12 de junho de 2018

Farto do politicamente correcto


Rafael Nadal ganhou Roland Garros pela décima primeira vez.
Não restam dúvidas que não há na actualidade ninguém que consiga fazer frente ao espanhol quando se joga na terra batida, no pó de tijolo.
Esta devia ser a notícia, a grande notícia, talvez a única notícia.
Mas não é.
Tudo porque, na conferência de imprensa, Rafael Nadal teve a desfaçatez de dizer que não se ofendia nem se chocava por saber que os tenistas (homens) ganhavam mais que as tenistas (mulheres).
E até explicou o seu raciocínio – é tudo uma questão de oferta e procura.
Quem é que tem mais seguidores, quem é que “vende” mais?
Os tenistas, os homens.
Que, como tal, ganham mais.
Exactamente o que acontece, mas agora ao contrário, com as modelos femininas e os modelos masculinos.
Elas ganham mais que eles porque têm mais seguidores, mais admiradores, “vendem” mais.
O que é que Rafael Nadal disse de tão errado, que não corresponda exactamente à verdade?
Ainda não percebi.
O que percebi é que Rafael Nadal afrontou o politicamente correcto.
Que, muitas vezes, é pura e simplesmente estúpido.
No dia em que as mulheres “venderem” mais que os homens não vai ser preciso nenhum decreto para passarem a ganhar mais que os homens.
Isso acontecerá naturalmente.
Atenção que estamos a movimentar-nos somente no mundo do desporto.
Não é assim em outros domínios da vida como todos bem sabemos.
De uma vez por todas deixem de lado o politicamente correcto, deixem Rafael Nadal em paz, e, como dizem os nossos irmãos brasileiros, caiam na real.

41 comentários:

  1. Ele apenas confirmou a realidade dos/das tenistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, Catarina.
      Quase o crucificavam por dizer aquilo que todos sabemos!
      Qual é a novidade e qual é o problema?
      Não consigo perceber.

      Eliminar
    2. Nos torneios Grand Slam ganham o mesmo. E tb noutros eventos, não sei quais.
      Não foi Billie Jean King que começou a defender “equal pay”?

      Eliminar
    3. Catarina,
      Os homens ganham mais.
      E não é só no ténis.
      No futebol, no basquete, a diferença é brutal.
      Porquê??
      Porque eles vendem mais.
      Tão simples como isso.

      Eliminar
  2. Exactamente, Pedro Coimbra, eu ia abordar também o futebol feminino !
    Ele que os mande às urtigas !

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente, João Menéres.
      Se eu quiser vender umas botas de futebol vou buscar o Ronaldo, o Messi, o Neimar, não a melhor jogadora que até nem sei quem é.
      Lei da oferta e da procura, pura e simplesmente.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Ontem, por mero acaso, apareceu-me um video no facebook a que eu achei piada!
    Uma professora primária diz a um aluno que deu uma resposta errada num teste, porque a resposta dada à pergunta "2+2" foi "22". A professora explica, mas o aluno não quer saber!
    No dia seguinte, numa reunião com os pais da criança, não só é ofendida, como ainda acaba por levar um estalo da mãe do puto.
    No dia seguinte o director da escola vem falar com ela, a dizer que ela devia pedir desculpa e considerar que aquilo que ensinava era de alguma forma opressivo e que se calhar a resposta do miudo até poderia ser levada em conta, coisa que ela recusa.
    No dia seguinte, por entre um tumulto de pretestos, é ouvida por toda a direcção escolar e, uma vez que continua a afirmar que 2+2=4, porque a matemática assim o diz, acaba suspensa!
    No dia seguinte está a ver televisão e descobre que o assunto se tornou nacional e que as opiniões se dividem acerca de se 2+2=4 ou =22
    Por fim, é chamada à escola e, em frente a toda a imprensa é liminarmente despedida da escola, afirmando o director que, no entanto, receberá pagamento pleno pelo serviço que fez, dois periodos lectivos, onde receberis $2000 por cada priodo, o que perfaria $4000...
    ...e eis que ela interrompe e diz, com o sorriso mais sacana do mundo:
    -"Não, não! $22000!"
    O que deixa, quer os repórteres, quer o reitor da escola com cara de tacho!

    Mundo estranho este onde as opiniões pessoais e os sentimentos pessoais são mais importantes que os factos! Estranha geração esta que, não querendo lidar com a realidade como ela é, a procura distorcer para encaixar no padrão do que acham que deveria ser!

    Por acaso li isto e achei digno de reflexão:
    http://soumdot.blogspot.com/2018/05/acho-o-determinismo-inescapavel-e-o.html#comment-form

    Forte abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opiniões pessoais, quando contrariam os FACTOS, passam a ser teimosia estúpida.
      O Nadal disse apenas e só aquilo que todos sabemos.
      Está a ser crucificado porquê??
      Aquele abraço!

