos mandar alguém para aquele sítio, mas de forma mais suave dizemos: «Vai pentear macacos!»

    Para nos referirmos a uma coisa fora do vulgar. «É do arco da velha!»

    E há ainda muitas mais expressões, nisso a língua portuguesa é riquíssima.

    ResponderEliminar