30 de novembro de 2017

Nova coligação ou governo minoritário?



Afinal a anunciada tempestade política na Alemanha não passará de uma ameaça.
E Angela Merkel deverá manter-se como chanceler.
Submetidos a intensa pressão, interna e externa, CDU e SPD, Angela Merkel e Martin Schulz, recuaram nas suas posições iniciais e cederam à pressão sobre ambos exercida.
Angela Merkel recusava formar um governo minoritário, Martin Schulz recusava ser parte de qualquer solução governativa e queria ser apenas oposição.
O falhanço da coligação “Jamaica”, que a União Europeia olhava com alguma desconfiança, aliada às posições extremadas dos dois partidos mais votados, ameaçavam abrir uma crise política sem precedentes na Alemanha do pós II guerra.
Os dias passaram rápido e o cenário de eleições antecipadas, desde sempre recusado como uma inevitabilidade pelo Presidente Franz-Walter Steinmeier, adensava-se.
Mas as movimentações de bastidores mantinham-se e a alta probabilidade de, nesse cenário de possíveis eleições antecipadas, os resultados eleitorais serem em tudo semelhantes aos alcançados nas recentes eleições, começavam a deixar no ar a possibilidade de um recuo estratégico dos dois partidos mais votados.
No interior dos quais muitas vozes desde sempre defenderam uma qualquer aliança que viabilizasse um governo maioritário e afastasse da solução governativa as extremas esquerda e direita da política alemã.
O recuo de SPD e CDU deverá permitir alcançar um acordo de governação na Alemanha.
Uma solução maioritária, com o SPD a integrar o Executivo, ou minoritária, com os sociais democratas alemães a apenas garantirem apoio parlamentar, é a dúvida que subsiste.
O que parece já não oferecer dúvidas é que se caminha para uma solução governativa na Alemanha a envolver os dois partidos mais votados (CDU e SPD).
Dois partidos que saem beliscados de todo o processo e com os seus líderes claramente enfraquecidos depois do necessário recuo estratégico face às suas posições de força iniciais.


32 comentários:

  1. Bom dia. Confesso-me uma analfabeta politica :))

    Hoje: [Quero ser a lua, a noite, a chama que chega]

    Bjos
    Feliz, Quinta-Feira

    ResponderEliminar
  2. Vamos lá ver se o Sr. Martin Schulz volta com a palavra atrás e forma governo, não vai ser fácil o entendimento.
    Continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode não fazer parte do governo, Francisco.
      Mas viabilizar esse governo, que seria da CDU, no parlamento.
      Uma geringonça alemã e à direita.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Caro Coimbramigo

    O texto está bom. Mas eu não estou
    __________________

    NOUTRO REGISTO

    Anteontem estava muito triste! E continuo a estar. A Raquel tinha ido acompanhar o meu irmão Braz (pois o cancro agravou-se) numa ambulância do INEM ao hospital de Santa Maria! Maldito cancro na próstata. Estava com dores insuportáveis. O psa que devia ser 4 era 1520!!!!! Obviamente ficou internado.
    Estive e estou a esperar aqui em casa porque a bengala que uso não me dá a possibilidade de o acompanhar. Nem quero pensar que ele vai ficar tramado…esperando o final.
    Irei dando notícias porque tu, querida amiga, mereces.
    Qjs do que assina desanimado e apavorado
    Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há anos que me debato com problemas de próstata, FerreirAmigo.
      No dia do meu quinquagésimo aniversário estava a fazer aqueles testes óptimos que todos os homens acima dos 40 conhecem.
      Até o médico me perguntou se não queria adiar.
      Nunca tive dores, vou à casa de banho constantemente.
      A partir de certa idade, mais ou menos TODOS os homens terão problemas de próstata.
      O teu irmão é um caso extremo.
      Rezo para que ele não sofra e para que melhore.
      Essa maldita doença que não desaparece da face da Terra, porra!
      Grande abraço solidário para ti, beijos para a Raquel, um abraço para o teu irmão

      Eliminar
  4. Enfim, esperemos que tudo funcione adequadamente....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os extremistas de direita e de esquerda fora do governo já me deixam mais tranquilo, São.

      Eliminar
  5. Isto é política!
    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
  6. Governo minoritário, está claro!

    A Ângela Merkel tinha menos poder o que era óptimo para a Alemanha, para a Europa, para a Democracia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece ser esse o caminho mais provável, Teresa.
      A resposta não deve tardar.