      Eliminar
    2. O qued não falta à nossa volta, hoje em dia, é teimosia estúpida e fundamentalismo liberal (que é tão mau como qualquer outro fundamentalismo)

      :)

      Eliminar
    3. Vale a pena ler o que vou aqui publicar amanhã.
      Dá para arrancar cabelos.

      Eliminar
  4. bom dia
    um bom motivo pra a comunicação social vender !!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para isso é óptimo e eu até compreendo, Joaquim Rosário.
      Mas mesmo só para isso.

      Eliminar
  5. Sabemos que os jornais vendem melhor a mentira que a verdade:))


    Hoje: -Careço das tuas palavras de conforto .

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma boa polémica vende bem, não é, Larissa Santos??
      Bjs, votos de uma óptima terça-feira.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Uma perfeita tolice, Francisco.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Absolutamente de acordo com Rafa Nadal é, aliás, o que penso.

    Aquele abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rafa só disse o óbvio, Ricardo.
      Mas cometeu o pecado capital de ofender o politicamente correcto.
      Já irrita, caramba!
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Vi o jogo ! Nadal é de facto insuperável !!!
    Não sabia dessa polémica.
    Mas afinal, o que disse ele de errado ?...
    Toda a gente tem que perceber que o "mercado" é que faz o preço !!!
    Então, não se podem dizer as verdades ?... :((

    Abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos vistos não, Rui.
      Ofende alguns ouvidos mais sensíveis.
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Não está a dizer nada que não corresponda à verdade, pois não, alfacinha??
      Bjs

      Eliminar
  10. Penso que atualmente o poder maior, o grande Deus é o dinheiro. E como tal tudo se curva nesse sentido. Se no Ténis, como no futebol quem vende mais é o homem, eles ganham mais. Noutras modalidades elas ganharão mais se mais venderem. Não acho justo mas é a realidade.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se trata do que achamos ou não achamos, Elvira Carvalho.
      É precisamente o que diz, é a realidade, ponto final.
      Abraço

      Eliminar
  11. Por que será que a prostituição masculina rende infinitamente menos que a feminina? já dizia o meu avô.
    "Quem tem uma vulva tem uma quinta. Há que saber administra-la"
    E não se referia exclusivamente ao meretrício!
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oferta e procura, sempre a oferta e procura, alvaro guerreiro.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Por acaso, ontem discuti aqui em casa a conclusão do Nadal e com a qual concordo. Desde tenra idade a bater-me contra as injustiças advenientes da desigualdade do género, no entanto aceito como válida a distinção aqui apontada. Mesmo entre pares, podíamos também questionar a diferença abissal de remuneração entre um jogador de futebol de uma das grandes equipas e um jogador da segunda divisão. Ou ainda, entre o Cr7 e outro jogador da mesma equipa dele.
    O Nadal é um craque e como ele me diverte com os seus tiques! ☺

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rafa é um tipo bestial, Célia.
      E disse apenas o óbvio.
      Vamos mas é desfrutar da mestria dele.

      Eliminar
  13. Só quem não quer é que não vê ( ou não entende) o tiro certeiro de Nadal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os piores cegos, Carlos, os que se recusam a ver.

      Eliminar
  14. Andaram a dar o púlpito às taradas neomarxistas das feministas, agora acontecem estas coisas! O politicamente correcto não surge num vazio, é o resultado de lóbis políticos sinistros!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se há aqui conspirações sinistras ou se há pura tolice e estupidez, Afonso de Portugal.
      O que o Rafa disse é apenas o óbvio.

      Eliminar
  15. Se fosse ao contrário será que Nadal teria o mesmo tipo de raciocínio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei responder a essa pergunta, Magui.
      O que sei é que eu teria o mesmo tipo de raciocínio.

      Eliminar
  16. O mundo do desporto é muito complicado!

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste aspecto até é simples, Adélia - quem "vende" mais ganha mais.
      A lei do mercado.
      Beijinho

      Eliminar
  17. A lei da oferta e da procura, que continua a gerir os mercados no mundo
    Abraço

    Hoje em Caminhos Percorridos - CAMINHAR NO TEMPO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão simples quanto isso, Kique.
      Nada de guerra dos sexos ou algo semelhante.
      Aquele abraço

      Eliminar
  18. Uma correcção apenas, ganhou pela 11ª vez.

    Quanto ao resto ele não disse nada que não seja real e do domínio do público e entendi perfeitamente que os "ganhos a nível de desporto" as marcas e Federações é que ditam as regras.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o que eu escrevi, Fatyly - décima primeira vez (logo no primeiro parágrafo).
      E foi campeão também na conferência de imprensa.
      Beijocas

      Eliminar