29 de junho de 2017

Intemporais (79)

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Sentar-se relaxada, com um bom livro, e ouvir esta obra de arte é top, Catarina.

      Eliminar
  2. Fiquei emocionada, atrevo-me até a dizer que esta é uma das músicas que marcou a minha vida.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta versão, só com voz e piano, é fenomenal, Manu.
      O original é genial, o filme é genial, esta versão é sublime.
      Beijos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. O original é fabuloso, Carlos.
      Esta interpretação absolutamente sublime.

      Eliminar
  4. A genialidade de Ennio Morricone mostra-se bem nas suas composições !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui numa interpretação com voz e piano que até arrepia, Ricardo

      Eliminar
  5. Ennio Morricone!! Uma das mais belas composições que conheço.
    Parabéns pela sua escolha, eu já tinha visto o vídeo aqui.
    Bjs, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta versão, apenas com piano e voz, numa excelente acústica, até arrepia, Tais Luso.

      Eliminar
  6. Estou pasma com a sonoridade que esta cantora consegue atingir com a sua voz.
    Vou anotar o seu nome para poder pesquisar sobre ela.
    Aqui nem está em causa falar da genialidade de Morricone comprovada em mais um dos seus belíssimos temas (que são tantos) !
    O que este teu post tem de notável é a voz desta "miúda", pois até quase custa a crer que é real!
    Parece que está a imitar (com a voz) a interpretação de KATICA ILLÉNYI tocando o seu THEREMIN.

    Vou fazer como a Catarina... vou ouvir outra vez!
    Beijinhos cristalinos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Simplesmente soberbo, não é?
      Também vou ouvir outra vez.
      Beijinhos

      Eliminar