2 de agosto de 2016

Hillary Clinton vs Donald Trump


Estão definidos os candidatos Democrata (Hillary Clinton) e Republicano (Donald Trump)à sucessão de Obama.
Depois de um negro ter pela primeira vez ocupado o cargo de Presidente dos Estados Unidos chega a vez de uma mulher se apresentar também pela primeira vez como candidata ao lugar.
Uma notícia que não o devia ser porque deveria ser mais que normal uma mulher ocupar o cargo de Presidente dos Estados Unidos ou outro qualquer.
Este é um dos atractivos da disputa eleitoral que se avizinha.
O outro, o mais relevante, será perceber se não há lugar a alternância de poder.
Se é verdade que ambos os candidatos não mobilizam, sobretudo se comparados com Obama, a verdade é que a perspectiva de ver Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos é francamente assustadora.
Trump, duro, xenófobo, tresloucado, figurante de show business, não pode tornar-se o homem mais poderoso do Universo.
Nem vale a pena apontar a óbvia preparação política da candidata democrata e a total ausência de preparação e currículo político do candidato republicano.
Trump, na sua megalomania e com as suas manias, é perigoso.
Para os Estados unidos e para o resto do Mundo.
Se há eleições em que não pode haver dúvidas acerca do sentido de voto, a próxima eleição presidencial americana está lá  bem no topo.
Obviamente “voto” Hillary.

46 comentários:

  1. Nunca tinha comentado tanto sobre política como o tenho feito ultimamente nos vários blogues que visito.

    Há alguns que não gostam de Clinton. Não confiam nela. E vão confiar no Trump? Um candidato que não sabe “filtrar”, que diz os maiores disparates, que profere insultos, que não assume a responsabilidade por aquilo que diz.

    Reconheço as suas qualidades para um reality show, mas NUNCA para ser o presidente da nação mais poderosa.

    Clinton tem 40 anos de experiência!!! Não é perfeita, mas nenhum candidato ou presidente o é.

    Vamos "votar" por Clinton!!! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hillary não tem a capacidade de mobilização, nem o carisma, que tinha o marido, que tem Obama.
      Mas tem currículo, conhecimento, capacidade, contactos, bom senso e sensibilidade.
      Tudo o que falta ao disparatado e tresloucado Trump.
      George W. Bush foi muito mau.
      Trump seria, não tenho dúvidas, muito pior.
      Confesso que tenho muito receio do que pensará e fará a célebre América profunda, a América que ainda gosta de cowboys e dureza no discurso e na política.
      É para essa América que Trump fala e é por essa América que é ouvido.
      Assim como tenho receio da tradição de alternância partidária.
      Espero bem ter pela primeira vez uma mulher como Presidente dos Estados Unidos.
      Eu "voto" Clinton.

      Eliminar
  2. Subscrevo inteiramente e Trump é assustador em todos os sentidos. Voto em Clinton.

    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho medo é dos doidos que votam Trump, Fatyly.
      E, não tenhamos ilusões, são muitos.
      Beijos, um bom dia

      Eliminar
  3. Parece impossível crer em como esse Trump repugnante
    atingiu o estatuto que tem, num país democrático!
    O mundo anda endoidecido!

    Beijinho, Pedro.
    ~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nos Estados Unidos tudo é possível, Majo.
      Não esqueçamos que são os mesmos Estados Unidos que elegeram e reelegeram(????) George W. Bush.
      Daí a campanha democrata insistir tanto na necessidade de ir votar, no apelo ao voto.
      Para que não haja surpresas desagradáveis e de consequências imprevisíveis.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Como sabe, pelo que escrevi ontem no meu Rochedo,estou totalmente de acordo consigo, Pedro. Só não me espanto peo facto de Hillary ser a primeira mulher candidata. Quando vivi nos EUA constatei que eles são muito mais machistas do que os europeus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo tão machistas, e eu concordo consigo, ainda é mais espantoso que, finalmente, tenham uma mulher candidata à presidência, Carlos.
      Que ganhe e nos livre daquela coisa alaranjada.

      Eliminar
  5. Farto-me de dizer que ainda não vi um preto na presidência americana! Quando muito um MULATO! O que para mim tanto dá ! Que seja euroamericano, afroamericano ou sinoamericano. Tenho isso sim 99% de certezas que nesse lugar nunca verei um americano de verdade, sim isso mesmo um índio, indígena mesmo, daquelas nações índias, navajos cherokie, pé negro, pawanee, moicano ou outra qualquer. Concorda ou não comigo caro Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como dizia Michelle Obama, quem diria que ela hoje acorda numa casa construída por escravos, álvaro silva.
      Mas isso já aconteceu.
      E olhe que ainda não foi assim há muito tempo que pessoas de cor nem os transportes públicos podiam usar.
      Não será nas nossas vidas que um nativo ocupará a presidência dos Estados Unidos.
      No futuro?
      Não me atrevo a afirmar peremptoriamente sim ou não.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Que apoia Hillary Clinton, Teresa.
      A disputa entre ambos foi intensa, correcta, teve dignidade e elevação.
      Agora é tempo de reunir forças como afirmou, por exemplo, Sarah Silverman.

