17 de março de 2016

Trambiqueiros


O dicionário informal define trambiqueiro como "pessoa golpista, que dá trambiques, enganador, trapaceiro".
Uma definição que caracteriza perfeitamente Dilma Rousseff e Lula da Silva e os seus comportamentos.
Dilma convida Lula para ser assumir o cargo de ministro chefe da Casa Civil, este último aceita o convite.
Dilma procura a todo o custo evitar o impeachment (é bem provável que tenha dado o último passo na direcção do abismo...) e a prisão do seu camarada de partido e guru político.
Lula procura imunidade judicial e a prerrogativa de foro privilegiado (só poderá ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal e foge assim ao implacável juiz Sérgio Moro).
Sem escrúpulos, sem preconceitos, sem vergonha na cara, ambos conspiraram (a gravação de uma conversa telefónica conhecida nas últimas horas só confirma aquilo que já se apresentava como óbvio) para fintar a Justiça e a vontade popular.
Mais um caso de golpistas que abocanham com desenvergonhada gula o lugar que deveria pertencer a estadistas.
Pode ser que o tiro lhes saia pela culatra.
O efectivo impeachment de Dilma, e dos seus companheiros de executivo, seria o bastante para que isso acontecesse.
E estes dois chico - espertos trambiqueiros teriam o destino que merecem depois de terem sido protagonistas maiores de uma página negra na vida da grande nação brasileira.

43 comentários:

  1. http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/03/16/justica-revela-conversas-e-sugere-que-governo-tentou-impedir-prisao-de-lula.htm?cmpid=fb-uolnot

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só gente séria.
      Quando não se riem, obviamente.
      Dois meliantes que conspiram para fintar a Justiça e um juiz que vai bufar escutas que estavam em processo, em segredo de justiça, para os jornais.
      Nem em enredo de novela!!
      Um abraço

      Eliminar
  2. Na prática a presidente Dilma demitiu-se do seu cargo sem apresentar demissão, e o Lula, volta é de novo e de facto o novo presidente sem se submeter a eleições. Em política tudo é possível diz um amigo meu e penso que ele tem razão.
    Na prática também fica provado, que gente do povo quando toma as rédeas do poder nas mãos, pode ser tão corrupto como qualquer outro. Toda a gente terá na memória a esperança de um Brasil livre de corrupção com a subida do metalúrgico Lula ao poder.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Brasil terá uma presidente a enfeitar, um com o poder real e que Dilma espera(va) a salve da destituição.
      E tem também dois figurões que fugiram à Justiça, comandada por um juiz que bufa segredos para os meios de comunicação social.
      Inacreditável!!
      Um abraço

      Eliminar
  3. Uma vergonha o que se passa neste grande país que é o Brasil que mais uma vez foi assaltado por um bando de sanguessugas.
    Um abraço e boa 5ª Feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lula está a destruir todo o capital de simpatia que tinha conquistado, Francisco.
      Uma tristeza!
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. "Uma vil e apagada tristeza" tudo isto!

    Lula teve um caminho de luta até chegar ao mais alto cargo da nação e tirar milhões da pobreza , além de outros feitos, e agora presta-se a ir para o Governo numa jogada clarissima de fuga à Justiça.

    O Poder corrompe mesmo.

    No entanto, também tenho que dizer não apreciar juízes arvorados em justiceiros e , para cúmulo, a fazerem eles próprios ( ou alguém por eles) manobras impróprias.

    Esperemos o melhor para o Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos estão muito mal no retrato, São.
      Dilma e Lula nesta manobra estúpida e desavergonhada.
      O juiz naquela vingançazinha torpe.
      Justiça que sai chamuscada em todo este processo pela atitude do juiz e pela ideia que Dilma e Lula fazem passar que o Supremo Tribunal é controlado, ou controlável, politicamente.
      Todo o legado político de Lula foi por água abaixo com este gesto.
      O qual, ainda por cima, não vai salvar a governação de Dilma.

      Eliminar
  5. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Como tu sabes nunca votei nestes malditos meliantes que estão - aqui do lado de cá do grande oceano e hemisfério que nos separam - no poder desde 2002.
    Além de exasperadíssimo, sinto-me profundamente envergonhado e um desgraçado.
    O pior é ouvir daqueles que defendem esta corja que sou "coxinha", "zumbi", "imbecil" e "alienado".
    Acho que também sabes que fui militante do PC do B de 1998 a 2003...
    Sinto nojo quando lembro do final do livro "A Revolução dos Bichos", que no reino distante além-mar tem o título "O Triunfo dos Porcos".
    Não suporto mais o odor fétido que exala das edificações da Praça dos Três Poderes em Brasília.
    Caloroso abraço. Saudações desgraçadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que não imaginava que fosse possível acontecer uma coisa destas, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Dilma, Lula, o juiz, envergonham o Brasil, os brasileiros que são pessoas de bem.
      Do fundo do coração espero que este momento muito sombrio passe rapidamente.
      O Brasil não merece isto e esta gente.
      Caloroso e solidário abraço

      Eliminar
  6. Pedro, deixo-lhe aqui o que postei hoje no meu blog:

    O Brasil sempre foi como o samba de Nelson Cavaquinho:«Eu na vida já fui uma flor/Hoje sou espinho em seu amor.», pode ser tudo e nada.

