9 de março de 2017

Um garoto que só quer ter uma vida simples


Já todos terão visto o vídeo que aqui publico.
Kim Han-sol, filho de Kim Jong-nam, um garoto de 21 anos (será essa a idade), que viveu em Macau, estudou em Macau, foi escuteiro em Macau, aparece escondido, amedrontado, censurado, a confessar que continua o seu pesadelo.
O pesadelo de ter que viver escondido, protegido, afastado do mundo, porque teve o azar de nascer no seio de uma família de lunáticos.
Kim Han-sol, juntamente com a sua irmã e a sua mãe, estão agora a (sobre)viver em parte incerta,  estão mais uma vez em fuga, estão mais uma vez impedidos de viver uma vida normal, uma vida como a de qualquer jovem de 21 anos (a irmã terá 18).
Há coisas na vida que não escolhemos, que não dependem da nossa liberdade e da nossa vontade.
Provavelmente acima de todas estará a família no seio da qual nascemos e vivemos.
Seguindo a linha dinástica que o inenarrável regime norte-coreano vem alimentando, Kim Han-sol, filho do que seria o filho primogénito de Kim Jong-il, bisneto de Kim Il-sung, seria o natural sucessor ao trono norte-coreano.
Kim Jong-nam, o seu pai, foi proscrito.
E, no final, eliminado.
Kim Han-sol, um garoto que, juntamente com a sua irmã (os "príncipes", como eram conhecidos pelos amigos da escola onde estudaram), sempre mostrou ser uma pessoa muito simples, muito afável, sem outras ambições que não fossem viver e conviver com outros jovens da sua idade, já saberá que nunca poderá ter acesso a esse direito básico, um direito que para ele e família é um inatingível luxo.
Porque, pelo menos no plano teórico, constitui uma séria ameaça ao poder soberano da louca e imparável tirania norte-coreana.
Resquícios muito sérios de tempos idos, distantes, de regimes monárquicos impiedosos, em pleno século XXI.

39 comentários:

  1. Respostas
    1. E os dois garotos parece que são uns garotos porreiros, João Menéres.
      Dizem os que foram colegas deles na escola que frequentaram (a escola onda ainda estuda a minha filha mais nova e onde também estudou a mais velha) e dizem os membros dos Escuteiros Lusófonos que eles também frequentaram.
      Porque é que a maldade e a ambição sem limites têm que atingir crianças também?? :(

      Eliminar
  2. O que acho fantástico é o ensurdecedor silêncio da China, Pedro.

    Aquele abraço, meu caro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora avançaram com a proposta de trocar o bom comportamento da Coreia do Norte pela desistência de exercícios militares de americanos e norte-coreanos, Ricardo.
      Mas ainda há alguém que confie na boa vontade daquele meia-leca???
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. O poder enlouquece muita gente.
    Uma tristeza muito grande, e uma constante insegurança para os jovens.
    Um abraço.
    À margem, um abraço especial para sua esposa pelo dia de ontem.
    Só não deixei ontem os parabéns porque não tinha a certeza de quem era a aniversariante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que pelos vistos são dois putos porreiros, Elvira Carvalho.
      Uma tristeza! :(

      O oposto do dia de ontem que esse foi bem alegre.

      Um abraço

      Eliminar
  4. As crianças deveriam ser protegidas. São crianças, isto realmente são situações que não se compreendem...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não os deixam ser crianças, Chic'Ana.
      E é só isso que querem.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. A injustiça aqui bem patente.
    Há vidas tão difíceis, que perante casos destes, não nos podemos queixar.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os nossos problemas são insignificantes quando comparados com estas situações, Manu.
      Beijos

      Eliminar
    2. Os nossos problemas ficam insignificantes quando comparados com estas situações, Manu.
      Beijos

      Eliminar
  6. Um desassossego para eles que pretendem uma vida normal.
    Kis :=}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida normal que nunca tiveram, AvoGi :(
      Bjs

      Eliminar
  7. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Que sina...
    Caloroso abraço. Saudações amedrontadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Revoltante, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Dois garotos que nunca poderão ter uma vida normal.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Não sabia nada sobre os seus filhos. Melhor pedirem asilo no ocidente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acha que é suficiente, Catarina?
      Eliminaram o pai no meio do aeroporto de Kuala Lumpur.
      Enquanto aquele regime louco na Coreia do Norte não cair eles vão ter que viver sob constante protecção.

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Sempre viveram assim, Pamela Sensato :(
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Esse jovem poderá correr sérios riscos.
    O lunático que manda naquilo tudo (Coreia do Norte) é bem capaz de querer mais sangue.

    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Do ponto de vista do lunático do tio o garoto ainda é uma ameaça mais perigosa do que era o pai, António.
      Que vida triste!
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Uma das poucas coisas que não podemos escolher na vida, Francisco :(
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Realmente, existem situações perfeitamente surrealistas !!

    E até quando a China sustentará aquele doido??

    Pobres jovens estes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é a grande questão, São.
      No dia em que a China lhe tirar o tapete ele estatela-se de vez.

      Eliminar
  13. O poder tudo quer, tudo pode, tudo manda.
    Triste o destino desta família.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Destes garotos, Maria Araújo.
      O pai foi um bon vivant.
      O tio é um louco assassino que vive como um rei (o pai e o avô, idem).
      Os miúdos é que não podem ter sossego nem uma vida normal.

      Eliminar
  14. Respostas
    1. Este garotos são porreiros, simples, e têm uma vida de pesadelo, Carlos.

      Eliminar
  15. Enquanto aquele louco, egocêntrico, respirar, nenhum norte coreano respirará de alívio, Pedro! E ai de quem ele pensar que lhe pode fazer sombra.
    Coitados do miúdos que só querem viver em paz.
    Até revolta, eu não posso ver aquele cara de cu, nojento. Desculpe a linguagem Pedro, mas é difícil resistir ao insulto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não peça desculpa, Janita.
      Aquele é mesmo dos tais que num concurso de cus ganhava de caras!! :)))
      Beijinhos

      Eliminar
    2. É assim, ou não, Catarina?? :)))

      Eliminar
  16. Ser descente de...para muitos é um autêntico pesadelo. Bolas que mundo este e ninguém dá cabo desses "patifes" para não dizer "m***".

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele regime só cairá se é quando a China quiser, Fatyly.
      Até lá vamos ter que aturar aqueles fdp :(
      Beijos

      Eliminar
  17. Este post dá que pensar, Pedro. Pela incongruência do mundo.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São só uns meninos a querer viver a vida de meninos que são, AC.
      Será pedir muito? :(
      Aquele abraço

      Eliminar