      Eliminar
  7. Aposto na coligação, Pedro, e sem Schultz no Governo.

    Votos de excelente fim de semana para si e suas princesas, meu amigo.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como respondi à Teresa, parece ser esse o caminho mais provável, Ricardo.
      Aquele abraço, votos de bfds para si e as suas mais que tudo

      Eliminar
  8. OLÁ Pedro

    fui fazer uma escapadinha e trago fotos

    mas, desta vez peço, caso possa,
    ir a este meu blogue e me dê uma ajudinha
    Estou sem saber qual delas escolher
    Ajude-me, p.f.

    http://pensamentosimagens.blogspot.pt/

    Sobre o post que fez,
    desta vez não sei pronunciar-me
    pois fujo de assuntos de política.

    Um abraço e bom fim de semana
    Tulipa

    ResponderEliminar
  9. Não sabem fazer geringonças...
    Continuação de boa semana, caro Pedro.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos vistos fazem geringonça à direita, Jaime Portela.
      Aquele abraço, votos de bfds

      Eliminar
  10. Caro Coimbramigo

    Eine Vorhersage ist immer sehr kompliziert ... Es ist regnerisch oder trocken ... In der Koalition, über die du sprichst, ist es das Gleiche. Die Brasilianer sagen, dass unsere Marke Schritt sagt, dass geht oder geht nicht ...

    Google Übersetzer hilft viel .. Nun nimm es ... Entroll dein Deutsch .. :-)))))))

    ___________

    NOUTRO REGISTO

    Anteontem estava muito triste! E continuo a estar. A Raquel tinha ido acompanhar o meu irmão Braz (pois o cancro agravou-se) numa ambulância do INEM ao hospital de Santa Maria! Maldito cancro na próstata!. Estava com dores insuportáveis. O psa que devia ser 4 era 1520!!!!! Obviamente ficou internado.
    Estive e estou a esperar aqui em casa porque a bengala que uso não me dá a possibilidade de o acompanhar. Nem quero pensar que ele vai ficar tramado…esperando o final.
    Irei dando notícias.
    Triqjs e abç para tu
    do que assina desanimado e apavorado
    Henrique, o Leãozão



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem calma, FerreirAmigo.
      Calma e pensamento positivo.
      Agora ele está a ser assistido por profissionais de saúde.
      E é disso que neste momento precisa.
      Disso e do apoio da família.
      Grande abraço para ti, beijos para a Raquel

      Eliminar
  11. Como se diz que em casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão ! mas nesse país há muito "pão" e mesmo assim ralham que se farta !
    boa noite Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ralhar de vez em quando até é bom, Angela.
      Gosto muito pouco de paz podre.

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Não deve demorar muito para termos respostas, Elvira Carvalho.
      Abraço

      Eliminar
  13. Vamos a ver no que irá dar porque acho que qualquer extrema das extremas é sempre mau e fora de jogo pode ser que resulte.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando nos vemos livres de extremistas e de extremismos já há um sinal positivo, Fayly.
      Beijos

      Eliminar
  14. Caro Coimbramigo

    Afinal não publicaste o meu comentário no im reinsten Deutsch. Obviamente não respondeste.

    E, eu, pobre ingénuo, confiava em ti, mas agora já confivo... ;-)))))))))))))))

    Triqjs bjs da Grande Senhora e abç para tu

    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu leste os comentários todos e as respostas todas??
      Olhe que não, olhe que não :)))
      Aquele abraço para ti, beijos para a Raquel

      Eliminar
  15. A Europa, embora com diferentes andamentos, tende a ser uma senhora idosa, a viver de memórias, pouco sensível à velocidade com que as coisas acontecem no mundo, renunciando a constatar que longe vão as regalias à custa de outras latitudes.
    Continua a ter importância Claro! Mas, infelizmente, teima em vestir fato de gala quando a casa está a arder. Em suma: quem vier a seguir que resolva o problema.

    Grande abraço, Pedro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com todos os percalços, com todos os acidentes de percurso, continuo um europeísta convicto, AC
      Aquele abraço

      Eliminar
  16. Dito e feito. Quase feito. Falta tirar uns alinhavos.
    Presumo que é desta que a Ângela irá mudar de discurso, convergindo para uma política mais amistosa para a Europa e endurecimento da de emigração.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo aponta nesse sentido, Agostinho.
      Vamos esperar para ver.
      Aquele abraço

      Eliminar