      Eliminar
    2. A campanha contra o Bernie Sanders foi muito suja, mesmo assim, ele apoia a Hillary, o mal menor. Muitos dos adeptos do Bernie votam na candidata dos verdes, embora sejam votos perdidos.

      Eliminar
    3. É melhor reunir forças (Bernie Sanders deu o exemplo) para não haver surpresas desagradáveis, Teresa...

      Eliminar
  7. Se dúvidas ainda tivesse quanto ao futuro inquilino da Casa Branca, dissipei-as durante o Congresso Democrata.
    O discurso de Bernie Sanders foi mobilizador e uniu o Partido quando este parecia já estar a decompor-se.
    Também Barack Obama, presente no Congresso discursou de tal forma que não deixou ninguém impávido.
    Hillary Clinton está mais perto, até dos que não a aceitavam. O facto de ser a primeira mulher a presidir os EU diz pouco. Como diria Jorge Jesus, são 'peaners'.

    O Partido Republicano está cada vez mais dividido, seguindo o caminho inverso do opositor. Aquilo parece um ninho de ratos.

    Acredito na vitória dos democratas.

    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os apoios que Hillary tem recebido estão a catapultá-la para a frente da corrida.
      Mas é necessário, e os democratas estão a fazer isso mesmo, mobilizar as pessoas e levá-los a votar.
      Caso contrário corre-se o risco de ver o homem dos reality shows a presidir na realidade.
      Nem quero pensar noutra possibilidade que não seja a vitória dos democratas e de Hillary Clinton, António.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Eu também !

    No entanto e como a esmagadora maioria dos estado-unidenses é inculta e pouco inteligente, receio muito que seja o alucinado Trump a vencer. Se assim for , DEus nos valha !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem quero pensar nessa hipótese, São.
      Porra!!!

      Eliminar
  9. A sociedade americana é um tanto patológica, mas do mal o menos, Pedro!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhum deles mobiliza, CÉU.
      Mas é impossível comparar uma estadista como é Hillary Clinton com um apresentador de programas de TV popularuchos como é Trump.
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Dêem um equipamento ao Trump e ponham-no num ringue a apanhar murros.
    Quem sabe se não é. essa a sua vocação......
    Esperemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele põe-se a jeito para levar porrada TODOS OS DIAS, Agostinho.
      Assim não se pode queixar...

      Eliminar
  11. Espero bem que seja ela.
    Se ganhar e se se fizer acompanhar de bons conselheiros, certamente que os americanos não vão arrepender-se.
    Se ganhar o louco doTrump, o mundo vai tremer de vez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem quero pensar na hipótese do homem dos reality shows ganhar, cantinhodacasa.
      Demasiado mau para ser possível que tal aconteça.

      Eliminar
  12. Adivinhem só quem são os maiores doadores para a campanha de Hillary Clinton?

    A resposta aqui:

    http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/08/adivinhem-so-quem-sao-os-maiores.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As coisas que nos dá a conhecer, João José Horta Nobre!!
      Já agora, quem são os doadores do Donald???
      Tudo gente séria, como seria de esperar.
      Séria quando não se ri, obviamente.

      Eliminar
    2. «Já agora, quem são os doadores do Donald???»

      Diga-me você quem são eles. Mostre-me lá quem são os supremacistas judeus e grandes banqueiros mafiosos de Wall Street que andam a injectar dinheiro na campanha de Donald Trump. Venham de lá os nomes e eu com todo o prazer os divulgarei no meu blog.

      Pois é... não me vai conseguir dar um único nome, porque o Trump simplesmente não aceita dinheiro dessa gente...

      Eliminar
    3. O dinheiro da campanha dele vem todo de proveniência o mais lícita possível, meu caro.
      Gosta do palhaço cor de laranja?
      Fique lá com ele e que lhe faça bom proveito.
      Mas não venha vender esse peixe para aqui porque ninguém lho compra.

      Eliminar
    4. Eu fiz ao Pedro uma pergunta sobre factos e o Pedro respondeu fugindo à pergunta, porque sabe que não tem maneira de me dar uma resposta e sabe que eu tenho razão.

      Volto a insistir: Mostre-me lá quem são os supremacistas judeus e grandes banqueiros mafiosos de Wall Street que andam a injectar dinheiro na campanha de Donald Trump. Venham de lá os nomes e eu com todo o prazer os divulgarei no meu blog.

      Eliminar
    5. Não respondi, nem respondo.
      Porque pura e simplesmente não quero.
      Ainda não percebeu isso??

      Eliminar
    6. O Pedro quer mais factos, aqui os tem.

      Porque é que as elites judaicas (e cosmopolitas) odeiam Donald Trump:

      É só ler e ver os videos com muita atenção:

      http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/06/porque-e-que-as-elites-judaicas-odeiam.html

      Como pode ver, factos e argumentos não me faltam, você é que parece ser parco em argumentos, pois não só não consegue responder às perguntas que lhe se colocadas, como ainda foge ao assunto que interessa realmente, recorrendo à falácia do espantalho, que é um velho truque que comigo simplesmente não funciona.

      Eliminar
    7. «Não respondi, nem respondo.
      Porque pura e simplesmente não quero.
      Ainda não percebeu isso??»

      Ainda bem meu, caro! Acabou apenas de reconhecer que não me consegue refutar, tal como não me conseguiu refutar há algum tempo atrás quando o confrontei com os argumentos a favor do brexit e bem sei que você na altura não me levou a sério, mas tal como eu previ e desejava, o brexit venceu.

      Você ainda não percebeu que é um simples amador ao pé de mim? Eu ando nisto há muitos anos Pedro e por mais que me ataquem e lancem pedras, nunca desisto e pouco a pouco, tenho ido marchando de vitória em vitória.

      O brexit já foi, falta agora meter o Trump e a Marine Le Pen no poder e de seguida rebentar com a União Europeia. Não gosto muito do Putin por causa do que ele fez na Ucrânia, mas sempre conto com ele para nos dar uma ajudinha a dar o golpe final à União Europeia e por consequência, aos planos maquiavélicos das elites judaicas e da Superclasse Mundialista.

      Está tudo a ir no bom caminho e os Deuses estão a nosso favor.

      Eliminar
    8. Vamos ver se a gente se entende de uma vez por todas João José Horta Nobre.
      Seja lá você quem for, porque se esconde atrás de mil caras, não gosto de si, não gosto das suas ideias, das suas manias, taras, teses de perseguição.
      Faça o que quiser com elas, venda-as a quem as compre, mas DESAMPARE-ME A LOJA!
      A partir de hoje não volto a publicar nenhum comentário seu, muito menos a responder-lhe.
      Entendeu ou é preciso fazer um desenho?
      Não é que não saiba/possa responder às suas questões.
      NÃO QUERO, NÃO LHE DOU ESSA CONFIANÇA!
      Passe bem.

      Eliminar
  13. Não há candidatos perfeitos... e nenhum dos dois vai conseguir endireitar os EUA e muito menos o mundo.
    Neste caso o meu voto não vale para nada mas, a ter de escolher, vou pelo mal menor: Hillary, claro!

    Beijinhos sem direito a voto
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhum dos dois efectivamente mobiliza, Afrodite.
      Mas aquela coisa alaranjada mete medo.
      Hillary, sem sombra de dúvida.
      Beijinhos

      Eliminar
  14. Não passas de um filho da puta Pedro Coimbra. Fica descansado que não nos vamos esquecer de ti, seu animal de merda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que sou uma pessoa inesquecível, Anónimo.
      Mas pensei que não era merecedor de tanta importância.
      Perder tempo a enviar comentários deste género é mesmo de quem, além de desiquilibrado, não tem nada de interessante para fazer.
      Sabe que mais?
      Tenho pena de si...

      Eliminar
    2. Ao Pedro, tu tá mas é calado pá. Não conseguiste responder a nenhuma das perguntas que o João José Horta Nobre te colocou e ele até foi educado contigo. Tu és um intolerante, percebes? Não toleras ideias ou opiniões diferentes e desta vez quem ficou mal foste tu e não o João José Horta Nobre.

      É exactamente essa postura que o Pedro Coimbra teve, que dá actualmente força à extrema-direita. Esperava mais inteligência da sua parte.

      Eliminar
    3. Nossa. Mas não se pode ter e omitir uma opinião?
      O anónimo deve ser norte coreano Ahahahah!

      Eliminar
    4. Ivan Baptista,
      Você é zarolho??
      EU fui mal educado com aquela criatura que diz chamar-se João José Horta Nobre?
      Meu caro, este espaço é MEU.
      E faço com ele o que me der na real gana.
      Entendido?

      Eliminar
    5. Eu quero que se saiba, que não sou essa pessoa que escreve com o meu primeiro e ultimo nome, naquele comentário ai em cima.
      Ou alguém também tem esse mesmo nome, ou nick, ou alguém se anda a passar por mim.
      O estilo de escrita, não é lá muito igual ao meu.

      Eliminar
    6. Portanto, não tenho nada haver com esses comentários que passam por aqui no seu blog

      Eliminar
    7. Há para aqui uns parasitas que resolveram usar este espaço para importunar e insultar quem escreve e quem comenta.
      Não tenho publicado os comentários que tenho recebido porque são demasiado reles para lhes dar aqui espaço, Ivan Baptista.
      Não vale a pena aborrecer-se com escumalha como esta.

      Eliminar
  15. Eheheh.
    Pena que nós cá não tenhamos «voto» na matéria do voto :)

    Sinceramente, eu não sei.
    Na américa tudo é possível. E como lá gostam de tipos como o TRUMP e a Hillary nunca foi uma bomba de popularidade.... A EUA, como outros países como o nosso por exemplo, por vezes vai pela estampa e pela novidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que me assusta é precisamente saber que efectivamente nos EUA tudo é possível, Portuguesinha.
      Esse facto, e a tendência de alternância no poder, fazem prenunciar o pior.
      Oxalá, para bem de todos, não seja assim.

      Eliminar