9 de dezembro de 2015

A Cimeira do Clima em Paris e a poluição atmosférica em Pequim


A hipocrisia parece não conhecer limites quando, poucos dias depois da realização da Cimeira do Clima, em Paris, os cidadãos de Pequim se encontram encurralados nas suas casas ou protegidos por todo o tipo de máscaras nas ruas (aqueles que têm coragem de sair à rua), procurando escapar a níveis de poluição assustadores.
Às declarações de investimentos fabulosos na procura de fontes de energia renováveis, não poluentes; aos compromissos políticos no sentido de pôr termo às alterações climáticas; aos discursos inflamados afirmando que estamos à beira do ponto de não retorno e que temos de parar de destruir o Planeta; sucede a dura realidade - uma capital chinesa com níveis de poluição que chegam a ultrapassar em 15 vezes os máximos recomendados pela Organização Mundial de Saúde.
Escolas encerradas, serviços públicos encerrados, empresas aconselhadas a adoptar horários flexíveis, automóveis a circular em dias alternados conforme as respectivas matrículas sejam constituídas por números pares ou ímpares, o caos numa cidade coberta por uma nuvem de poluição absolutamente impressionante.
Enquanto não forem fixadas metas muito concretas para os níveis de poluição permitidos, e sanções também muito concretas e realmente dissuasoras para os incumpridores, institucionais ou privados, continuaremos a assistir a desfiles de vaidades ao mesmo tempo que milhões de cidadãos no Planeta têm de abandonar as suas rotinas diárias e deixar as suas vidas em pausa.

32 comentários:

  1. Uma grande verdade amigo. Fala-se muito,mas na hora de agir, pesa mais o lucro fácil. Esquecem que este é o único planeta que temos e que matando-o, estamos a acabar com a vida nele.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta poluição à volta de Pequim é causada pelas toneladas de carvão que são queimadas por fábricas ali em volta.
      Combustível mais facilmente acessível e mais barato mas também altamente poluente, Elvira Carvalho.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Tenho acompanhado as notícias e tanta reunião, tanta hipocrisia e nada é feito em prol de...e o povo que aguente com toda a poluição, porque quem manda está bem protegido.

    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As imagens são de um cenário dantesco, Fatyly
      Tudo ao mesmo tempo que se discute o combate às alterações climáticas.
      Até onde chega a hipocrisia....
      Beijos, um boa dia também

      Eliminar
  3. Gostava muito de ir a Pequim, porém, com uma mulher asmática e filhas pequenas tal tarefa é impossível nas actuais condições.

    Aquele abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pequim é uma cidade fantástica, Ricardo.
      Nesta altura, nem pensar.
      No Verão, com a poluição controlada, porque eles conseguem controlá-la!!!!!, vale a pena visitar.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Enquanto não forem desmantelados certos lóbis a poluição irá continuar, espero que a pressão dos povos seja muita para se poder dar a volta a esta terrível situação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito mais em multas muito dolorosas que na pressão das populações, Francisco

      Eliminar
  5. Eles falar falam, e muito. Fazer é que...
    Quando o mais importante é o lucro financeiro, tudo o resto fica em segundos, terceiros e demais planos.
    Grande abraço pah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma razão para eu pensar em multas pesadíssimas, Kok.
      Quando o lucro for inferior ao montante das multas....
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. Eu confesso, acho estas cimeiras um bocadinho de palhaçada.

    ResponderEliminar
  7. Tem toda a razão Pedro.
    Nem sei o que comentar é vergonhoso.

    Tenha um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Criminoso, Karocha, criminoso.
      Tenha um bom dia também

      Eliminar
  8. Acho que são mais as sanções pesadissimas e que façam mossa o que resolverá o problema, porque metas e multas leves não levam a lado nenhum.

    O cinismo dos dirigentes mundiais está presente, infelizmente, em todas as áreas de intervenção desde o combate ao terrorismo até à duplicidade de critérios, passando pela Democracia e seu funcionamento em cada país.

    Para si e suas meninas lindas uma excelente semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está visto que o que dói a estes tipos é o bolso, São.
      Como tal....
      Uma excelente semana para si também

      Eliminar
  9. Penso que as cimeiras do clima são uma espécie de coisa que está planeada e tem que ser feita. Quase ninguém está interessado em melhorar o clima. Primeiro estão, como é fácil de perceber, outros interesses.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A China, nesse aspecto é um paradigma, António.
      A segunda economia mundial é, supostamente, uma economia em desenvolvimento.
      Como tal não pode ser afectada no seu crescimento.
      Aconteça o que acontecer ao clima e ao Planeta.
      Aquele abraço

      Eliminar
  10. ~~~
    Absolutamente impressionante!!

    «O feitiço virou-se contra o feiticeiro.»

    ~~~ Beijinhos. ~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o "feiticeiro" não quer perceber, Majo.
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Estas Cimeiras metem-me enjoo, Pedro! Pura hipocrisia!

    Desde há décadas que as grandes potencias mundiais andam a ser coniventes com a poluição do meio ambiente, permitindo que as indústrias cresçam desenfreadamente e intoxiquem a população e depois reunem-se para quê?
    Pura farsa, é o que é!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teatro, Janita, puro teatro.
      O povo não gosta de pão e circo??
      Beijinhos

      Eliminar
  12. Pedro, desculpe a ousadia mas - a propósito da Cimeira e da pseudo preocupação com as alterações climáticas - gostaria que desse uma vista de olhos neste post de um blog amigo, do qual sou leitora há vários anos:

    https://taawaciclos.wordpress.com/2015/12/06/522/

    Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já li e está um mimo.
      As referências é VW e ao Arnold músculos são na mouche!!!
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Mau de mais, Pedro! Um mundo de hipocrisia, de egoísmo e de indiferença. Mas todos apostados em fazer belos discursos carregadinhos de belas palavras ocas e frases vazias.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dão belas parangonas e pouco mais que isso, Graça.
      Infelizmente :(
      Beijinhos

      Eliminar
  14. Muito estranho (ou talvez não) como ao fim de tantas e tantas reuniões mundiais para combater as agressões ambientais, o problema se agrave cada vez mais, o que prova que não há a menor vontade em tomar medidas concretas !
    Outros "valores" falam mais alto e daí a ineficácia destas cimeiras ! ... Até quando ? ... (???)

    Abraço Pedro !
    :)

    ResponderEliminar
  15. Muito estranho (ou talvez não) como ao fim de tantas e tantas reuniões mundiais para combater as agressões ambientais, o problema se agrave cada vez mais, o que prova que não há a menor vontade em tomar medidas concretas !
    Outros "valores" falam mais alto e daí a ineficácia destas cimeiras ! ... Até quando ? ... (???)

    Abraço Pedro !
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses $$$$$$ valores é que são importantes, Rui.
      E ficam acima de tudo o resto.
      Aquele abraço

      Eliminar
  16. O homem não aprende!
    Estas notícias da poluição na china fez-me recordar a caça aos pardais no tempo do Mão. Por um punhado de trigo ou arroz...
    O chamado progresso e desenvolvimento chinês aproveita a quem?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que a China conseguiu tirar milhões de pessoas da pobreza extrema e construir uma classe média forte, pujante.
      Mas os custos foram brutais.
      Quer em termos ambientais quer no acentuar das desigualdades.
      Há hoje muitos multimilionarios na China.
      E ainda muita gente a viver em condições degradantes.
      As autoridades chinesas tremem de medo ante a perspectiva de tumultos sociais, Agostinho.
      Mas vão continuando com o discurso do progresso económico.
      Até para justificar crimes ambientais.
      Aquele abraço

      Eliminar