Fasquia bem alta e bem visível


Alexis Tam Chon Weng colocou ontem definitivamente, na sua intervenção na Assembleia Legislativa, a fasquia bem alta e bem visível para si e para aqueles que consigo directamente trabalham.
A responsabilização dos titulares de altos cargos, tantas vezes comentada e tão poucas vezes definida e assumida, ficou bem clara nas declarações de Alexis Tam Chon Weng ao longo destes primeiros cem dias de exercício do cargo e teve ontem o seu epílogo no hemiciclo.
O prazo de um ano dado ao Director dos Serviços de Saúde para se verem melhorias no sector, a substituição do Director do Hospital Conde de São Januário porque era neste que se detectavam os maiores estrangulamentos, a afirmação clara da intenção de se demitir se falhar no cumprimento das suas promessas e objectivos, são acima de tudo guidelines muito claras acerca do que se pretende na complexa área dos Assuntos Sociais e Cultura.
Serão fixados objectivos claros que, a não serem cumpridos, acarretarão o afastamento dos titulares dos cargos.
A começar no próprio Secretário que se apresta a dar o exemplo e a servir de exemplo.
Parece simples, parece natural, não é nada habitual.
O futuro permitirá perceber se será mesmo assim (e quero acreditar que seja) ou se estamos apenas perante mais um rol de promessas vazias de conteúdo. 

Comentários

  1. "Serão fixados objectivos claros que, a não serem cumpridos, acarretarão o afastamento dos titulares dos cargos." oxalá que sim, mas quando a esmola é grande o pobre desconfia.

    Se assim fosse por cá...era uma passagem de modelos que nem aqueciam o lugar e pouco seriam os "credíveis"!

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Alexis Tam é um tipo muito diferente daquilo que estamos habituados a ver, Fatyly.
      Acredito que ele, mesmo com dificuldade, cumpra o que prometeu e obrigue outros a cumprir também.
      Beijocas

      Eliminar
  2. Se assim for, é pessoas desta natureza que precisamos nas esferas políticas portuguesas. Urgentemente, acrescentaria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo amigo pessoal do Alexis Tam acho que consigo o suficiente distanciamento para poder avaliá-lo pelas suas acções enquanto titular de um alto cargo político.
      E estou a gostar do que estou a ver e ouvir.

      Eliminar
  3. ~ ~
    ~ Que tenha muito sucesso e seja um exemplo.

    ~ ~ ~ Beijinhos, Pedro. ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  4. Gostaria de acreditar que isso fosse verdade, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até prova em contrário, eu acredito, Ricardo.
      O Nuno também conhece bem o Alexis, casado com uma compatriota nossa, e sabe que ele não é de mandar postas de pescada sem sentido.
      Ficaria surpreendido e desiludido se ele não seguisse esta postura.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Gostei dessa promessa de responsabilização.Oxalá seja cumprida-

    Aqui em Portugal , responsabilidade , ética e afins extinguiram-se!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui também não é nada habitual, São.
      Oxalá o Alexis seja uma excepção

      Eliminar
  6. Se o exemplo fosse seguido aqui, já não tínhamos governo há muito! É bom receber essas notícias de Macau.

    ResponderEliminar
  7. Se por cá seguissem o exemplo, há muito que não tínhamos governo. É bom receber essas notícias de Macau.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Alexis também é caso raro por estas bandas, Carlos.
      A regra é o oposto, em boa verdade.

      Eliminar
  8. Será uma pedrada no charco um político demitir-se por não ter sido bem sucedido.
    Aplaudirei sem dúvida essa atitude!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se alguém é capaz disso, esse alguém é o Alexis, Kok.
      Acredito nisso piamente.

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares