8 de novembro de 2017

Qualquer hino nacional tem que ser respeitado


Vai quente e longo o debate acerca da possibilidade de serem adoptadas e adaptadas em Macau e Hong Kong as molduras penais nacionais relativas ao respeito devido ao Hino Nacional Chinês.
A Marcha dos Voluntários, como qualquer outro hino nacional, é um símbolo do Estado, uma composição patriótica adoptada como símbolo do Estado.
E, como qualquer outro hino nacional, tem que ser respeitado.
Muito mais ainda pelos nacionais do País e em ocasiões oficiais.
Dito isto, que julgo incontestável, não devemos ceder a tentações de tipo populista e a quaisquer fundamentalismos.
O que uma série de idiotas mal educados fizeram em Hong Kong, assobiar o Hino Nacional Chinês, é inadmissível e abjecto.
Sê-lo-ia com qualquer hino nacional, é-o ainda mais com o hino do País, o tal País que vem sempre antes e está na origem dos dois sistemas.
Partir daqui para reacções primárias, brutas, é querer corrigir um erro cometendo outro.
Até a Matemática nos ensina que se somam, que passam a ser dois erros, não se corrigem e anulam mutuamente.
Espero bem que haja bom senso a tratar esta questão sensível e melindrosa.
Bom senso que terá necessariamente que partir do País e dos dois sistemas.
Porque bom senso é algo que não espero daquele bando de insurrectos mal educados de Hong Kong.
Se tivessem um mínimo de bom senso ou/e educação sabiam que qualquer hino nacional tem que ser respeitado.
Mesmo quando não é sentido.
E todos sabemos que não se pode forçar ninguém a sentir o que quer que seja.
Mas já se pode obrigar qualquer um a ser respeitador de determinados valores que devem ser tidos por universais como o é o respeito devido a um hino nacional.

34 comentários:

  1. Nem mais, Pedro!
    O hino, juntamente com a bandeira, é um símbolo da soberania,da independência, da unidade e integridade de qualquer país.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E NUNCA, mas mesmo NUNCA, deve ser assobiado, Célia.
      Abraço

      Eliminar
  2. Completamente de acordo amigo Pedro o que mais me incomoda é quando vejo um jogo de selecções e desatam a assobiar o hino do adversário.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É de uma falta de respeito, de educação do mais básico, que até irrita, Francisco.
      Em Hong Kong, antes de um jogo de futebol, aqueles idiotas assobiaram o hino nacional da China.
      Estavam a pedir confusão.
      E a confusão já está armada.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Bom dia
    Completamente de acordo com o teor do texto. Respeito é algo que se está a perder. É triste.

    No nosso blogue, por lapso meu, saíram dois temas, caso pretenda ler os dois. Pedimos desculpas.

    Bjos
    Boa Quarta-feira

    ResponderEliminar
  4. Completamente de acordo com o Francisco, também fico incomodado com a falta de educação que por vezes (e são muitas) se passam nos jogos de futebol, não só em relação aos hinos.
    Um abraço.
    Autografos Futebol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assobiar um hino é de uma falta de educação incrível, Francisco Emanuel.
      Assobiar o próprio hino (estes tipos de Hong Kong quer queiram quer não queiram são chineses) é inadmissível.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Estou completamente de acordo consigo, Pedro.
    O meu sorriso de desprezo para os 'assobiadores de hinos'.
    Faltas de respeito, nunca!
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora dizem que é a China, o regime chinês, que é muito mau.
      Quem é que admite uma barbaridade destas??
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. Plenamente de acordo, Pedro.
    Há valores que têm que ser respeitados a todo o custo, por muito que não estejamos de acordo.
    Recordo-me, por exemplo, quando estive em Cabo Verde, às oito da noite o emissor da rádio tocava sempre o hino nacional - português, claro - que era difundido nos altifalantes. Pois toda a gente se punha de pé e ouvia em silêncio, respeitosamente.
    Assim é que tem que ser.
    E para se mostrar desacordo o pior que se pode fazer é recorrer a insultos e faltas de educação.
    Assunto melindroso, sim, e que requer muito bom senso na sua análise.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mariazita,
      Se não se sente o hino não é necessário cantá-lo, fazer continência.
      Falta de respeito, traduzida em assobiar, é que não.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Que tristeza. Para eles, é uma mera canção. Não têm noção nenhuma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pior que isso, Diana Fonseca, é um meio para atingirem a China.

      Eliminar
  8. a falta de bom senso é um dos maiores crimes da humanidade!

    ResponderEliminar
  9. Respeitando direitos de autor, onde assino?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já imaginou o que era de repente uma série de pessoas começarem a assobiar o hino nacional antes de um jogo da Selecção, São?
      Feios, porcos e maus!

      Eliminar
    2. Seria realmente muito mau, porém já ouvi o hino nacional português cantado em versão rock na RTP durante o PREC.....

      Imagine só a minha perplexidade e discordância !

      Eliminar
    3. Só confirma que realmente a estupidez é a única coisa que não conhece limites como dizia Einstein, São

      Eliminar
  10. even here when my sons tell me jokes which they hear from class fellows sounds really hurtful thing to me .
    as being from little old era (80s) i learnt lots of patriotic stories and have same sensational feelings about our national hero and anthem .Which the new generation takes so light and irrespectively

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. I find it inadmissible, baili.
      There are values we simply cannot disrespect.
      As simple as that.

      Eliminar
  11. Completamente de acordo com o texto. Hinos e bandeiras merecem todo o respeito, mesmo que nada signifiquem para essas pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No caso vertente a gravidade do comportamento ainda é maior, Sami.
      Porque, quer queiram quer não, estes tipos de Hong Kong são chineses.
      É o hino deles que estão a vaiar.

      Eliminar
  12. Totalmente de acordo consigo, amigo.
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  13. Concordo plenamente Pedro, todos os hinos nacionais devem ser respeitados.
    Um abraço~Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando é o hino do próprio país ainda mais, Maria Rodrigues.
      Hong Kong, por muito que estes idiotas não queiram, faz parte da China.
      Um abraço

      Eliminar
  14. Respostas
    1. estes palermas de Hong Kong começam a tirar-me do sério, Carlos.

      Eliminar
  15. Há gente a pedir chuva em todo lado. Sabe-se que que ela pode cair com violência.
    Há gente sem pinga de educação. Outros tornam-se em parvos. E há o problema do efeito manada... Quando menos se espera vem a tromba de água.
    BFS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconteceu outra vez, Agostinho.
      Tenho a impressão que esta garotada anda a precisar de levar uns açoites.
      Aquele abraço, Bfds

      Eliminar