27 de março de 2017

Árvore Genealógica - Luiz Fernando Veríssimo



- Mãe, vou casar!

- Jura, meu filho?! Estou tão feliz! Quem é a moça?

- Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo.

- Você falou Murilo... Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico?

- Eu falei Murilo. Por que, mãe? Está acontecendo alguma coisa?

- Nada, não. Só minha visão que está um pouco turva. E meu coração, que talvez dê uma parada. No mais, está tudo ótimo.

- Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo...

- Problema? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora... Ou isso.

- Você vai ter uma nora. Só que uma nora... Meio macho. Ou um genro meio fêmeo. Resumindo: uma nora quase macha, tendendo a um genro quase fêmea...

- E quando eu vou conhecer o meu. A minha... O Murilo?

- Pode chamar ele de Biscoito. É o apelido.

- Está! Biscoito... Já gostei dele... Alguém com esse apelido só pode ser uma pessoa bacana. Quando o Biscoito vem aqui?

- Por quê?

- Por nada. Só pra eu poder desacordar seu pai com antecedência.

- Você acha que o Papai não vai aceitar?

- Claro que vai aceitar! Lógico que vai. Só não sei se ele vai sobreviver... Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo que você achou sua cara-metade... E olha que espetáculo: as duas metades com bigode.

- Mãe, que besteira ... Hoje em dia ... praticamente todos os meus amigos são gays.

- Só espero que tenha sobrado algum que não seja... Pra poder apresentar pra tua irmã.

- A Bel já tá namorando.

- A Bel? Namorando?! Ela não me falou nada... Quem é?

- Uma tal de Veruska.

- Como?

- Veruska...

- Ah!, bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska.

- Mãe !!!...

- Tá..., tá..., tudo bem... Se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto...

- Por que não? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos.

- Ex-namorada? O Biscoito tem ex-namorada?

- Quando ele era hétero... A Veruska.

- Que Veruska?

- Namorada da Bel.…

- "Peraí". A ex-namorada do teu atual namorado... E a atual namorada da tua irmã. Que é minha filha também... Que se chama Bel. É isso? Porque eu me perdi um pouco...

- É isso. Pois é... A Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero.

- De quem ?

- Da Bel.

- Mas . Logo da Bel?! Quer dizer então... Que a Bel vai gerar um filho teu e do Biscoito. Com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska...

- Isso.

- Essa criança, de uma certa forma, vai ser tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel.

- Em termos...

- A criança vai ter duas mães: você e o Biscoito. E dois pais: a Veruska e a Bel.

- Por aí...

- Por outro lado, a Bel.…, além de mãe, é tia... Ou tio.... Porque é tua irmã.

- Exato. E ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar.

- Só trocar, né ? Agora o óvulo vai ser da Bel. E o ventre da Veruska.

- Exato!

- Agora eu entendi! Agora eu realmente entendi...

- Entendeu o quê?

- Entendi que é uma espécie de swing dos tempos modernos!

- Que swing, mãe?!!…

- É swing, sim! Uma troca de casais... Com os óvulos e os espermatozóides, uma hora no útero de uma, outra hora no útero de outra...

- Mas...

- Mas uns tomates! Isso é uma bacanal de última geração! E pior... Com incesto no meio...

- A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso...

- Sei!!!... E quando elas quiserem ter filhos...

- Nós ajudamos.

- Quer saber? No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero, o espermatozóide... A única coisa que eu entendi é que...

- Que...?

- Fazer árvore genealógica daqui pra frente... vai ser tramado...


Luiz Fernando Veríssimo

BOA SEMANA!

44 comentários:

  1. Muito bom os livros de Luiz Fernando Veríssimo, ótimo pos, amei. tenha uma boa semana também amigo. abraços..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Veríssimo é um must, NinTudo.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  2. Enfim... o mundo e a sociedade mudam...
    E temos que nos adaptar à confusão.
    Ótima semana, Pedro, por aqui continua frio.
    Beijinhos.
    ~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que o Veríssimo escreve é sempre fenomenal, Majo.
      Sou fã!
      Uma óptima semana, que por aqui parece ser de Primavera (três pancadinhas na mesa).
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Uma bela caricatura dos tempos que correm, gostei bastante deste escrito do Luiz Veríssimo.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Veríssimo é um fenómeno, Francisco.
      De vez em quando lá aparece ele por aqui para nos animar.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  4. Este Veríssimo é de mais.
    Lia dele ao fim de semana uma crónica no Expresso.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um tipo excepcional, Agostinho.
      Sou fã de carteirinha como dizem os nossos irmãos brasileiros.
      Aquele abraço, boa semna

      Eliminar
  5. Bem, que confusão que vai ser, realmente!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não será fácil, não é, Chic'Ana?? :))))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  6. Irra que confusão ou não.

