20 de março de 2013

Um segundo antes de...(12)


12 comentários:

  1. Essa imagem me deu até um desespero...

    ResponderEliminar
  2. BUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!!! :))))

    Abraço, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer coisa como isso, Ricardo :)))
      Aquele abraço!!

      Eliminar
  3. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Certamente os cilindros estavam vazios, porque senão até a máquina fotográfica ficaria calcinada após a explosão...
    Caloroso abraço! Saudações pirotécnicas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curioso que ainda ninguém tivesse colocado essa possibilidade, Amigo João Paulo de Oliveira :)))

      Eliminar
  4. Ou as botijas estão vazias, ou o gajo é maluco mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas olhe que, pelo que me dizem, o risco de explosão, nestas botijas e nos veículos de transporte de combustíveis, e maior quando estão .......vazios.
      O gás que ali se acumula explode com muito maior facilidade.
      Será assim?
      Vendo como comprei.

      Eliminar
  5. Esta foto fez-me recordar um dia em que entrei em pânico, ao ver uma situação muito semelhante, no Centro de Formação Profissional de Mong Ha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a benção de Nossa Senhora e da deusa A-Má por aqui pode-se fazer de tudo, Carlos.

      Eliminar
  6. Como diz o Professor João Paulo de Oliveira, não aconteceu nada caso contrário não haveria foto...
    Se bem que me faz lembrar aqueles videos parvos com crianças em que estas estão em situações em que estão prestes a magoar-se e os pais continuam a filmar :p

    ResponderEliminar
  7. Ou, então, só sobrou a foto, Poppy :)))

    ResponderEliminar