9 de novembro de 2017

Trump in China is business as usual


A História prega partidas curiosas às pessoas.
Donald Trump, que fez do papão China um dos seus temas favoritos de campanha, festeja um ano como Presidente dos Estados Unidos…na China.
Será fácil adivinhar que temas vai colocar Trump em cima da mesa das conversações – défice comercial, segurança e acesso a águas internacionais, combate ao terrorismo, a Coreia do Norte.
Olhando para os membros que integram a delegação, sobretudo o primeiro dos temas apontados.
A China não estará muito disposta a discutir questões de soberania nacional (pelo menos é assim que a China as vê...), haverá algumas palavras de circunstância acerca da necessidade de deter o minorca Kim nas suas ambições militaristas, será reafirmado o compromisso no combate conjunto ao terrorismo internacional (a realidade a gente vê depois…).
Mas o principal, o que mais interessa, enche os olhos e faz parangonas, são os acordos comerciais.
E aí estamos todos preparados para ouvir falar em muitos biliões, em grandes conquistas dos dois lados.
Em Pequim estarão reunidos os dois homens mais poderosos do Planeta.
Por muitas que possam ser as expectativas em sentido contrário, muito provavelmente o grande tema em discussão não irá muito para além do business as usual.

32 comentários:

  1. É isso amigo Pedro uma visita com muitos negócios de milhões pelo meio e o camarada Putin a ficar para trás.
    Continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  2. É isso amigo Pedro uma visita com muitos negócios de milhões pelo meio e o camarada Putin a ficar para trás.
    Continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  3. E assim vai o mundo : interesses económicos sobrepondo-se a tudo.

    Lamentável!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia

    Existe o ditado: " O que hoje é verdade, amanhã é mentira, e vice-versa." Acreditar na politica e nos politicos é como acreditar que um dia alguém vê o vento.

    Fiz-me seguidor
    O seu blogue está linkado no meu. Se possível gostaria, caso assim o entenda, que houvesse reciprocidade de linkes

    http://brincandocomaspalavrass.blogspot.pt/
    .
    Votos de um dia feliz
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sou seguidor, Gil António.
      Verifique lá no blogue e ali na barra lateral.

      Eliminar
  5. UUU todo mundo já sabe? obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os dois homens mais poderosos do Planeta ali na foto, Nequéren Reis.

      Eliminar
  6. Trump à procura de alianças?
    Parece ser essa a intenção principal do presidente norte americano.
    Não me parece que seja apenas um calendário comercial embora este tenha uma estratégia especial.
    Uma no cravo outra na ferradura? Nunca se sabe o que esta gente pensa mas ... desconfiamos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele está mais numa de caixeiro viajante, António.
      Vende muito e publicita.
      Mas também compra muito que os chineses são como o Saramago - "os comunistas também gostam de dinheiro".
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Boa tarde
    Este Trump, não me inspira confiança. Acho que nem a ninguém.

    Bjos
    Boa Quinta-feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez a quem nele votou, Larissa Santos.
      Veja as sondagens do Washington Post.
      Bjs

      Eliminar
  8. Este senhor não é digno de ter uma foto neste blog. E mais não digo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E, Washington Post dixit, se fossem hoje as eleições voltaria a ganhar, Maria do Mundo.
      Venha o Diabo e entenda!

      Eliminar
  9. Gostava de ser uma mosca, e ouvir do que falam.

    ResponderEliminar
  10. Respostas
    1. O ar de panda sacana que diz como o pássaro - cá calharás :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Também acho que sim, os negócios serão o tema principal. Porque a balança comercial entre os dois países, penso eu, é muito favorável à China.
    Bom resto de semana, caro Pedro.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já é há muito tempo, Jaime Portela.
      E vai continuar a ser por muito mais.
      Trump tem pouca credibilidade para apontar esse problema.
      Ele não beneficiou mais com negócios com a China, até em Macau, porque não lhe foi dada essa possibilidade.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Parece que o mal do planeta, é que os grandes senhores do mundo, Têm cifrões nos olhos e uma caixa forte no peito.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os chineses são lixados, Elvira Carvalho.
      Na véspera da visita de Trump, soube-se agora, testaram mísseis balísticos que podem atingir os Estados Unidos.
      Não, não foi a Coreia do Norte, foi a China a mostrar o músculo.
      Um abraço

      Eliminar
    2. A China, sobretudo esta China de Xi Jinping, não é de brincadeiras, São.
      Pelo contrário.

      Eliminar
  13. Olá!!! :)

    Se tens Facebook e queres dar a conhecer o teu blogue a mais pessoas, e conhecer outros também, adere a este grupo:

    https://www.facebook.com/groups/126383254703861/

    Beijinhos,
    Diana F.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou ponderar essa possibilidade, Diana Fonseca.
      Porque, sim, tenho Facebook.
      Beijinhos

      Eliminar
  14. Terá havido passagem de testemunho?
    O pateta do Trump nem se apercebe das baboseiras que vai proferindo. Enfim, um perú inchado para o Natal...
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas um peru que tarde em ir á degola, Agostinho.
      Ontem já era tarde.
      Aquele abraço

      Eliminar
  15. Disputa de cifrões, com toda a naturalidade. De resto, os assessores lá estão para fazer o seu trabalho: escrever um texto adequado para a comunicação aos jornalistas.

    Abraço, Pedro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E os cifrões já foram mais ou menos divulgados, AC.
      E são MUITOS!!!!
      Aquele abraço

      Eliminar