    Votos de excelente semana para si e suas princesas, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão fácil, Ricardo.
      Como diz um amigo meu fica tudo tia da prima da avó da moça :))))
      Aquele abraço, boa semana para si e as mais que tudo.

      Eliminar
  7. Ai, vizinho do oriente até eu fiquei confusa!
    Já não é como era. Tempos modernos
    Nem sei se aceite ou se fique na minha
    Kis :=}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora vou citar outro amigo, AvoGi - desde que não se cheguem a mim... :))))
      Bjs, boa semana

      Eliminar
  8. Que confusão! Perdi-me!
    Boa semana, Pedro! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que só vem provar que o Veríssimo tem razão, Catarina - fazer árvore genealógica vai ser terrível :)))
      Boa semana

      Eliminar
  9. Que grande confusão amigo. Areia demais para
    a minha camioneta.
    Um abraço
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que pegar em papel e lápis, Irene Alves :)))
      Um abraço, boa semana

      Eliminar
  10. Credo... Tanta volta. E se eles se enganam nas voltas? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se sem erros é complicado, com erros é o fim da picada, luisa :))))

      Eliminar
  11. É deveras confuso, Pedro.
    Afinal quem é quem? :)))))

    Boa semana, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já só reconheço o Verissimo, António.
      O resto varreu-se :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  12. Já conhecia.

    Luis Fernando Verissimo sempre 😘

    ResponderEliminar
  13. A páginas tantas até eu me perdi, fiquei sem saber quem é de quem e quem dá o quê :P
    Muito bom este texto do Veríssimo.

    Boa semana
    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mãe é que tem razão, Manu.
      Que grande bacanal!!!! :))))
      Beijos, boa semana

      Eliminar
  14. Já conhecia.
    Tenho um amigo que de vez em quando me manda coisas assim.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  15. Que canseira!
    Pobres filhos :))) vão ver-se aflitos para perceberem quem são!
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perceber quem é o pai, quem é mãe, que pode ser tia em simultâneo, e se calhar tio, ... também já estou perdido, papoila! :))))
      Bjs

      Eliminar
  16. Bolas, às tantas nem eu conseguia saber quem era quem, quem dava o espermatozóide a quem, o ovário...
    Mas não deixa de ter lógica, Pedro.
    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só há uma possibilidade, Maria Araújo.
      Papel e lápis, muito trabalho, muita atenção.
      Uma boa semana

      Eliminar
  17. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Que gozo mor reler esta crônica.
    Caloroso abraço. Saudações hilárias.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Veríssimo é um must, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  18. :))) que confusão! (gosto muito do sentido de humor do Luís Fernando Veríssimo)
    um beijinho, obrigada e uma boa semana também :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Veríssimo é um génio, Gábi.
      Ler o que ele escreve é garantia de boa disposição.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  19. Bom texto, rrss


    Infelizmente, me lembrei das crianças de Ronaldo, fruto de capricho da criatura , que as considera um artigo de consumo como os carros de luxo e o avião particular que tem....

    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Ronaldo, como todas as vedetas, tem as suas manias, São.
      Algumas muito criticáveis.
      Como é o caso dessa.

      Vamos é rir com o Veríssimo que isso é que vale a pena.

      Boa semana

      Eliminar
  20. Já conhecia, mas fico sempre cansado quando acabo de ler :-)
    Entretanto, no meu post, deixei-lhe um a pergunta sobre o seu primo de S. João da Madeira. Se puder - e quiser obviamente. responder pode fazê.lo no blog ou por mensagem privada.
    Abraço e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já respondi, Carlos.
      Um tipo porreiro, não fosse ele primo de quem é (gaba-te cesto).
      E que faz fotografias, que muitas vezes expõe, realmente espectaculares.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  21. Pobre mãe!!!
    Até eu que não é nada comigo já estou consumida!
    E baralhadíssima...eheheh
    Tempos modernos são duros...:))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É de dar cabo dos fusíveis a qualquer um, Janita :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  22. São os tempos moderno.
    Minha irmã que o diga. hahhaa
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anajá,
      Sendo por natureza conservador não tenho nada contra as opções que cada um toma.
      Desde que não me afectem, que moralidade tenho eu para dizer o que está bem ou mal?
      Abraços

      Eliminar