21 de agosto de 2013

O pêndulo

Depois da funcionalidade japonesa, a Física americana.

Para quem gosta de Física.

Este vídeo é simples mas bonito. A Universidade de Harvard mostra quinze pêndulos de comprimento crescente a balançar para lá e para cá.

Às vezes, eles parecem estar em sincronia, em outras vezes, não.

Aqui está a explicação:


"O período de um ciclo completo da dança é de 60 segundos. O comprimento do pêndulo maior foi ajustado de modo que ele executa 51 oscilações no período de 60 segundos. O comprimento de cada pêndulo, sequencialmente menor, é cuidadosamente ajustado de forma que ele executa uma oscilação adicional nesse período. Assim, o 15º pêndulo (o menor) executa 65 oscilações. Os 15 pêndulos, que iniciam as oscilações ao mesmo tempo, depressa deixam de estar em sincronia. No entanto, após 60 segundos de oscilações, todos eles estarão de volta à sincronia, prontos para repetir a dança."

18 comentários:

  1. Depois das invenções dos japoneses, hoje foram os americanos, Catarina.
    Amanhã será a vez dos chineses.
    Numa abordagem algo diferente.

    ResponderEliminar
  2. Nunca fui bom aluno a Física, admito. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só acho piada à "dança" que aqui aparece.
      O porquê também me passa um pouco ao lado :))

      Eliminar

  3. Fiquei "sem ar" maravilhada com o vídeo e com esta "dança" que os vários pêndulos fazem entre si.
    O movimento de um pêndulo é algo que sempre me fascinou desde criança... e continuo fascinada até aos dias de hoje.

    A Física e a Matemática explicam esses movimentos através das funções trigonométricas...


    Beijinhos em ritmo pendular
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Afrodite,
      Amanhã será a vez de uma chinesise.
      Muito diferente do que se viu com os japoneses, ontem, e os americanos, hoje.
      Mas vale a pena ver.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Bastante curioso e interessante. Gostei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly,
      Se me tivessem ensinado Física assim, se calhar hoje não era jurista :))

      Eliminar
  5. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Supimpa!
    Caloroso abraço! Saudações sincronizadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma aula prática de Física, caro Amigo João Paulo de Oliveira :)
      Aquele abraço!!

      Eliminar
  6. Eu não percebo de ciências mas achei isto muito bonito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como funciona fica para os especialistas, Tétisq
      Para nós fica apenas contemplar a beleza dos movimentos

      Eliminar
  7. Já conhecia e até publiquei lá no CR, mas gostei de voltar a ver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os movimentos são excelentes, de grande beleza, Carlos.

      Eliminar
  8. Uma "dança" muito gira! E nem nunca gostei de Física... :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também nunca fui grande apreciador dessa área do saber.
      Mas gostei muito desta "dança", Teté
      Beijocas!

      Eliminar
  9. Respostas
    1. A criatividade humana não conhece limites, ana

      Eliminar