29 de abril de 2014

Psicólogo alentejano


Um lisboeta vai ao consultório de um conhecido psicólogo e diz-lhe:
- Todas as vezes que estou na cama, acho que está alguém debaixo da cama.
Nessa altura eu vou para baixo da cama para ver, e acho que há alguém em cima da cama.
Para baixo, para cima, para baixo, para cima.
Estou a ficar maluco doutor!
- Deixe-me tratar de si durante dois anos - diz o psicólogo. Venha três vezes por semana, e eu curo esse problema.
- E quanto é que eu vou pagar por cada sessão, doutor? - pergunta o lisboeta.
- 80 Euros por sessão - responde o psicólogo
- Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito.
Passados seis meses, eles encontram-se na rua.
- Então, porque não apareceu no meu consultório? - pergunta o psicólogo.
- 80 euros a consulta, três vezes por semana, dois anos = 12.480
euros, ia ficar-me muito caro.
Além disso, falei com um Alentejano que trabalha na minha herdade e que me curou por 20 euros.
- Ah é? Como? - pergunta o psicólogo.
O sujeito responde:
- Por 20 euros ele cortou os pés da cama... Já ninguém vai para lá !!...
Conclusão:
Pense numa solução, em vez de ficar focado no problema!
( Um alentejano faz muita falta!!!)

P.S. Abreijos ao FerreirAmigo e à Maria do Sol

26 comentários:

  1. Vai-te rindo vai...o coitado não anda bem. Imagina só se ele começar a ver mais do que um debaixo da cama....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora já não há esse perigo, luís - não há espaço! :)))

      Eliminar
  2. ~ Muito interessante, Pedro.
    ~ Agradeço as suas divertidas partilhas.

    ~ ~ ~ Um´excelente dia. ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas mensagens que me enviam não podiam ficar só para mim, Majo.
      Nem era esse o objectivo
      Um excelente dia também

      Eliminar
  3. Tal e qual...há que mudar o pensamento e atitude:):)

    Beijocas e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma anedota com um final que faz pensar, Fatyly.
      Beijocas e votos de boa semana

      Eliminar
  4. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Como bom alentejano já a conhecia e a ouvia contar ao meu avô materno!...
    Os alentejanos são assim, os mais calmos e ponderados do mundo rsrsr.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Cambeta,
      Só prova que se trata de uma sabedoria que vem de longe :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Um psicólogo sem consultório ou diploma, Ricardo.
      Mas muito eficaz :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. Para grandes males...grandes remédios! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Remédios, neste caso, made in Alentejo, Rosa dos Ventos
      Abraço

      Eliminar
  7. Esta já conhecia Pedro, mas desconhecia a conclusão! :)

    Se na fossem os alentejanos como é ca gente arranjava manera de se rir??

    Fazem muita falta; ó se fazem!:))

    Beijnhos.:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma porra, era o que era, Janita.
      Atão nan querem lá ber!!! :)))
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Já conhecia, Pedro.
    Dá sempre para rir.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Psicologia no seu estado mais avançado António :)
      Aquele abraço

      Eliminar
    2. Também já conhecia, Pedro!

      Psicólogos nem de graça.

      Eliminar
    3. Também dispenso, ematejoca
      Não, obrigado!

      Eliminar
  9. Nada como ter espírito prático. Boa semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma lição dos nossos compadres que devemos reter, Carlos :))
      Boa (curta) semana!

      Eliminar
  10. O lado prático das coisas poupam muito tempo e massa.
    O Alentejano é fã da simplificação por causa da trabalheira...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os nossos compadres sabem das coisas, Agostinho :))

      Eliminar
  11. E dizem que os alentejanos são lentos?! : )

    ResponderEliminar