    Lula da Silva é, hoje por hoje, a negação de si mesmo, onde está o homem que em 1988 afirmou que «os pobres iam para a cadeia e os ricos para o governo»? O que é feito do Presidente que tirou 42 milhões de brasileiros da pobreza, que alargou a classe média?

    Lula da Silva aceitou agora ser ministro. Com essa escolha criou para si um estatuto especial de imunidade perante a lei. E com esse estatuto desfez todo o seu legado político, fez a sua opção de classe.

    Lula não só se imolou, afundou o Governo de Dilma e arrasou o crédito dessa máquina partidária transversal, criativa e poderosa que foi, repito, que foi o PT.

    A sua tentativa de escapar ao foro da Procuradoria de São Paulo acaba por provar a sua incapacidade de se rever na pele de um cidadão igual aos outros, Lula não é mais um homem do povo.

    Aquele homem que criou a aura mitológica na luta contra os privilégios já não habita o território dos “fraquinhos” que o Estado teria de apoiar, dos sem terra, dos sem tecto ou simplesmente dos operários, Lula passou-se para o lado dos intocáveis que sempre combateu.

    Custa a perceber como pode o Brasil segurar em tantas pontas soltas e resgatar os consensos mínimos que fizeram a prosperidade do país entre o colapso de Collor de Mello e o segundo governo de Dilma.

    Termino com um trecho de uma canção brasileira «Brasil qual é o seu negócio? O nome do sócio? Confia em...» Quem, pergunto eu?

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa a acreditar no que está a conhecer no Brasil, Ricardo.
      Dilma e Lula comportam-se como dois mafiosos.
      O juiz como um garoto mimado e vingativo que se está nas tintas para a Justiça mas pretende apenas manter o seu estatuto de estrela.
      O Brasil merece muito melhor.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Miserável, indigno e revoltante esta atitude de ambos, para fugir à Justiça e ao "impeachement" ! :(((
    É preciso muito descaramento, Pedro !
    Uma vergonha para a "Esquerda" de todos os países ! :(((

    Abraço !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não confundo dois trambiqueiros com uma ideologia, Rui.
      Não são as ideias políticas que estão em causa, é o comportamento de pessoas muito concretas.
      Os dois trambiqueiros e o juiz que quer ser vedeta e é vingativo e mesquinho.
      Aquele abraço

      Eliminar
    2. Onde assino este seu comentário, Pedro?

      Eliminar
    3. Considero-o assinado por si, São

      Eliminar
  8. Quando pensamos que já vimos tudo, a política volta a surpreender-nos pelas piores razões :(
    Nem sei o que diga...


    Um beijinho, Pedro (excelente análise)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece um enredo de novela, Miss Smile.
      Mas é a mais pura realidade.
      O Brasil não merece isto.
      Um beijinho

      Eliminar
  9. Desta vez tenho de concordar consigo: este estratagemasó lhes ficou mal. Lula que foi o principal protagonista de tantas e tantas melhorias para o povo brasileiro, deixar-se enredar nestes redes de tráfico de influências/corrupção é absolutamente ridículo. O poder corrompe,é o que é...

    E acho sempre estranho como todos falam assim ao telefone, sabendo todos nós que as escutas existem e que ninguém está livre delas. O Pinto da Costa que o diga...

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já ouviu a conversa telefónica, Teté?
      Sem admitirem nada (Lula sabia que andava a ser escutado) acabam por dizer tudo.
      Gentinha reles!
      Beijocas

      Eliminar
  10. Quando li que após a reunião com a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitou ser ministro da Casa Civil, ocupando a vaga de Jaques Wagner no governo, pensei logo que na condição de ministro, Lula passa a ter foro privilegiado, e as acções contra ele serão julgadas no Supremo Tribunal Federal – e não mais pelo juiz de primeira instância Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato.

    POLÍTICOS MUITÍSSIMO RELES!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dois trambiqueiros e um juiz vingativo e despeitado, ematejoca.
      Como se isto não bastasse, faz-se passar a ideia que o Supremo Tribunal é controlável, amigo, politizado.
      Que tristeza!

