13 de março de 2015

O rapaz que vai à farmácia comprar preservativos



- Senhor, dê-me um preservativo. A minha namorada convidou-me para ir jantar esta noite lá a casa, já saímos há três meses, a pobre começa a estar muito quente e parece-me que me vai pedir para lhe pôr o "termómetro". 
O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.
De imediato, volta a entrar, dizendo:
- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a irmã da minha namorada, é uma boazona de primeira, passa a vida a cruzar as pernas à minha frente que às vezes até lhe vejo as entranhas. Acho que também quer algo, e como vou jantar hoje lá a casa...
O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia. 
De imediato, volta a entrar, dizendo:
- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a mãe da minha namorada também é boa como o milho. A velha, quando a filha não está ao pé, passa a vida a insinuar-se dum modo que me deixa atrapalhado, e como eu hoje vou jantar lá a casa...
Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã à frente. 
Nesse instante entra o pai da namorada e senta-se também à mesa. 
O rapaz, baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:
- Senhor, abençoa estes alimentos, bzzzz, bzzzz,bzzzz,... damos-te graças por estes alimentos ... 
Passa um minuto e o rapaz continua de cabeça baixa rezando:
- Obrigado Senhor por estes dons, bzzz, bzzz, bzzz...
Passam cinco minutos e prossegue:
- Abençoa Senhor este pão, bzzz, bzzz, bzzz,....
Passam mais de dez minutos e o rapaz continua de cabeça baixa rezando.
Todos se entreolham surpreendidos e a namorada diz-lhe ao ouvido: 
- Meu amor, não sabia que eras tão crente.
- E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico!!! 

23 comentários:

  1. :)) E foi um grande azar ter ido à farmácia dele...

    ResponderEliminar
  2. Enganou-se na porta. A vida proporciona momentos de surpresa e embaraços que são o tempero para celebração dos dias.
    BFS Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é com cada surpresa, Agostinho!!! :)))
      Bfds

      Eliminar
  3. Em alguma hora ele teria de erguer o rosto... falta saber se não ficou com ele esmurrado!! hehehe

    Mesmo já conhecendo, li de novo esta anedota como se fosse a primeira vez!
    Muito boa!!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era melhor manter a cabeça baixa, Afrodite.
      E sair de fininho..... :)))

      Eliminar
  4. Bem feito pra não ser garganêro!!

    Beijinhos!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita,
      Quem muito fala.......
      Beijinhos

      Eliminar
    2. .......deve render-se à jurisprudência!...

      Como dizia o Vasco Santana...entendido!

      :)

      Eliminar
  5. Foi um jantar de Sexta-Feira 13!
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu jantar hoje não foi nada assim, Elvira Carvalho :)))

      Eliminar
  6. :))) ... Por acaso esta eu já conhecia, mas o Pedro não conhece "a minha" ! :))

    A primeira vez que comprei preservativos (há tantos, tantos anos), corri a cidade toda à procura de uma farmácia que tivesse um homem no balcão. Todas tinham mulheres e eu avançava para a próxima.
    A certa altura,... bingo ! ... Lá estava um homem !
    Entrei cheguei frente a ele e ,,, algo atrapalhado, lá lhe pedi os preservativos. Entretanto o telefone da farmácia tocou, ele vira-se para lá para dentro e diz: Ó Maria anda aqui num instante atender este cliente que eu tenho que atender o telefone ! :(((

    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No tempo em que comprar preservativos ainda era um pecado, Rui.
      Já passámos por cada fase na vida!!

      Eliminar
  7. Já conhecia, mas voltei a dar uma boa gargalhada

    ResponderEliminar
  8. As voltas que a vida dá!
    A propósito de farmácias, mulheres e "coiso", há uma muito boa sobre compressas. Conheces?
    Abração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não for com pressa até lhe dou duas.
      É essa, Kok?? :)))

      Eliminar
    2. Exactamente! São deste tipo de anedotas que eu mais gosto.
      São sublimes, não achas?
      abraço!

      Eliminar
    3. Do melhorzinho, Kok :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Não conhecia a anedota, gostei imenso dela.
    Quanto a profilácticos (a outra forma de designar preservativo segundo o dicionário da Porto editora), nunca tive grandes dramas em lidar com eles. Quando comecei a precisar deles, comprava-os nas máquinas à porta das farmácias. Lembro-me uma vez quando estava com a minha primeira namorada e fiquei como por assim dizer, descalço, lá tive de ir à uma da manhã comprar uma embalagem deles nas tais máquinas à porta das farmácias.
    Actualmente continuo a usar preservativos, mas compro-os na grandes superfícies onde ficam mais em conta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que só demonstra que o Paulo Lisboa é um jovem.
      Esta foi na Figueira da Foz - farmácia cheia, pedido de preservativos, já lá vão uns 30 anos talvez.
      O farmacêutico distrai-se com outras pessoas, vira-se e diz em voz alta -" o senhor quer......pois, pois, está bem"
      Não se podia falar em preservativos, era uma vergonha, mas toda a gente na farmácia percebeu que era disso mesmo que se tratava.

      Eliminar