28 de janeiro de 2015

GRANDES DIFERENÇAS SOCIAIS, MAS NÃO SUBSTANTIVAS


Rico de uniforme :- Oficial
Pobre de uniforme :- Porteiro

Rico com uma arma :- Praticante de tiro
Pobre com uma arma :- Assaltante

Rico com uma pasta :- Executivo
Pobre com uma pasta :- Paquete

Rico com motorista :- Milionário
Pobre com motorista :- Preso

Rico de sandálias :-Turista
Pobre de sandálias :- Mendigo

Rico que come muito :- Gourmet
Pobre que come muito :- Esfomeado

Rico a ler um jornal :- Intelectual
Pobre a ler um jornal :- Desempregado

Rico a coçar-se :- Alérgico
Pobre a coçar-se :- Sarnento

Rico a correr :- Desportista
Pobre a correr :- Ladrão

Rico vestido de branco :- Médico
Pobre vestido de branco:- Padeiro

Rico a pescar :- Lazer
Pobre a pescar :- Necessidade

Rico a subir um monte :- Montanhista
Pobre a subir o monte :- De volta a casa

Rico num restaurante :- Cliente
Pobre num restaurante :- Empregado

Rico barrigudo :- Bem sucedido
Pobre barrigudo :- Cirrose

Rico a coçar a cabeça :- A pensar
Pobre a coçar a cabeça :- Piolhoso

Rico parado na rua :- Peão
Pobre parado na rua :- Suspeito

Rico a conduzir um Mercedes :- Proprietário 
Pobre a conduzir um Mercedes :- Motorista

Rico na loja :- "Eu compro."
Pobre na loja :- "Estou só a ver."

Rico a chorar :- Sensível
Pobre a chorar :- Piegas

Rico traído :- Adultério
Pobre traído :- Corno

Rico com dor de barriga :- Desarranjo Intestinal
Pobre com dor de barriga :- Caganeira

Rico bem vestido :- Empresário
Pobre bem vestido :- Corrupto

Rico de fato :- Administrador
Pobre de fato :- Morto

16 comentários:

  1. Bestial, como se dizia no Liceu ...

    ResponderEliminar
  2. ~ ~ Muitíssimo divertido!

    ~ ~ Muitas das quadras do nosso António Aleixo estão imbuídas destes divertidos preciosismos de linguagem.

    ~ ~ ~ Beijinho. ~ ~ ~
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabedoria popular nos dois casos, Majo.
      No Aleixo e em quem escreveu este texto.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Fico cá a divagar como seria viver numa sociedade onde a desigualdade social não fosse tão acentuada.
    Caloroso abraço! Saudações igualitárias!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria mais justo, mais humano, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Grande abraço

      Eliminar
  4. Só discordo da do médico e do padeiro. É que, pelo menos por aqui, hoje em dia há padeiros bem ricos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu bisavô era padeiro e era rico.
      Mas deserdou a minha avó por ela ter escolhido meu avô (ferroviário e pobre) para marido, Carlos

      Eliminar
  5. Respostas
    1. De uma riqueza diferente da pura riqueza material, papoila.

      Eliminar
  6. Agora o Pedro fez-me lembrar aquela quadra do poeta popular que muito admiro. António Aleixo! :

    " A rica tem nome fino
    a pobre tem nome grosso
    A rica teve um menino
    a pobre pariu um moço!"

    Beijinhos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Majo também se lembrou do Aleixo, Janita
      E realmente faz mesmo recordar o poeta popular.
      Beijinhos

      Eliminar