      Eliminar
  11. Muito se disse já sobre esta quase mafiosa situação.
    E ainda há quem defenda Lula por ter sido um grande presidente, como se tal argumento servisse para branquear o que agora acontece.
    O Brasil e os brasileiros não merecem isto embora, por lá, o povo esteja dividido.
    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A obra de Lula ficará para sempre manchada por este e outros escândalos, António.
      Que baixeza, que coisa reles!
      O juiz, não querendo ficar atrás, fez também uma figurinha triste, reles, de pura vingançazinha torpe.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Estou tão revoltada, mas tão revoltada com tudo isto...e sou portuguesa...imagina se fosse brasileira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é uma questão de nacionalidade, Maria do Mundo.
      Apenas do sentimento da mais básica decênciaquem tem esse sentimento, obviamente que se choca e revolta perante estes acontecimentos.

      Eliminar
  13. Lamentável tudo isto.
    O povo é sempre o elo mais fraco, mas por cá, também há muita corrupção.
    Lá nota-se mais pela extensão do país.

    ResponderEliminar
  14. Tenho receio do que possa acontecer, tenho lá uma a minha sobrinha e afilhada, os seus filhotes , e não tenho notícias do Rio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que vou lendo e ouvindo não há episódios de violência, de altercação pública, cantinhodacasa.
      E esperemos que não se chegue a esses pontos.

      Eliminar
  15. É assustador, receio o desfecho!

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
  16. Já o Padre António Vieira dizia :
    As varas do poder, quando são muitas, elas mesmo se comem, como famintas sempre de maiores postos.

    Um beijinho desolado



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desolação e espanto, é isso mesmo que todos sentimos, Fê
      Beijinhos

      Eliminar
  17. Assim que soube da nomeação de Lula para o governo, escrevi no FB que Dilma e Lula tinham dado tiros nos pés e que para o impeachment ficava a faltar apenas um saltinho. Agora o que não aceito de maneira nenhuma é o comportamento da justiça brasileira, Pedro. Têm um comportamento abaixo de cão e eu tenho muito medo do que aí possa vir, porque militares e juízes, no Brasil, são gente pouco... bem, o melhor é ficar-me por aqui.
    Abraço e bom FDS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O juiz foi mesquinho, vingativo, Carlos.
      A bufaria na Justiça, como já aqui referi várias vezes, tira-me do sério.
      Mas o comportamento do juiz, censurável, vingativo, não paga a conduta ignóbil de Dila e Lula.
      Que, entre outras coisas, repito e sublinho, fizeram passar a ideia de terem o Supremo Tribunal na mão.
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  18. Honestidade e integridade caíram em desuso.
    Chega a ser ridículo, nalguns meios sociais, alguém o ser.
    Das décadas de 50 e 60 do século passado não se estranharia este comportamento nas repúblicas centais e sul americanas. E, todavia, no século XXI ainda têm cabimento.

    Grande abraço pah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa a acreditar numa coisa destas, não custa, Kok??
      Aquele abraço, Bfds

      Eliminar
  19. Deixei de ver essa "telenovela", é má demais. :(
    Qual o resumo dos últimos capítulo? Que final para uma estória tão dignificante?

    Bom Domingo.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora aponta-se para uma estratégia de tomada de poder no Brasil, supostamente apoiada pelos órgãos judiciais.
      E vamos todos esquecer o que Dilma e Lula fizeram, GL.
      Atenção que não estou a dizer que são culpados de algum crime.
      Isso é a Justiça que deve investigar e punir se for caso disso.
      O que estou a dizer é que, objectivamente, estes actos que efectivamente cometeram para se eximir à Justiça, os deviam envergonhar.
      Isso é objectivo.
      Teorias de conspiração estão para ser provadas.
      Um abraço

      Eliminar
  20. Se de um lado chove, do outro faz vento e quem fica no meio - o povo - é que se trama!

    Chego à conclusão que quem senta o rabo na cadeira do Poder, rapidamente se esquece das promessas de servir o povo e serve-se a si próprio...essa é que é grande verdade, Pedro!
    Em quem confiar?

    Beijinhos

    Já ouviu/viu o vídeo "Não é nada meu" ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou procurar o vídeo para ver se consigo rir um bocado com esta comédia de (maus) costumes, Janita
      Beijinhos

      Eliminar
  21. Incrivel...
    Bom dia de chuva, Pedro!
    Mor

    ResponderEliminar
  22. Agora assistimos a uma tentativa de apontar baterias ao comportamento (muito censurável) do juiz e esquecer a canalhice de Dilma e Lula, Mor.
    Parece que anda tudo parvo!
    Boa semana

    ResponderEliminar