Anedota em tempos de pandemia


Maria era uma jovem médica infecciologista que vivia num prédio de apartamentos. 
Fazia muitas noites no hospital e, portanto, era vista frequentemente pelos vizinhos a sair ao final da tarde e a voltar toda rebentada de manhã.
A pouco e pouco, a Maria foi notando que todos os dias se assomavam à janela mais e mais pessoas, que olhavam para ela com um ar discriminatório e cochichavam entre si.
Os dias foram passando e era cada vez mais a vizinhança que vinha à janela. 
A certa altura já todas as varandas se enchiam de gente cada vez que a Maria entrava ou saía de casa. 
Certo dia a dona Alberta, do rés-do-chão, que era uma daquelas velhotas coscuvilheiras bem espevitadas, perguntou à Maria quando a viu chegar a casa de manhã: 
- Oh menina !... Desculpe a minha pergunta, mas a menina por acaso é médica? 
- Não. Sou prostituta. Porquê? 
- Ah pronto! Já estou mais descansada! 
É que estava aqui cheia de medo que fosse médica e andasse a trazer o coronavírus aqui para o prédio! 
A velha virou-se para a restante vizinhança e gritou bem alto: 
- Falso alarme! É puta! 
Ouviu-se um grande suspiro de alívio pela rua, à medida que toda a gente voltava para dentro de casa, continuando as suas vidas como se nada se tivesse passado. 


BOM FIM-DE-SEMANA

Comentários

  1. Respostas
    1. Esse Ricardo é do balacobaco, hein, Pedro.

      Eliminar
    2. Obrigado Silvio Afonso, obviamente que a anedota não é minha, mas tem muita piada !

      Eliminar
  2. Bom dia
    Não fora essa resposta , no dia a seguir tinha lá toda a comunicação social a porta do prédio .
    BFS

    J R

    ResponderEliminar
  3. weird times on planet indeed

    wishing you health peace and prosperity Pedro !

    ResponderEliminar
  4. Health, peace and prosperity soa muito melhor que "bom fim de semana". Alinho nessa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. há profissões que passaram a assustar na linha da frente, Pedro,
      como os tempos mudaram! eh eh eh

      Eliminar
  5. Livrou-se de boa!
    Abraço, saúde e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se a prostituta tivesse Covid???
      Ninguém pensou nisso... :))))
      Abraço, bfds

      Eliminar
  6. Com muita piada.
    Caro Pedro, um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Mudam-se os tempos e as vontades, mas os preconceitos ficam, Pedro.

    Beijinhos, bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As profissões que passam a ser respeitadas, Janita!!!
      Beijinhos, bfds

      Eliminar
  8. A acabar a semana com boa disposição por aqui.
    Bom fim de semana!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  9. Médica esperta :) :)
    Bom fim de semana

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
  10. Fez bem, fez bem... Caso contrário teria problemas... como algumas pessoas tiveram.

    Buen finde :)

    ResponderEliminar
  11. Respirou-se de alívio!
    Bom fim de semana, um abraço.

    ResponderEliminar
  12. Nem tudo o que parece é...Nem tudo o que é...se quer que seja...
    .
    Saudações poéticas

    ResponderEliminar
  13. Num tempo destes convém sorrirmos para espairecer! Amei! Lool
    -
    Estória esculpida no meu coração

    Beijos. Bom fim de semana!:)

    ResponderEliminar
  14. Espectáculo!!!
    Gostei!
    Beijo, bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  15. Mais vale ser puta do que médica em tempo de pandemia!
    Realmente, mentes perversas....
    Obrigada pela boa disposição, bjs
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  16. Fiquei me perguntando se os ocupantes do apartamento foram finalmente expostos ao vírus pelo médico ...

    Estou entretido com esta história de comédia.
    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei a sua, Pedrão. Agora escuta a minha;
      Não temos vaga, disse o hoteleiro ao velho vendedor altas horas da noite.
      - Mas nem uma cama?, pode ser no corredor, não me importo. Só quero descansar - disse o velho.
      - Bem, sendo assim o senhor pode dormir com o senegalês. Ele é jovem e grande, mas como a cama também é, dá bem para os dois.
      De madrugada o velho acordou o rapaz aos gritos;
      - Ei, ei, acorda, acorda! Acorda e me diga onde tem um puteiro porque eu preciso transar. Olha só como estou, oh! - Disse o velho.
      - Meu senhor, são duas horas da madrugada, está tudo fechado e nessa cidade não tem puteiro e pra terminar, isso que o senhor tem duro na mão não é o seu, mas o meu...

      Eliminar
  18. :))). Tem presença de espírito e sabedoria, a garota.
    BFS, Pedro.

    ResponderEliminar
  19. Salvo erro foi em Espanha que quiseram correr com pessoal médico, mas Esta foi bem inteligente:))))

    Beijos e um bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pessoal médico, de enfermagem, os bombeiros, foram excepcionais nesta pandemia.
      E continuam a ser.
      Profissões que exigem dedicação completa.
      Beijos

      Eliminar
    2. Imaginei logo que essa vizinhança intrometida e cusca era italiana! Ahahah.

      Eliminar
  20. A anedota, como é óbvio, não é minha, mas é excelente !
    Obrigado e abraço Pedro

    ResponderEliminar
  21. Uma excelente resposta para se ver livre de chatices.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. :))) dá para rirmos e para ficarmos preocupados com as notícias de reacções populares contra os médicos, enfermeiros e auxiliares

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares