4 de maio de 2015

Casamento no Céu


Um casalinho seguia no seu automóvel para a igreja onde iam casar quando são abalroados por um camião e morrem ambos.
Vão para o céu onde são recebidos por S.Pedro a quem perguntam se não seria possível casarem no céu já que não o tinham feito na terra.
S. Pedro disse que sim e que trataria pessoalmente de satisfazer tão nobre pedido.
Passaram 3 meses e nada! 
Foram ter com S.Pedro e perguntaram-lhe o que se passava, ao que ele respondeu:
– Não se preocupem, pois eu estou a tratar do assunto, não está esquecido.
Passaram-se 2 anos e casamento, nicles!
S. Pedro, uma vez mais, assegurou-lhes que estava a tratar do assunto. 
Finalmente, passados 20 anos, vem S.Pedro a correr com um padre e dirige-se ao casalinho:
– Vamos, chegou a hora!
Fez-se o casamento e foram felizes durante algum tempo, mas passados uns meses foram ter com S. Pedro e disseram-lhe que as coisas não estavam muito bem e que pretendiam divorciar-se.
– Pode conseguir-nos isso aqui no céu?
E S.Pedro responde:
– Estão a brincar comigo ou quê?
Levei 20 anos a encontrar um padre,aqui no Céu. 
Como é que vou agora encontrar um advogado?

BOA SEMANA!!

(Mais três da parceria com o FerreirAmigo)

34 comentários:

  1. Bom dia Pedro
    O Céu fica longe.Fica demasiado distante de gente que veste de mentiras,mas estas brincadeiras são mesmo divertidas.

    Estas brincadeiras são muito divertidas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, que até sou advogado embora não exerça há já muitos anos, tenho que rir com uma tirada destas, luís.
      Boa semana

      Eliminar
  2. Houve uma distinta colega que me mandou está encomenda em primeira mão.
    Aparentemente, padres e advogados vão rodos para o inferno.
    Neste ponto estará o Pedro já incomodado...
    Não fique a cismar. A razão do encaminhamento para o inferno não é por serem maus. É porque é lá que estão as gajas boas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu deixei de exercer advocacia há um ror de anos, Agostinho.
      Não tinha feitio para aquilo.

      Eliminar
  3. Parece que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um advogado entrar no reino dos céus. Sim senhora, isto diz muito sobre a justiça em Portugal :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não são só os advogados portugueses que são mauzinhos, Miss Smile :)))

      Eliminar
  4. rrsss rssssssss

    Pobre S. Pedro....e pobre casal, porque advogado no céu é agulha em palheiro.

    Boa semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito mais complicado ainda, São :)))
      Boa semana

      Eliminar
  5. Muito bom o texto, super descontraído!...
    Agradeço de coração as visitinhas!...
    AbraçO

    ResponderEliminar
  6. :))) estando os dois de acordo, não havendo bens para partilhar, nem sendo preciso regular o exercício do poder paternal, talvez não precisem de advogado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aí está o que se chama pragmatismo, Gábi :)))

      Eliminar
  7. Esta é uma óptima forma de começar a semana :)
    um beijinho e uma boa semana
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia é começar a semana com um sorriso nos lábios, Gábi.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  8. Está bem visto. Eu também suspendi a minha licença de advocacia na Ordem dos Advogados, mas não é só por isso que espero ir para o céu. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos exactamente na mesma situação, Paulo Lisboa - em suspenso :))))

      Eliminar
  9. Boa semana, Pedro, para si e suas princesas.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa semana para si e as suas mais que tudo, Ricardo
      Aquele abraço

      Eliminar
  10. Bem preciso de começar a semana com um sorriso nos lábios e, esta anedota tem mesmo muita piada.
    Obrigada, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia é essa mesmo, ematejoca - começar e acabar a semana com um sorriso nos lábios

      Eliminar
  11. Começar a semana no melhor, Pedro.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Remeto para a resposta que dei à ematejoca, António
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Uma missão impossível ! :)

    Um beijinho e boa semana amigo Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que foi esta anedota que inspirou a série, Fê?? :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  13. Pois, bem mais difícil!

    Abraço, Pedro!

    ResponderEliminar
  14. Sempre ouvi dizer que os advogados encontramo-los no inferno...
    Kis :=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma prova que será muito complicado São Pedro encontrar um no Céu, AvoGi :)))
      Beijinhos

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Não é só na Terra que há falta de sacerdotes, Catarina :)))

      Eliminar
  16. Já me tinha apercebido que mesmo cá por baixo não tem havido candidatos a padres em nº suficiente e eles lá sabem porquê e os que ainda "alinham" sabem que correm um grande risco de não poderem vir a ter as portas de lá de cima abertas 1 :))
    Quanto aos advogados é mais que evidente ! rsrs ... É preciso ter uns "fígados" muito especiais para se manterem nessa actividade ! ... ou então, ... é fatal que também o seu destino após a morte está traçado ! eheheh

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não tinha mesmo feitio para aquela vida, Rui.
      Experimentei, não gostei.
      Já a vida de jurista me vai agradando.
      Aquele abraço

      Eliminar
  17. Pensava eu que os casamentos celebrados no Céu teriam mais duração e seriam mais felizes, do que os da terra!...
    Com essa falta de padres e advogados nos domínios de S. Pedro, quais serão as profissões que por lá abundam....Políticos? Jornalistas? Secretários de Estado? Deputados? :))

    Beijinhos e boa semana, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas pergunta, Janita!! :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar