24 de maio de 2013

O Padre e a pecadora



- Padre, perdoa-me porque pequei (voz feminina)

- Diga-me filha - quais são os teus pecados?

- Padre, o demônio da tentação se apoderou de mim.

- Pobre pecadora, como foi isso filha?

- É que quando falo com um homem, tenho sensações no corpo que não saberia descrever...

- Filha, apesar de padre, eu também sou um homem...

- Sim, padre, por isso vim me confessar.

- Bem filha, como são essas sensações?

- Não sei bem como explicá-las - neste momento meu corpo se recusa a ficar de joelhos e necessito ficar mais a vontade.

- Sério??

- Sim, desejo relaxar - o melhor seria deitar-me...

- Filha, deitada como?

- De costas para o piso, até que passe a tensão...

- E que mais?

- É como um sofrimento que não encontro palavras.


- Continue minha filha.

- Talvez um pouco de calor me alivie...

- Calor?

- Calor padre, calor humano, que leve alívio ao meu padecer...

- E com que frequência é essa tentação?

- Permanente padre. Por exemplo, neste momento imagino  que suas mãos massageando a minha pele me dariam muito alívio...

- Filha?!

- Sim padre, me perdoa, mas sinto necessidade de que alguém forte me estreite em seus braços e me dê o alívio de que necessito...

- Por exemplo, eu?

- Sim padre, você é a categoria de homem que imagino poder me aliviar.

- Perdoa-me minha filha, mas preciso saber tua idade...

- Setenta e quatro, padre.

- Filha, vai em paz que o teu problema é reumatismo...
 

8 comentários:

  1. Ahahah! Coitada da senhora, iludida que o amor não tem idade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na fotografia (Heart Warming) parec que não, Miú Segunda.
      Mas tem, olha se tem!! :)))

      Eliminar
  2. Falando em pecados :) Além de padre é médico :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficou médico de repente, Poppy.
      Depois de ouvir a idade dela :))

      Onde é que tinha visto qualquer coisa relacionada com pecados?
      Pois, já me lembro.....

      Eliminar
  3. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Pobrezinho do Padre.
    Caloroso abraço! Saudações pecadoras!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ele que estava a ficar todo entusiasmado, caro Amigo João Paulo de Oliveira :))

      Eliminar
  4. Olha se ela era mais jovem !? ... Lá teríamos o padre a pecar ! eheheh
    Curioso como "a ocasião faz o ladrão" ! eheheh

    Abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ela fosse mais nova lá se ia o voto de castidade, Rui :)))
      Aquele abraço e votos de bfds!

      Eliminar