5 de agosto de 2013

A esposa irritante


Um agricultor  tinha uma esposa que lhe incomodava sem piedade.
 De manhã à noite, ela estava sempre reclamando de alguma coisa.
 O único momento de alívio era quando ele estava arando com sua mula velha.
 Ele arava muito.

Um dia, quando ele estava arando, sua esposa trouxe-lhe um almoço no campo.
 Ele levou a velha mula para a sombra, sentou-se em um toco, e começou a comer o seu
almoço.
 Imediatamente, sua esposa começou a importuná-lo novamente.
Reclamar, reclamar, criticar, não parava.
 De repente, a velha mula deu um coice na mulher acertando-a na nuca.
Morte instantânea
 
No outro dia, no funeral, o padre notou algo bastante estranho.
Quando uma mulher enlutada aproximava-se do velho fazendeiro, ele ouvia uns
minutos, em seguida, acenava com a cabeça concordando,
 mas quando um homem se aproximava dele enlutado,
ele ouvia por uns minutos, em seguida, balançava a cabeça  negativamente.
Isto ocorreu diversas vezes até que o padre decidiu perguntar ao velho fazendeiro sobre isso.
Assim, após o funeral, o padreperguntou ao velho fazendeiro. - por que você acenou com a cabeça e concordou com as mulheres, mas sempre negou com a cabeça
e discordou de todos os homens.

O velho fazendeiro disse, 'Bem, as mulheres vinha e diziam algo de bom sobre
  minha esposa , ou como seu vestido era bonito, então eu acenava com a cabeça de
acordo. "

"E os homens?" o padre pediu.
 
"Eles queriam saber se a mula estava à venda."


BOA SEMANA!!!

26 comentários:

  1. E assim atira-se a culpa para o bicho. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que viu o seu valor de mercado substancialmente aumentado, FireHead :)))

      Eliminar
  2. Estimado Amigo Pedro Coimbra.
    Será para dizer que ganda Mula!...
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Literalmente, Amigo Cambeta, literalmente :)))
      Aquele abraço e votos de boa semana

      Eliminar
  3. Ou muito me engano ou a estória não está bem contada:de certeza que também mulheres quiseram saber se a dita estava para alugar, pelo menos, rrrss

    Boa semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim, São, acredito que sim :)))
      Boa semana!!

      Eliminar
  4. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse-me que o fazendeiro tinha um "affair" com a mula, por este motivo ele jamais a venderia.
    Caloroso abraço! Saudações maledicentes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Precisamente o que estava a pensar a Afrodite.
      E que, confesso, desconfiei quando primeiro li a anedota.
      Mas a Agrado não deixa margem para duvidas :)))

      Eliminar
  5. Ahahaha. Difícil é contentar homem, viu?! :-)
    Nunca estão bem com o que têm, porém, que há mulheres melguinhas... Lá isso há!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Relógio de Corda,
      Eu até sou uma excepção - estou contente.
      Ainda assim, a minha mulher também sabe ser melga.
      No entanto, quando penso no que eu também sou, tenho que perceber alguns zumbidos :)))

      Eliminar

  6. Hummm...
    Para além do humor negro óbvio (bem mauzinho por sinal) esta piada é mais profunda do que parece à primeira vista!
    Eu deixo esta dúvida no ar: se o agricultor "se livrou" da mulher mas não se quis desfazer da mula, é porque...


    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. A Agrado já esclareceu, sem espaço para dúvidas, essa hipótese
      Que eu também contemplei, confesso :))))

      Eliminar
  7. Pedro, o homem que se cuide com a concorrência.
    Mulas há muitas :):):)

    Boa semana e um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. O que para aí há delas, António
      Algumas nem ajudam na lavoura :)))
      Aquele abraço e votos de boa semana!

      Eliminar
  8. Ui, que mau! Mas olhe que o que não falta por aí são uma série de homens igualmente refilões... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  9. Há mulheres muito chatas!!!
    (Homens também, mas isso agora não interessa nada)
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Su.
      Chatinhos dos dois lados.
      Mas isso até dá mais cor à vida.
      Boa semana!

      Eliminar
  10. Ouvi dizer que os homens se quotizaram para alugar a mula ao agricultor. Cada dia da semana ela ia a um vizinho e ao fds ficava em casa.Foi assim que nasceu a mula da cooperativa!
    Boa semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário cinco estrelas, Carlos!
      Boa semana!!

      Eliminar

    2. E eu diria mais... comentário brilhante!

      (^^)

      Eliminar
  11. AHAHAHAH! Ai, Pedro Coimbra, seu maroto! Então e a sua mulher, que pensa ela disto?
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mulher passa pouco por aqui, Miú Segunda.
      Ainda bem, não é?? :)))
      Beijinhos!

      Eliminar