16 de maio de 2013

A eficácia, o estupor da eficácia


O Benfica atravessa um período cruel.
Depois da derrota no Porto, já em tempo de descontos, ontem acontece o mesmo na final da Liga Europa com o Chelsea.
No espaço de quatro dias, dois jogos perdidos no fatídico minuto 92/93.
O que é que se pode escrever depois de um jogo como o de ontem?
O óbvio será o mais simples e o mais aconselhável.
Como tantas vezes acontece, ganhou quem foi mais frio, teve a pontinha de sorte essencial nestes jogos, foi sobretudo eficaz.
Em quatro remates à baliza de Artur (para além dos dois golos, há que reter os dois remates de Lampard) o Chelsea faz dois golos, ganha o jogo, ganha a final.
O Benfica apresentou-se desenvolto, com o futebol atractivo e de risco que tanto gosta de jogar, e que tão bem sabe jogar, arriscou bastante depois do golo de Torres, foi ousado, empatou, podia ter virado o resultado, mas não o fez.
Do outro lado, a tal equipa matreira, sabidona, cheia de quilómetros nas pernas dos jogadores, fria, eficaz, mortífera.
Quatro remates - uma grande defesa de Artur, uma bola na barra, dois golos.
Justiça?
Não se deve pensar em justiça ou injustiça.
É uma questão pura e simples de eficácia ou falta dela.
O Benfica sai de Amesterdão naturalmente triste, mas com uma imagem muito positiva.
Mais uma vez, falhou em momentos em que não podia falhar.
E, do outro lado, tinha um exterminador implacável.
Só por isso perdeu o jogo e a final.

À margem do jogo, e já no final do mesmo, um episódio no mínimo enigmático.
Luís Filipe Vieira, assertivo, a confirmar a continuidade de Jorge Jesus no comando técnico da equipa do Benfica independentemente do que aconteça até final da época.
Jorge Jesus, na conferência de imprensa, desalentado, a afirmar que tem que pensar muito bem no seu futuro.
Para acompanhar, e tentar perceber, nos próximos tempos.

Bom fim-de-semana!
Amanhã é feriado em Macau (Dia do Buda) e não haverá blogue.

16 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Estive vendo o jogo foi pena que o Benfica tenmha perdido, mas é o futebol.
    Hoje acordei com tonturas, já não posso perder noites, tal como Jesus que dizia ter três finais e duas já se foram, falta a terceira no Jamor com o Vitória de Guimarães, veremos se Jesus perdeu a luz, e irá para outras paragens, no futebol é assim.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O campeonato ainda não está decidido, Amigo Cambeta.
      Não me canso de repetir isso.
      O Porto está em vantagem.
      Mas têm, os dois, jogos bem complicados no domingo.
      Só depois é que se fazem contas.

      No jogo de ontem o Chelsea foi aquilo que é habitual - frio e letal.
      Coisa que o Benfica não conseguiu ser.
      A experiência é fundamental nestes jogos, Amigo Cambeta.
      Se provas fossem necessárias, o jogo de ontem seria um belo exemplo dessa verdade.
      Aquele abraço!

      Eliminar
  2. O Benfica não mereceu perder mas ... perdeu.
    O Chelsea não mereceu ganhar mas ... ganhou.

    Temos que nos render à evidência dos factos.

    Fiquei muito satisfeito por não ter visto, no 'Arena de Amsterdam', bolas de golfe, tochas, very lights e,igualmente importante, aqueles coros vindos da bancada - local onde em muitos estádios proliferam camelos disfarçados de pessoas - que ofendem os guarda-redes em cada pontapé de baliza.

    Alguém tinha que ganhar. Foi mais feliz a equipa londrina.
    Honra lhe seja feita.
    E Benítez esteve muito nervoso. Ele lá sabia porquê.

    A questão em torno de Jesus e Vieira é uma 'não questão'.

    Jesus vai pensar, isso sim, se assina por dois ou quatro épocas.

    Aquele abraço, bom fim de semana, alargado graças a Buda.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. António,
      Eficácia pura e dura.
      E o Chelsea é terrível nesse aspecto.

      Eu também detesto desrespeito pelos adversários.
      Seja quem for, seja onde for.
      E hoje já vi coisas que não gostei nada de ver.
      Mas prefiro ignorar.

      Volto a escrever o que já hoje escrevi -gloria aos vencedores, honra aos vencidos
      E, acima de tudo, respeito mútuo.

      Não percebi as declarações de Jorge Jesus.
      Se é essa a questão nem é questão como o António bem refere.

      Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana!

      Eliminar
  3. Bom Feriado - vejo que Macau também é pródigo em dias de...- e bom fim-de-semana, Pedro.

    Não entendo praticamente nada de futebóis, mas fiquei muito triste por o SLB não ter trazido a Taça para Portugal.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Feriados religiosos, neste caso, Janita.
      E ha feriados católicos e, como é o caso, budistas
      Não nos podemos queixar.

      Não percebo como é que se pode desejar a derrota de uma equipa portuguesa, seja qual for, em confronto com uma equipa estrangeira.
      Pura estupidez.
      Como não consigo perceber o desrespeito por adversários.
      Como portista que toda a gente sabe que sou, torci pelo Benfica.
      E já hoje vi coisas que não gostei nada de ver.
      Porque é que se vai ofender quem não teve nada a ver com aquele jogo?
      Não entendo.

      Beijinhos e votos de bom fim-de-semana

      Eliminar
  4. A falha dos clubes portugueses é claudicarem nos momentos decisivos!

    Um apena, porque o Benfica até jogou bem, só que os ingleses não desperdiçam oportunidades.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E este Chelsea é de uma frieza e de uma eficácia tremendas, São
      Ratas velhas, como se costuma dizer nestes casos.
      Mas o Benfica foi digno, podia perfeitamente ter ganho o jogo, saiu de cabeça bem erguida.
      Isso é o mais importante.
      Um abraço e votos de bfds

      Eliminar
  5. Bom fim-de-semana
    e um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
  6. Tenho a sensação que, em cada ano que passa, aumenta o número de feriados em Macau. :-)
    Bom fds, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São efectivamente mais agora do que eram sob administração portuguesa, Carlos.
      Estes chineses são terríveis :))
      Aquele abraço e votos de bfds!

      Eliminar
  7. Por cá é ao contrário, cada vez temos menos feriados. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. luisa,
      Já o disse várias vezes, repito - não sei se foi por inconsciência ou se tive visão mas, ao contrário de muitos outros, a perspectiva de uma administração chinesa, inevitável, nunca me assustou.
      Os chineses iam comer portugueses ao pequeno-almoço, iam arranjar problemas com os portugueses que aqui ficassem?
      Para quê?

      Eliminar
  8. É futebol... Não mereceu perder mas perdeu, tenho um nó na garganta com este jogo que está dificil de desfazer... Ainda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Chelsea foi quatro vezes à baliza do Benfica, Poppy.
      Dois golos, uma grande defesa do Artur, uma bola na barra.
      Mais eficaz que isto é muito difícil.

      Eliminar